Caixa transfere 2ª parcela do auxílio emergencial para contas de outros bancos

Caixa irá transferir automaticamente para beneficiários que informaram conta de outros bancos no cadastro. Mães solteiras menores de idade já podem solicitar o benefício.

Por Caroline Fagundes Pieczarka

Seguindo o calendário estipulado para saque da segunda parcela do auxílio emergencial a Caixa Econômica Federal iniciou a transferência do dinheiro para beneficiários que receberam o primeiro pagamento em contas de outros bancos. Para aqueles que no momento do cadastro indicaram outra conta bancária que não fosse da Caixa a transferência será realizada automaticamente conforme o cronograma definido pelo mês de aniversário. Portanto, caso queira sacar o valor, o beneficiário terá que consultar a instituição financeira da qual a conta foi indicada. Nesta segunda-feira, 1º de junho, 2,4 milhões poderão sacar o dinheiro. Já as datas de pagamento da 3ª parcela ainda não foram informadas.

Caixa transfere auxílio emergencial para outras contas
Caixa transfere auxílio emergencial para contas de outros bancos

De acordo com o Caixa mais de 50 bancos participam do pagamento do auxílio emergencial. Inicialmente o crédito da segunda parcela, que ocorreu entre 20 e 26 de maio, foi feito somente em poupança social digital e o dinheiro pôde ser usado para pagar boletos ou para compras virtuais. O banco bloqueou a possibilidade de transferir o dinheiro para que o calendário fosse seguido e não houvesse aglomerações nas agências. O saque da segunda parcela iniciou no dia 30 de maio para nascidos em janeiro e segue até o dia 13 de junho, quando recebem os que nasceram em dezembro.

Confira o calendário de saques da 2ª parcela para os informais, MEIs e CI:

Datas para saque da 2ª parcela - Cadastrados pelo app e com Poupança Social (CI, MEI's e informais)
Data Nascidos em Quantidade de pessoas aptas
sábado, 30 de maio de 2020 Janeiro 2,6 milhões
segunda-feira, 1 de junho de 2020 Fevereiro 2,4 milhões
terça-feira, 2 de junho de 2020 Março 2,7 milhões
quarta-feira, 3 de junho de 2020 Abril 2,6 milhões
quinta-feira, 4 de junho de 2020 Maio 2,7 milhões
sexta-feira, 5 de junho de 2020 Junho 2,6 milhões
sábado, 6 de junho de 2020 Julho 2,6 milhões
segunda-feira, 8 de junho de 2020 Agosto 2,6 milhões
terça-feira, 9 de junho de 2020 Setembro 2,6 milhões
quarta-feira, 10 de junho de 2020 Outubro 2,6 milhões
sexta-feira, 12 de junho de 2020 Novembro 2,5 milhões
sábado, 13 de junho de 2020 Dezembro 2,5 milhões

Caixa já terminou os pagamentos

A Caixa encerrou na última sexta-feira (29) os pagamentos referentes a primeira parcela do auxílio emergencial para os 8,3 milhões que não receberam até o dia 30 de abril. Com isto, o banco dá uma pausa no crédito do benefício visto que a segunda parcela foi paga aos beneficiários do Bolsa Família também até o dia 29 de maio e para os informais cadastros pelo app e site o pagamento foi feito via poupança social digital entre 20 e 26 de maio.

- Confira o calendário completo do Auxílio Emergencial

O banco ainda aguarda novos lotes com cerca de 10,4 milhões de cadastros que ainda passam por análise ou reanálise da Dataprev. Ainda não foram informados quantos desses cadastrados foram considerados elegíveis e quando o crédito da 1ª parcela começará para este grupo.

Até o momento o banco já efetuou 108,5 milhões de pagamentos referentes as duas parcelas. Ao todo R$ 76,6 milhões foram creditados para cerca de 58,6 milhões de beneficiários. Deste grupo receberam o dinheiro 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões de inscritos no Cadastro Único e 29,3 milhões de informais cadastrados pelo aplicativo e site.

Mães menores de 18 anos podem solicitar

Foi liberado desde o último sábado (30) o cadastro do auxílio emergencial para mães solteiras menores de 18 anos. O acesso ao benefício foi possibilitado a estas mães após alterações feitas na lei que regulamenta o auxílio emergencial. Para solicitar o benefício a mãe menor de idade precisa realizar o cadastro pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial ou no site auxilio.caixa.gov.br e incluir pelo menos dois membros da família, ela e um filho. Mães grávidas não poderão requisitar o benefício pois no ato do cadastro é necessário informar o CPF do membro da família.

Caso a mãe menor de idade pertença a uma família maior e algum membro tenha solicitado o auxílio emergencial o cadastro desta terá que ser compatível com o do outro membro da família que fez a solicitação. Após finalizada a inscrição da menor de idade os dados passarão por análise da Dataprev, assim como os demais cadastros até o momento. O acompanhamento da solicitação poderá ser feita no site ou aplicativo onde será mostrado se o benefício foi aprovado, negado ou se os dados foram considerados inconclusivos. O cadastro para receber o auxílio emergencial poderá ser feito até o dia 3 de julho.

Caixa Tem permite compras utilizando o celular

Outra novidade anunciada pela Caixa na última semana foi o pagamento de compras por QR Code. Agora os beneficiários que receberam o auxílio emergencial na poupança digital poderão realizar pagamentos em supermercados, farmácias e outros estabelecimentos apenas aproximando o celular da maquininha de cartão. A modalidade de pagamento foi implementada no aplicativo Caixa Tem, por onde os beneficiários podem movimentar o dinheiro creditado na poupança.

A nova funcionalidade permite que os brasileiros que receberam o auxílio emergencial em conta poupança digital possam realizar compras sem precisar comparecer antes a agências para sacar o dinheiro. As compras só poderão ser realizadas na modalidade de débito, ou seja, o cidadão precisa ter o dinheiro na conta para efetuar o pagamento. A Caixa salientou também que não é necessário ter internet no celular para fazer a transação.

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais