31/05/2021
05/07/2021
29/08/2021
R$ 12.492,19
50
31/08/2021

Anexos

A Secretaria da Fazenda do Estado do Espírito Santo (SEFAZ-ES) divulgou no Diário Oficial dos Poderes do Estado de 27 de maio, o novo documento que abre o grande concurso público na carreira de Auditor Fiscal do quadro de pessoal efetivo da Receita Estadual. Em dezembro de 2020, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi escolhida para ser responsável pelo planejamento, organização e execução das etapas do certame.

São 50 vagas abertas, sendo 37 para ampla concorrência, 5 destinadas aos candidatos portadores de deficiência, 9 para candidatos negros e 2 vagas para os candidatos indígenas. Haverá ainda formação de um cadastro de reserva em outras 100 vagas.

O cargo exige formação em curso de nível superior com graduação em qualquer área, devidamente reconhecido pelo MEC. O salário inicial da carreira é de R$ 12.492,19, por regime de trabalho de 40 horas por semana.

- Apostila de estudo para Auditor da SEFAZ-ES

Inscrição Auditor SEFAZ-ES

Os interessados poderão se inscrever das 16h do dia 31 de maio até as 16h do dia 05 de julho de 2021, somente via internet, no endereço eletrônico da Fundação Getulio Vargas - https://conhecimento.fgv.br/concursos/sefazes21. A taxa de inscrição é de R$ 87,00, devendo ser paga até o dia 06 de julho.

Provas do concurso SEFAZ-ES

Os candidatos passarão por prova objetiva com 110 questões, sendo 50 de conhecimentos gerais e 60 de conhecimentos específicos, divididas entre as seguintes matérias:

Conhecimentos Gerais

  • 10 questões de Língua Portuguesa
  • 06 questões de Raciocínio Lógico e Matemática Financeira
  • 06 questões de Direito Empresarial
  • 06 questões de Direito Constitucional
  • 06 questões de Direito Administrativo
  • 06 questões de Direito Civil e Penal
  • 10 questões de Contabilidade Geral

Conhecimentos Específicos

  • 15 questões de Direito Tributário
  • 15 questões de Legislação Tributária do Espírito Santo
  • 10 questões de Contabilidade Avançada e de Custos
  • 10 questões de Tecnologia da Informação aplicada à Auditoria Tributária
  • 10 questões de Auditoria Tributária

Haverá ainda Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório que deverá ser manuscrita de forma legível, sendo obrigatório o uso de caneta esferográfica de tinta azul ou preta; e Avaliação de Títulos, de caráter classificatório.

As provas objetivas e a prova discursiva serão realizadas na cidade de Vitória-ES no dia 29 de agosto de 2021, nos locais que serão divulgados no dia 30 de julho.

- Apostila de estudo para Auditor da SEFAZ-ES

Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados na internet, no endereço eletrônico da FGV no dia 31 de agosto e os gabaritos definitivos sairão no dia 10 de outubro.

Será considerado aprovado na prova objetiva, o candidato que obtiver no mínimo 25 pontos em conhecimentos gerais, 60 pontos em conhecimentos específicos; e 102 pontos na soma das notas das provas de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos.

Da prova de títulos

Os títulos para análise deverão ser enviados (imagem do documento original, frente e verso) em campo específico no link de inscrição, das 16h do dia 10 de novembro de 2021 até as 16h do dia 17 de novembro de 2021, horário de Brasília/DF, no endereço eletrônico do concurso. Serão pontuados os seguintes critérios:

  • Diploma de curso de pós-graduação em nível de especialização em áreas correspondentes aos conhecimentos específicos com carga horária mínima de 360 h/a: 1 ponto;
  • Diploma de curso de pós-graduação stricto sensu em nível de mestrado (título de mestre) em áreas correspondentes aos conhecimentos gerais e específicos: 2 pontos;
  • Diploma de curso de pós-graduação stricto sensu em nível de doutorado (título de doutor) em áreas correspondentes aos conhecimentos gerais e específicos: 3 pontos;

Ainda será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de especialização, mestrado e doutorado, desde que acompanhado de histórico escolar.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogados pelo mesmo período, a critério do Governo do Estado.

Anexos