09/07/2021
03/08/2021
19/09/2021
R$ 4.500,00
60
22/09/2021

Anexos

No domingo de 19 de setembro ocorreu a primeira etapa do concurso público da Polícia Civil de Sergipe. Foram mais de 12 mil candidatos inscritos que disputam as 60 vagas nos cargos de Agente e Escrivão de Polícia. Os salários ofertados para ambos os cargos é de R$ 4.500,00, por jornada de trabalho de 36 horas semanais.

As provas objetivas tiveram duração de 4 horas e início às 14 horas. Estas, serão avaliadas em uma escala de zero a 100 pontos, sendo considerado aprovado o concorrente que obtiver pontuação igual ou superior a 6 pontos na prova de conhecimentos gerais, 21 pontos na prova de conhecimento específicos e 30 pontos no conjunto das provas. Foram 100 questões, 30 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos do tipo Certo e Errado.

Junto com as provas objetivas, os candidatos realizaram as provas discursivas, de caráter eliminatório e classificatório. Estas, foram constituídas de uma redação com tema da atualidade e pontuação máxima de 20 pontos. Serão corrigidas as provas dos candidatos aprovados nas provas objetivas e classificados até a posição especificada no edital.

Gabaritos PC-SE

Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados na internet, no endereço eletrônico do Cebraspe, a partir das 19 horas desta quarta-feira, 22 de setembro de 2021.

O prazo para a interposição de recursos contra o gabarito oficial preliminar das provas objetivas e contra o padrão preliminar de respostas da prova discursiva vai de 23 a 24/9 por meio de formulário no site do Cebraspe.

O resultado final da prova objetiva e provisório da discursiva sairá no dia 15 de outubro.

Próximas Etapas

Para todos os candidatos aprovados na prova discursiva, haverá outras etapas. Veja quais são:

  • exames biofísicos, de caráter eliminatório, por meio de testes físicos específicos
  • exame psicotécnico, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;
  • exames biomédicos, de responsabilidade da SEAD/SE, e toxicológico, de responsabilidade do Cebraspe, de caráter eliminatório;
  • sindicância de vida pregressa da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil do Estado de Sergipe (DIPOL);
  • avaliação de títulos, de caráter classificatório, de responsabilidade do Cebraspe.

A prova de capacidade física visa avaliar a capacidade do candidato para desempenhar as tarefas típicas do cargo. Nesta etapa, o candidato será considerado apto ou inapto.

Serão convocados para o exame psicotécnico os candidatos considerados aptos nos exames biofísicos. Este, tem caráter eliminatório, será constituída pela aplicação e avaliação de instrumentos e técnicas psicológicas, que permitam identificar a compatibilidade de requisitos psicológicos do candidato com as atribuições do cargo. Serão avaliados os requisitos psicológicos necessários ao cargo, nas três dimensões psicológicas - personalidade, raciocínio e habilidades específica. Será considerado apto o candidato que apresentar características de personalidade, raciocínio e habilidades específicas de acordo com os requisitos psicológicos necessários ao desempenho das atribuições inerentes ao cargo.

Os candidatos considerados aptos no exame psicotécnico serão convocados para realizarem o exame biomédico e toxicológico, de caráter eliminatório. Este, tem o objetivo de aferir se o candidato goza de plenas condições de saúde física e mental para desempenhar as tarefas típicas da categoria funcional.

Haverá também exames clínicos e complementares, que será composta por uma bateria de exames. Os candidatos deverão ser avaliados pelo médico perito responsável pelo exame admissional, baseado em anamnese, exame físico, exames complementares, laudo especializado em psiquiatria e outros - caso o perito médico veja a necessidade da realização -, além do preenchimento pelo candidato dos quesitos para exame de admissão, cabendo exclusivamente aos médicos peritos a avaliação das comorbidades que porventura incapacitem o candidato para o exercício do seu cargo, concluindo os exames biomédicos com a aptidão ou inaptidão para os referidos cargos.

Serão convocados para o preenchimento da Ficha de Informações Confidenciais (FIC) todos os candidatos considerados aptos nos exames biomédicos e toxicológico. Os candidatos que não forem convocados para a sindicância de vida pregressa estarão automaticamente eliminados e não terão classificação alguma no concurso.

Para os candidatos aptos no exame médico e indicados na sindicância de vida pregressa, haverá avaliação de títulos. Esta, valerá 10,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior a esse valor. Para a comprovação da conclusão do curso de pós-graduação em nível de doutorado ou de mestrado, será aceito imagem legível o diploma, devidamente registrado, expedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Também será aceito certificado/declaração de conclusão de curso de doutorado ou mestrado, expedido por instituição reconhecida pelo MEC, desde que acompanhado do histórico escolar do candidato.

A nota final no concurso (NFC) será o somatório da nota final nas provas objetivas (NFPO), da nota final na prova discursiva (NFPD) e da nota final na avaliação de títulos (NFAT).

O prazo para a interposição de recursos será de dois dias úteis, contados do primeiro dia subsequente à data de publicação do objeto do recurso.

Os candidatos aprovados e convocados serão nomeados pelo regime jurídico estatutário de leis do estado.

Anexos