Questões filtradas por: cargo de técnico judiciário - Área judiciária

Quer testar seus conhecimentos de maneira rápida, fácil e eficiente? Responda aqui milhares de questões grátis de concursos anteriores. Você pode filtrar as questões por cargo, órgão, matéria e banca de acordo com o seu objetivo. Prepare-se para os concursos públicos.
001 Matéria: Licitações e Lei 8.666 de 1993. Órgão: TJ-SE Ano: 2014

Julgue os itens subsecutivos, no que diz respeito à licitação administrativa.

Por se tratar de contratação de natureza comum, órgãos públicos podem utilizar a licitação na modalidade pregão para a contratação de obra de engenharia.

002 Matéria: Presidente da República, Vice-Presidente da República e Ministros de Estado. Órgão: TJ-AP Ano: 2009

Compete privativamente ao Presidente da República

003 Matéria: Ação penal Órgão: TJ-AP Ano: 2009

No que se refere ao direito de representação previsto no Código de Processo Penal, considere o seguinte:

I. É exercido pelo ofendido ou seu representante legal, constituindo condição de procedibilidade.

II. Depois de exercido, a representação é irretratável.

III. No caso de morte da vítima, ou quando declarada ausente por decisão judicial, passará ao seu cônjuge, ascendente, descendente ou irmão.

IV. Só pode ser exercido no prazo de 6 (seis) meses, contado da data em que o ofendido ou seu repre- sentante vier a saber quem foi o autor do crime.

Está correto o que se afirma SOMENTE em:

004 Matéria: Direito Penal Órgão: TJ-AC Ano: 2012

No tocante à culpabilidade, à ilicitude e às suas respectivas excludentes, julgue os itens que se seguem.

Considere que João, penalmente capaz, tenha-se embriagado propositadamente para ganhar coragem para cometer determinado crime e que, praticada a conduta delituosa, tenha alegado incapacidade de entender a ilicitude de seu comportamento em razão da completa embriaguez no momento do crime, o que o tornaria, portanto, inimputável. Nessa situação, João deverá responder pelo crime em sua forma dolosa, mas com redução da pena.

005 Matéria: Matemática Órgão: TJ-RS Ano: 2012

Os desenhistas do Tribunal de Justiça estão projetando um jardim com quadrados de 2 m de lado contendo canteiros triangulares com área destinada ao plantio de flores da estação e áreas com pedras d´água. A figura abaixo representa um desses quadrados, onde M e N são os pontos médios dos lados AB e BC, respectivamente.Imagem 016.jpg

Se as flores forem plantadas no triângulo DMN, elas ocuparão uma área de

006 Matéria: Análise Combinatória Órgão: TJ-RS Ano: 2012

Os 20 candidatos aprovados em um concurso do Tribunal de Justiça serão colocados em 10 gabinetes de desembargadores. Se cada gabinete receber pelo menos um dos candidatos aprovados e cada um deles só puder ser lotado em um único gabinete, pode-se afirmar que

007 Matéria: Coesão e coerência Órgão: TJ-SE Ano: 2014

imagem-005.jpg

Considerando as ideias e estruturas linguísticas do texto acima, julgue.

O trecho “Teria sido alvo de tímidos protestos não fosse a reação irreverente do jogador brasileiro” (l.29 e 30) poderia ser reescrito, sem prejuízo da coerência do texto, da seguinte forma: O racismo teria sido alvo de grandes protestos, se não fosse a reação irreverente do jogador brasileiro.

008 Matéria: Peculato Órgão: TJ-SE Ano: 2014

Em relação às causas extintivas da punibilidade e aos crimes contra a administração pública, julgue os itens que se seguem.

Servidor público que utilizar papel, tinta e impressora pertencentes à repartição pública onde trabalha para imprimir arquivos particulares praticará o crime de peculato.

009 Matéria: Suspeição e impedimento Órgão: TJ-SE Ano: 2014

Julgue os próximos itens, acerca da prisão temporária e das disposições do CPP a respeito do juiz.

O CPP veda ao juiz o exercício de jurisdição no processo em que tiver funcionado como auxiliar da justiça seu cônjuge ou parente, consanguíneo ou afim, em linha reta ou colateral até o terceiro grau.

010 Matéria: Direito Processual Penal Órgão: TJ-SE Ano: 2014

Julgue os itens seguintes, conforme o entendimento dominante dos tribunais superiores acerca da Lei Maria da Penha, dos princípios do processo penal, do inquérito, da ação penal, das nulidades e da prisão.

Conforme entendimento do STJ, não se concede o direito de recorrer em liberdade ao réu que permanece preso durante a instrução do processo, uma vez que a manutenção da prisão constitui um dos efeitos da respectiva condenação.

Siga nossas redes sociais