Concurso Belo Horizonte-MG 2019: FGR será a banca para Guarda Municipal

Previsão é de que o concurso abra 500 vagas para o cargo de Guarda Municipal 2ª classe. A publicação do edital e a abertura de inscrições deve acontecer no início de 2019.

Por:
0
0 share
0 tweets
0 share

Saiu o resultado da licitação para contratação da organizadora do novo concurso para Guarda Municipal da cidade de Belo Horizonte (GMBH). A  Fundação Guimarães Rosa (FGR) será a responsável por coordenar o novo certame que deverá abrir cerca de 500 vagas para ingresso na carreira de Guarda Municipal 2ª classe.

No total, oito instituições se inscreveram no pregão: A Fundação Guimarães Rosa  (vencedora), a Fundação Cefet, o Instituto AOCP, Ethos Concursos, Consulplan, Integri Brasil, Inaz do Pará e CKM Serviços. A divulgação do resultado se deu pela homologação do pregão eletrônico no site da Prefeitura de Belo Horizonte, assinado pelo Secretário Municipal Adjunto de Fazenda, João Antônio fleury Teixeira.

FGR será a banca organizadora do concurso para GMBHO próximo passo agora será a publicação do edital. A expectativa é de que isso aconteça ainda no início de 2019. O cargo de Guarda Municipal exige o nível médio de escolaridade e a remuneração chega a R$ 2.942,72 - com benefícios - para uma carga-horária de 44 horas semanais.

A principal função dos aprovados, será a defesa do patrimônio público municipal, o patrulhamento de prédios públicos, incluindo instituições de ensino e espaços públicos de lazer, orientando e protegendo a comunidade usuária desses espaço.

A Guarda Municipal de Belo Horizonte existe desde 2003, quando foi criada a partir da Lei Municipal 8.486. Seus servidores são subordinados à Secretaria Municipal de Segurança Urbana e Patrimonial. Atualmente, órgão conta com um efetivo de cerca de 2 mil agentes.

Último concurso

O último concurso para a GMBH foi realizado em 2009. Na época foram abertas 600 vagas, sendo 570 para sexo masculino e 30 para sexo feminino.

O processo seletivo teve duas fases. Na primeira foram realizadas a prova objetiva (de multipla escolha, caráter emilinatório e classificatório, com questões de língua portuguesa, legislação, noções de geografia urbana e história de Belo Horizonte), além de prova de títulos, prova de capacidade física, exame psicológico, sindicância social e exames médicos.

A segunda fase, por sua vez, consistiu em curso de formação para os Guardas Municipais classificados na Fase I. O curso teve duração de 520 horas/aula.

Avalie esta notícia

Nota:

(5.0/5.0)

Concursos Abertos

Busca avançada de concursos
Concursos Previstos Últimas Notícias
carregando...
FAÇA UM COMENTÁRIO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar