Questões filtradas por: cargo de analista previdenciário - contabilidade

Quer testar seus conhecimentos de maneira rápida, fácil e eficiente? Responda aqui milhares de questões grátis de concursos anteriores. Você pode filtrar as questões por cargo, órgão, matéria e banca de acordo com o seu objetivo. Prepare-se para os concursos públicos.
001 Matéria: Auditoria Órgão: INSS Ano: 2005

A Empresa Mar Adriático S/A, após a realização da auditoria externa, publicou, em conjunto com as demonstrações contábeis, o parecer da empresa de auditoria transcrito abaixo.

Examinamos o Balanço Patrimonial da Companhia de Navegação Mar Adriático S/A levantado em 31 de dezembro de 2002 e as respectivas Demonstrações de Resultado, das Mutações do Patrimônio Líquido e das Origens e Aplicações de Recursos correspondentes ao exercício findo naquela data. Nosso exame foi efetuado de acordo com os padrões de auditoria geralmente aceitos e, conseqüentemente, incluiu as provas nos registros contábeis e outros procedimentos de auditoria que julgamos necessários nas circunstâncias.
Conforme descrito na Nota 2, a Companhia, atendendo à legislação específica, no que se refere à variação cambial especial ocorrida ao final de 2002, optou por apropriar parte das perdas de câmbio do exercício, ao custo do Ativo Imobilizado, com as conseqüências detalhadas na Nota 2. Em nossa opinião, exceto quanto ao mencionado no parágrafo precedente, as demonstrações financeiras referidas no parágrafo 1, acima, representam adequadamente a posição patrimonial e financeira da Companhia de Navegação Mar Adriático S/A em 31 de dezembro de 2002 e o resultado de suas operações, as mutações do seu patrimônio líquido e as origens e aplicações de seus recursos correspondentes ao exercício findo naquela data, de acordo com princípios de contabilidade geralmente aceitos, aplicados de maneira consistente em relação ao exercício anterior.


O presente parecer pode ser classificado como:

002 Matéria: Administração Financeira e Orçamentária Órgão: INSS Ano: 2005

São definidas como extra-orçamentárias as receitas que não podem ser previstas no orçamento ou que têm caráter transitório e que correspondem a fatos de natureza estritamente financeira, decorrentes da própria gestão das entidades. Nesse caso, o Estado é simples depositário de valores que serão restituídos na época oportuna aos interessados, inclusive por decisão administrativa ou sentença judicial. Considerando o texto acima, observe os seguintes elementos:

I. Valores em poder de agentes financeiros e outras entidades.
II. Inscrições de créditos indisponíveis.
III. Salários de servidores não reclamados.
IV. Consignações e outras retenções não pagas ou recolhidas no período.
V. Valores recebidos da alienação de bens imóveis.
VI. Salários de servidores inativos de autarquias.
VII. Valores recebidos de bens de ausentes.
VIII. Inscrições de dívida passiva.
IX. Indenizações trabalhistas.
X. Valores registrados em depósitos de diversas origens.
XI. Inscrições de restos a pagar e do serviço da dívida a pagar.
XII. Ressarcimento de despesas de pessoal requisitado.

Constituem receitas extra-orçamentárias os itens:

003 Matéria: Contabilidade Pública Órgão: INSS Ano: 2005

A despesa orçamentária compreende o conjunto dos créditos ou autorizações consignadas na Lei de Orçamento e se realiza por meio da denominada administração de créditos, percorrendo os estágios:

004 Matéria: Contabilidade Pública Órgão: INSS Ano: 2005

O Município Serra Dourada apresentou a seguinte demonstração das variações patrimoniais no exercício de 2003, em reais:


Com base nos dados acima, pode-se afirmar que o resultado econômico do Município, em reais, foi de:

005 Matéria: Contabilidade Geral Órgão: INSS Ano: 2005

As informações abaixo foram colhidas na Cia. Alvorada.

⋅ Ocorreu um erro contábil no exercício de 2002, somente identificado após a publicação das Demonstrações Contábeis, e que aumentaria o resultado daquele exercício em R$ 56.000,00.
⋅ Em novembro de 2003 houve um aumento de capital de R$ 1.000.000,00, com a seguinte origem: Transferência de Reserva de Capital, R$ 500.000,00; Lucros Acumulados, R$ 200.000,00; e Aporte de Recursos por parte dos sócios, R$ 300.000,00.
⋅ Em dezembro, por não ter ocorrido o fato que a originou, foi realizada a reversão das Reservas para Contingências no valor de R$ 50.000,00.
⋅ O Lucro Líquido do exercício montou a R$ 487.500,00.
⋅ O número de ações da empresa em 2003 era de 780.000.

A Diretoria apresentou a seguinte proposta para distribuição do Lucro Líquido:

⋅ Reserva Legal 5%
⋅ Reserva Estatutária 10%
⋅ Reserva para Contingência R$ 100.000,00
⋅ Dividendos R$ 0,25 por ação

Considere, a seguir, as características da Demonstração de Mutações do Patrimônio Líquido.



Tendo em vista todas as informações apresentadas, o valor que será retirado do grupo do Patrimônio Líquido, em reais, é:

006 Matéria: Contabilidade Pública Órgão: INSS Ano: 2005

A Contabilidade Pública tem como campo de investigação:

007 Matéria: Contabilidade Pública Órgão: INSS Ano: 2005

A Lei Complementar no 101/2000, conhecida como Lei de Responsabilidade Fiscal, tem como um dos seus fundamentos a rigidez na previsão das receitas dos entes públicos. Sobre o assunto, o artigo 12 da mesma lei reza o seguinte:

Art. 12. As previsões de receita observarão as normas técnicas e legais, considerarão os efeitos das alterações na legislação, da variação do índice de preços, do crescimento econômico ou de qualquer outro fator relevante e serão acompanhadas de demonstrativo de sua evolução nos últimos três anos, da projeção para os dois seguintes àquele a que se referirem, e da metodologia de cálculo e premissas utilizadas.

Dessa forma, considerando-se a importância que a Lei atribui à previsão de receitas, poderá ser admitida uma alteração nesta previsão?

008 Matéria: Contabilidade Geral Órgão: INSS Ano: 2005

Observe o lançamento abaixo, em reais.



Este lançamento representa uma operação de:

009 Matéria: Auditoria Órgão: INSS Ano: 2005

O auditor externo verificou que o controle da empresa sobre as contas a receber é muito bom, existindo muitas duplicatas a receber com valores pequenos, o que reduz o risco de inadimplência da empresa. Nesse caso, o procedimento de auditoria adotado pelo auditor deverá ser:

010 Matéria: Contabilidade Geral Órgão: INSS Ano: 2005

Pode-se conceituar “Custo de Oportunidade” como o(a):

Siga nossas redes sociais