A Caixa Econômica Federal libera nesta semana de 24 a 30 de maio os últimos pagamentos da 2ª parcela do Auxílio Emergencial para inscritos no Cadastro Único (CadÚnico), trabalhadores informais, MEIs e desempregados. Esse público formado por 29 milhões de brasileiros recebeu o segundo pagamento do Auxílio 2021 no Ciclo 2, que iniciou no dia 16 de maio e vai até o próximo domingo, dia 30.

Já para o grupo do Bolsa Família que recebe conforme calendário próprio do programa os depósitos da 2ª parcela do auxílio terminam na próxima segunda-feira, 31 de maio. Ao longo desta semana, cinco novos grupos vão ter os valores creditados na conta. Somando ainda com os beneficiários nascidos entre agosto e dezembro que receberão também nesta semana, a Caixa vai liberar a 2ª parcela do Auxílio Emergencial para 10 grupos.

O novo auxílio será pago em quatro parcelas para 40 milhões de aprovados nesta nova rodada, cujo teto de gastos é de R$ 44 bilhões para pagamento de todas as parcelas. Com o limite no orçamento, o governo decidiu reduzir também o valor das parcelas - que vão variar entre R$ 150 e R$ 375 - e o número pessoas beneficiadas. Assim, a concessão do Auxílio 2021 ficou restrita a quem recebeu alguma parcela do auxílio original ou da extensão em dezembro de 2020.

Veja quem vai receber o auxílio emergencial na semana:

  • 24 de maio (segunda-feira) - depósito e saque da 2ª parcela para inscritos no Bolsa Família com NIS final 5;
  • 25 de maio (terça-feira) - crédito em conta da 2ª parcela para nascidos em agosto;
  • 25 de maio (terça-feira) - depósito e saque da 2ª parcela para inscritos no Bolsa Família com NIS final 6;
  • 26 de maio (quarta-feira) - crédito em conta da 2ª parcela para nascidos em setembro;
  • 26 de maio (quarta-feira) - depósito e saque da 2ª parcela para inscritos no Bolsa Família com NIS final 7;
  • 27 de maio (quinta-feira) - crédito em conta da 2ª parcela para nascidos em outubro;
  • 27 de maio (quinta-feira) - depósito e saque da 2ª parcela para inscritos no Bolsa Família com NIS final 8;
  • 28 de maio (sexta-feira) - crédito em conta da 2ª parcela para nascidos em novembro;
  • 28 de maio (sexta-feira) - depósito e saque da 2ª parcela para inscritos no Bolsa Família com NIS final 9;
  • 30 de maio (domingo) - crédito em conta da 2ª parcela para nascidos em dezembro.

O calendário da 2ª parcela ainda prevê um último pagamento para o Bolsa Família na segunda-feira de 31 de maio, quando o dinheiro será depositado para os beneficiários com NIS final 0.

Auxílio 2021 para o Bolsa Família

Os mais de 10 milhões inscritos no Bolsa Família terão pagamentos de 18 a 31 de maio. Como os beneficiários do BF recebem o dinheiro de acordo com o calendário próprio já é possível saber as datas de crédito de todas as demais parcelas consultando o calendário completo do Bolsa Família em 2021.

Confira abaixo as datas de depósito da 2ª parcela do auxílio para este público:

2ª parcela do Auxílio 2021 para Bolsa Família
Dígito final do NIS Data de pagamento
1 18 de maio
2 19 de maio
3 20 de maio
4 21 de maio
5 24 de maio
6 25 de maio
7 26 de maio
8 27 de maio
9 28 de maio
0 31 de maio

Calendário de saque da 2ª parcela

A antecipação da 2ª parcela também alterou as datas do calendário de saque e transferência. Antes previsto para iniciar em 08 de junho, agora os beneficiários nascidos em janeiro poderão retirar o auxílio emergencial já no dia 31 de maio. O cronograma continua até o dia 17 de junho com a liberação de saque para um novo grupo a cada dia da semana, exceto no sábado e domingo.

A exceção é o público do Bolsa Família cuja dinâmica dos pagamentos funciona de acordo com o calendário específico do programa e o saque ou transferência já fica disponível na data em que o valor é depositado.

Confira o calendário de saque e transferência da 2ª parcela:

  • 31 de maio - saque e transferência liberados para nascidos em janeiro;
  • 1º de junho - saque e transferência liberados para nascidos em fevereiro;
  • 02 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em março;
  • 04 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em abril;
  • 08 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em maio;
  • 09 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em junho;
  • 10 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em julho;
  • 11 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em agosto;
  • 14 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em setembro;
  • 15 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em outubro;
  • 16 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em novembro;
  • 17 de junho - saque e transferência liberados para nascidos em dezembro.

Saque do Auxílio Emergencial 2021 pode ser antecipado

Mesmo com a antecipação do calendário de saque do Auxílio Emergencial os beneficiários não precisam aguardar cerca de 15 dias para ter o dinheiro em mãos. Isso porque nos pagamentos anteriores os beneficiários descobriram como transferir e até mesmo sacar as parcelas do auxílio antes da data. A técnica já foi realizada no ano passado e é uma forma simples de ter acesso ao dinheiro, basta ter uma conta em banco digital.

Utilizando a conta em banco digital o usuário pode fazer um depósito por boleto, que consiste em gerar um boleto pelo aplicativo do banco digital que poderá ser pago pela Poupança Social Digital no aplicativo Caixa Tem.

Diversos bancos digitais como Nubank, Banco Inter, Original, BS2 e C6 oferecem esse tipo de serviço e na maioria deles é feito sem cobrança de tarifa. Depois de pago, o boleto é compensado em até 2 dias o dinheiro estará na sua conta. Aí, você poderá sacá-lo nos caixas 24h (dependendo do banco há tarifas) ou ainda transferí-lo para uma conta em algum outro banco físico e sacar os valores.

- Veja como antecipar o saque do Auxílio Emergencial gerando boleto bancário

Outra forma de antecipar o acesso ao valor é por meio de transferência para contas do PicPay, Mercado Pago ou PagBank. Basta criar um Cartão de Débito Virtual da sua poupança digital (onde você recebeu o auxílio emergencial) e ter uma conta em alguma fintech de carteira digital (PicPay, Mercado Pago, PagSeguro ou PagBank).

- Confira o passo a passo para transferir o Auxílio para o Mercado Pago ou PicPay

Como sacar o Auxílio 2021 no caixa eletrônico

Assim que chegar a data permitida para o saque, o usuário encontrará no aplicativo Caixa Tem a opção Saque sem cartão. Então, siga o passo a passo:

  1. Clique nesta opção e uma nova tela será aberta. Aperte em Gerar código para saque.
  2. O aplicativo irá informar então que o beneficiário deve estar em frente a um caixa eletrônico, atendente lotérico ou correspondente Caixa Aqui antes de continuar. Isso porque o código que irá ser gerado tem validade de uma hora e caso não finalize o saque dentro desse tempo o processo terá que ser realizado novamente do início.
  3. Se você já está no local em que irá realizar o saque em dinheiro aperte na opção Gerar Código.
  4. Pronto! O código autorizador de saque será gerado e basta digitá-lo no caixa eletrônico ao fazer a operação.
  5. No visor do caixa eletrônico terá a opção Saque Auxílio Emergencial. Em seguida, deverá ser preenchido o número do CPF do beneficiário. Digite e tecle na opção Continuar.
  6. O caixa eletrônico irá então solicitar o código de seis números gerado no aplicativo. Digite e tecle Continuar.
  7. Na tela irá surgir diversas opções de valores para saque. O beneficiário poderá sacar o valor inteiro, os valores sugeridos em tela ou então digitar manualmente o crédito desejado e o saque será realizado.