27/07/2020
07/08/2020
R$ 14.315,37
1

Anexos

A Prefeitura de João Monlevade, estado de Minas Gerais, divulgou edital com normas para realização de processo seletivo, visando preencher uma vaga e formar cadastro reserva em cargo de Médico ESF para atuar nas Unidades de Saúde Município João Monlevade.

Para concorrer ao cargo é necessário possuir ensino superior completo em Medicina, ser portador de diploma de médico expedido por escola oficial ou legalmente reconhecida, devidamente registrada no Ministério da Educação e anotado no serviço nacional de medicina, além de possuir inscrição no conselho regional de medicina.

Prefeitura oferece salário de R$ 14.351,37, por carga horária de 40 horas semanais.

Inscrição

As inscrições podem ser realizadas entre os dias 27 de julho e 07 de agosto de 2020, exclusivamente por via eletrônica, pelo e-mail [email protected]

Provas

A seleção será feita por meio de avaliação de título e tempo de experiência. A classificação dos candidatos será afixada nas portarias da Sede da Prefeitura Municipal de João Monlevade e da Secretaria Municipal de Saúde, além do site da Prefeitura Municipal de João Monlevade, no dia 19 de agosto de 2020.

Atribuições

  • Participar do processo de territorialização e mapeamento da área de atuação da equipe, identificando grupos, famílias e indivíduos expostos a riscos e vulnerabilidades;
  • Manter atualizado o cadastramento das famílias e dos indivíduos no sistema de informação indicado pelo gestor municipal e utilizar, de forma sistemática, os dados para a análise da situação de saúde considerando as características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas do território, priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local;
  • Realizar o cuidado da saúde da população adstrita, prioritariamente no âmbito da unidade de saúde, e quando necessário no domicílio e nos demais espaços comunitários (escolas, associações, entre outros);
  • Realizar ações de atenção a saúde conforme a necessidade de saúde da população local, bem como as previstas nas prioridades e protocolos da gestão local;
  • Garantir da atenção a saúde buscando a integralidade por meio da realização de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde e prevenção de agravos; e da garantia de atendimento da demanda espontânea, da realização das ações programáticas, coletivas e de vigilância à saúde;
  • Participar do acolhimento dos usuários realizando a escuta qualificada das necessidades de saúde, procedendo a primeira avaliação (classificação de risco, avaliação de vulnerabilidade, coleta de informações e sinais clínicos) e identificação das necessidades de intervenções de cuidado, proporcionando atendimento humanizado, se responsabilizando pela continuidade da atenção e viabilizando o estabelecimento do vínculo;
  • Realizar busca ativa e notificar doenças e agravos de notificação compulsória e de outros agravos e situações de importância local;
  • Responsabilizar-se pela população adstrita, mantendo a coordenação do cuidado mesmo quando esta necessita de atenção em outros pontos de atenção do sistema de saúde;
  • Praticar cuidado familiar e dirigido a coletividades e grupos sociais que visa propor intervenções que influenciem os processos de saúde doença dos indivíduos, das famílias, coletividades e da própria comunidade;
  • Realizar reuniões de equipes a fim de discutir em conjunto o planejamento e avaliação das ações da equipe, a partir da utilização dos dados disponíveis;
  • Acompanhar e avaliar sistematicamente as ações implementadas, visando à readequação do processo de trabalho;
  • Garantir a qualidade do registro das atividades nos sistemas de informação na Atenção Básica;
  • Realizar trabalho interdisciplinar e em equipe, integrando áreas técnicas e profissionais de diferentes formações;
  • Realizar ações de educação em saúde a população adstrita, conforme planejamento da equipe; participar das atividades de educação permanente;
  • Promover a mobilização e a participação da comunidade, buscando efetivar o controle social;
  • Identificar parceiros e recursos na comunidade que possam potencializar ações intersetoriais;
  • Realizar outras ações e atividades a serem definidas de acordo com as prioridades locais;
  • Realizar as atribuições comuns a todos os profissionais das equipes de Atenção Básica à Saúde;
  • Realizar atenção à saúde dos indivíduos da área sob sua responsabilidade;
  • Realizar consultas clínicas, pequenos procedimentos cirúrgicos, atividades em grupo na UBS e, quando indicado ou necessário, no domicílio e/ou nos demais espaços comunitários (escolas, associações, etc.);
  • Realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea;
  • Encaminhar, quando necessário, usuários a outros pontos de atenção, respeitando fluxos locais, mantendo sua responsabilidade pelo acompanhamento do plano terapêutico do usuário;
  • Indicar, de forma compartilhada com outros pontos de atenção, a necessidade de internação hospitalar ou domiciliar, mantendo responsabilização pelo acompanhamento do usuário;
  • Contribuir, realizar e participar das atividades de educação permanente de todos os membros da equipe;
  • Participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da UBS;
  • Participar das atividades de atenção realizando procedimentos regulamentados no exercício de sua profissão na Unidade de Saúde e, quando indicado ou necessário, no domicílio e/ou nos demais espaços comunitários (escolas, associações etc);
  • Realizar atividades programadas e de atenção à demanda espontânea;
  • Realizar ações de educação em saúde a população adstrita, conforme planejamento da equipe;
  • Participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da Unidade de Saúde;
  • Contribuir, participar e realizar atividades de educação permanente; e
  • Realizar as atribuições inerentes à profissão.

O prazo de validade do presente processo seletivo será de um ano, contado da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Anexos