Questões filtradas por: cargo de administrador

Quer testar seus conhecimentos de maneira rápida, fácil e eficiente? Responda aqui milhares de questões grátis de concursos anteriores. Você pode filtrar as questões por cargo, órgão, matéria e banca de acordo com o seu objetivo. Prepare-se para os concursos públicos.
001 Matéria: Modelos teóricos de Administração Pública Órgão: MPS Ano: 2010

Com referência aos modelos de administração pública, julgue os
seguintes itens.

A execução orçamentária no Brasil, representada pelo modelo gerencial, caracteriza-se pelo controle rígido do objeto dos gastos, independentemente da consecução dos objetivos e das metas.

002 Matéria: Biblioteconomia Órgão: SSA-HMDCC Ano: 2015

Atualmente a Internet é uma ferramenta de busca amplamente utilizada na busca de todo tipo de informação, desde sites de compras, notícias, música, trabalhos científicos, pesquisas acadêmicas etc. Essa busca apresenta resultados, muitas vezes, não confiáveis. Das afirmativas abaixo sobre alguns fatores que dificultam essa busca, assinale com V para verdadeiro e F para Falso:

( ) Alta revocação devido ao crescimento geométrico de informações.
( ) A busca sem critérios que limitem os resultados.
( ) Conteúdos sempre abalizados por profissionais da área.
( ) Constante atualização de dados e conteúdos sempre confiáveis
( ) É um tipo de busca exaustiva, mas com baixa precisão.


Assinale a alternativa que corresponde a sequência correta:

003 Matéria: Juros compostos Órgão: UFLA Ano: 2013

Um pequeno investidor aplicou R$ 200,00 (duzentos reais) com rendimento de 1% (um por cento) de juros compostos ao mês. O valor total em dinheiro dessa aplicação, ao final de três meses, é:

004 Matéria: Sítios de busca e pesquisa na Internet Órgão: UFMT Ano: 2014

A figura abaixo apresenta a barra de pesquisa do Google preenchida.

imagem-001.jpgDe acordo com os termos mostrados na barra de pesquisa, serão obtidas como resultado:

005 Matéria: Denotação e Conotação Órgão: SMA-RJ Ano: 2013

TEXTO: Estado laico e liberdade religiosa

Em 12 de novembro último, o Ministério Público Federal ajuizou ação objetivando à retirada da expressão religiosa “Deus seja louvado” das cédulas do real. O argumento é a ofensa ao princípio do Estado laico, além da exclusão de minorias, ao promover uma religião em detrimento de outras. Outros instigantes debates a respeito do alcance da laicidade estatal e da liberdade religiosa têm chegado à Justiça, como o questionamento acerca do uso de símbolos religiosos (como crucifixos) em espaços públicos; de leis que autorizam excepcionalmente o sacrifício de animais em religiões de matriz africana; da realização de exames (como o Enem) em datas alternativas ao Shabat (dia sagrado para o judaísmo); da natureza do ensino religioso em escolas da rede pública, entre outros.

Ainda que a Constituição, em seu preâmbulo, faça expressa alusão a Deus (a Carta é promulgada “sob a proteção de Deus”), o mesmo texto constitucional veda à União, aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios “estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança (...)” (artigo 19, I da Constituição). É daí que se extrai o princípio do Estado laico: a necessária e desejável separação entre Estado e religião no marco do estado democrático de direito.

De um lado, o princípio do Estado laico proíbe a fusão entre Estado e religião (como ocorrem nas teocracias), de modo a proteger a liberdade religiosa. Por outro, requer a atuação positiva do Estado no sentido de assegurar uma arena livre, pluralista e democrática em que toda e qualquer religião mereça igual consideração e respeito. A laicidade estatal demanda tanto a liberdade religiosa, como a igualdade no tratamento conferido pelo Estado às mais diversas religiões.

Isto porque confundir Estado com religião implica a adoção oficial de dogmas incontestáveis, que, ao impor uma moral única, inviabiliza qualquer projeto de sociedade aberta, pluralista e democrática. A ordem jurídica em um estado democrático de direito não pode se converter na voz exclusiva da moral de qualquer religião. Os grupos religiosos têm o direito de constituir suas identidades em torno de seus princípios e valores, pois são parte de uma sociedade democrática. Mas não têm o direito a pretender hegemonizar a cultura de um Estado constitucionalmente laico.

[...] O Brasil é considerado o maior país católico do mundo em números absolutos. Em 2000, os católicos representavam 74% da população (IBGE, Censo 2000). Em 2009, o universo de católicos correspondia a 68,5% da população brasileira (FGV, Novo Mapa das Religiões, 2011).

Neste contexto, iniciativas como a do Ministério Público Federal constituem uma importante estratégia para consolidar o princípio do Estado laico, endossando o dever do Estado de garantir condições de igual liberdade religiosa. Inspirado pela razão pública e secular, o estado democrático de direito não pode ser refém de dogmas religiosos do sagrado, mas deve garantir a diversidade de doutrinas religiosas, filosóficas e morais como condição da própria cultura pública democrática.

Flávia Piovesan [professora da PUC/SP e procuradora do estado] - fragmento Publicado em 29/11/12 - disponível em: http:// oglobo.globo.com/opiniao/estado-laico-liberdade-religiosa


“... atuação positiva do Estado no sentido de assegurar uma arena livre, pluralista e democrática em que toda e qualquer religião mereça igual consideração e respeito." (3º parágrafo).

Nesse segmento, é empregada linguagem figurada, como também na seguinte frase:

006 Matéria: Gerência de Projetos Órgão: MI Ano: 2013

Tendo em vista que o gerenciamento de projetos deixou de ser diferencial competitivo e passou a ser considerado lugar-comum no universo administrativo, julgue os itens subsecutivos, acerca de elaboração, análise, avaliação e gestão de projetos.


A estrutura analítica do projeto — cuja criação, por constituir tarefa essencial, deve ser desenvolvida pela equipe de projeto — é a base do projeto, da qual se podem estimar os custos, o tempo e os riscos de cada pacote de trabalho, e não somente do projeto como um todo.

007 Matéria: Fonologia Órgão: ANS Ano: 2013

Imagem 001.jpg

Em relação às informações e estruturas linguísticas do texto
acima, julgue os itens que se seguem.Os acentos gráficos empregados em “Agência” e em “Saúde” têm a mesma justificativa.

008 Matéria: Raciocínio Lógico Órgão: AGU Ano: 2014

Dados os conjuntos A = { a,b,c,d,e,f } e B = { b,d,g,h,i }, assinale a alternativa INCORRETA

009 Matéria: Lei nº 8.112-1990 - Regime jurídico dos servidores públicos federais Órgão: UFRN Ano: 2015

De acordo com as normas da Lei nº 8.112/90, o tempo de serviço público prestado aos Estados, Municípios e Distrito Federal contar -se-á

010 Matéria: Morfologia - Pronomes Órgão: INMET Ano: 2006

Assinale a alternativa incorreta quanto à colocação pronominal.

Siga nossas redes sociais