Concurso Banco do Brasil (BB) 2020: Edital está pronto, mas só sai após pandemia passar

Novo concurso do BB foi anunciado pelo presidente Rubem Novaes no início do ano. Ainda assim, edital deve ficar para o último trimestre do ano tendo em vista o aumento de casos do novo coronavírus no país.

Por Adriano Maas
Abertura inscrições Em breve Total de vagas A divulgar
Encerra inscrições Em breve Salários até R$ 5.000,00

O lançamento do edital do novo concurso público no Banco do Brasil (concurso BB 2020) segue confirmado, mas só irá sair após passar a fase aguda da pandemia do novo coronavírus no país. O presidente do banco Rubem Novaes anunciou em janeiro deste ano que o banco vai promover uma nova seleção para o cargo de Escriturário, mas devido ao quadro de calamidade pública decretado em função do novo Coronavírus, a abertura só se dará após a melhora da situação no país, provavelmente no último trimestre do ano.

Fontes internas dão conta de que o novo concurso na área administrativa será de âmbito federal. Outra informação que circula é de que a banca organizadora da seleção já estaria sendo definida e o edital já finalizado. A assessoria do banco ainda não confirmou uma data para lançamento do documento de abertura e diz apenas que "o cronograma está sendo ainda elaborado pela Gepes - Gerência de Gestão de Pessoas", o que confirma que um novo concurso será mesmo aberto.

Concurso do BB exige apenas nível médio

O cargo de Escriturário exige formação em nível médio completo e tem salário inicial de R$ 2.718,73 (valor do último concurso) por regime de trabalho de 30 horas semanais, mais benefícios de auxílio alimentação/ refeição de R$ 1.314,00, possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros ou resultados, vale transporte, auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência e previdência privada.

Prepare-se: Apostila de estudo para Escriturário do Banco do Brasil

Rubem Novaes deu entrevista ao portal G1 durante evento promovido pelo Credit Suisse em São Paulo e citou:

"Nós estamos pensando na possibilidade de um concurso mais direcionado para essa área de tecnologia e inovações. Hoje a porta de entrada do BB é o concurso para escriturário".

Cogita-se que o banco faça o novo concurso para Escriturário e cobre dos candidatos um conhecimento avançado na área de tecnologia da informação, como aconteceu na seleção anterior que teve apenas 5 questões de conhecimentos bancários e 25 questões sobre conhecimentos em informática.

O BB já chegou a ter 110 mil funcionários. Hoje, o quadro de pessoal possui apenas 93 mil. Recentemente o Ministério da Economia divulgou uma portaria fixando o número de funcionários que o Banco poderá ter: 105 mil. Isso demonstra que o novo concurso deve sim sair do papel, visto que até 12 mil postos poderão ser preenchidos.

Banco do Brasil ter concurso público em 2020, diz presidente
Banco do Brasil terá concurso público em 2020, diz presidente

Concurso do Banco do Brasil deverá abranger todos os estados

Novaes disse ainda que os bancos públicos têm dificuldade de reter talentos e que eles enfrentarão mais obstáculos dos que os privados para competir com as fintechs.

Diferentemente de outros órgãos do poder executivo que precisam do aval do Ministério da Economia para promoção de concursos, o BB tem autonomia para gerenciar seu quadro próprio de pessoal praticando atos de gestão como abertura de concursos para reposição de empregados desligados ou que vierem a se desligar do quadro funcional, observado o limite estabelecido. O banco busca novos talentos tendo em vista a reestruturação do órgão num mercado cada vez mais digital.

No decorrer de 2019 o BB promoveu um programa de desligamento incentivado, visando oxigenar seu quadro. Há regiões que estão sem concurso vigente há mais de 5 anos, casos de AM, ES, MG, RJ, RS e SC. "Foram demissões nas áreas em que havia um excesso de pessoal. E tivemos um êxito muito bom", disse Novaes. Ele explicou que a diminuição na quantidade de concursos realizados pelo bancos promove um ajustamento natural no quadro de funcionários da empresa conforme novos funcionários vão se aposentando. No momento, o banco possui apenas uma seleção válida (até 03 de julho de 2020) para chamamento de aprovados apenas nas cidades de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), o que deve acelerar o lançamento de um novo edital para convocações nas demais regiões.

Escriturário

Para participar do próximo concurso, o candidato deve ter nível médio completo e no último edital divulgado (2018) o cargo tinha salário de R$ 2.718,73 por regime de trabalho de 30 horas semanais, mais benefícios de auxílio alimentação/ refeição de R$ 1.314,00, possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional, participação nos lucros ou resultados, vale transporte, auxílio-creche; auxílio a filho com deficiência e previdência privada. Um Escriturário recebe atualmente, contando os benefícios por volta de R$ 5 mil. A PLR varia conforme o resultado do banco, mas fica por volta de R$ 10 mil no ano - é paga duas vezes, uma a cada 6 meses.

O Escriturário atua hoje na comercialização de produtos e serviços do banco, atendimento ao público, atuação no caixa, contatos com clientes, prestação de informações, redação de correspondências, conferência de relatórios e documentos, controles estatísticos, atualização de dados em sistemas e execução de outras tarefas compatíveis com as peculiaridades do Banco.

Último edital do BB saiu em 2018

O último concurso promovido pelo Banco do Brasil ocorreu há 2 anos (veja o edital) e teve mais de 127 mil inscritos. A seleção abriu somente 30 vagas imediatas e formação de cadastro reserva na carreira de Escriturário para lotação nas cidades de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). A Fundação Cesgranrio foi quem coordenou a seleção.

As provas objetivas foram aplicadas nas cidades de Belém-PA, Belo Horizonte-MG, Brasília-DF, Campinas-SP, Curitiba-PR, Fortaleza-CE, Porto Alegre-RS, Recife-PE, Rio de Janeiro-RJ e São Paulo-SP, e tiveram 70 questões de múltipla escolha - 20 de conhecimentos básicos e 50 de conhecimentos específicos; além de uma redação.

Como é a prova de Escriturário do BB

Caso a metodologia do novo concurso seja igual a do último, a prova objetiva de Conhecimentos Básicos, com valor total de 25 pontos, incluirá as seguintes disciplinas:

  • a) Língua Portuguesa: 5 questões com valor de 1,0 ponto cada, subtotalizando 5,0 pontos;
  • b) Língua Inglesa: 5 questões com valor de 1,0 ponto cada, subtotalizando 5,0 pontos;
  • c) Matemática: 5 questões com valor de 2,0 pontos cada, subtotalizando 10,0 pontos;
  • d) Atualidades do Mercado Financeiro: 5 questões com valor de 1,0 ponto cada, subtotalizando 5,0 pontos.

Já na parte de Conhecimentos Específicos, com valor total de 75 pontos, deverão ser cobradas as disciplinas de:

  • a) Probabilidade e Estatística: 20 questões com valor de 1,5 ponto cada, subtotalizando 30,0 pontos;
  • b) Conhecimentos Bancários: 5 questões com valor de 1,5 ponto cada, subtotalizando 7,5 pontos;
  • c) Conhecimentos de Informática: 25 questões com valor de 1,5 ponto cada, subtotalizando 37,5 pontos.

- Veja mais sobre os conteúdos no último edital

Já na etapa discursiva - redação é cobrado um texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo que avalia os seguintes termos:

  • a) adequação ao tema proposto;
  • b) adequação ao tipo de texto solicitado;
  • c) emprego apropriado de mecanismos de coesão (referenciação, sequenciação e demarcação das partes do texto);
  • d) capacidade de selecionar, organizar e relacionar de forma coerente argumentos pertinentes ao tema proposto;
  • e) pleno domínio da modalidade escrita da norma-padrão (adequação vocabular, ortografia, morfologia, sintaxe de concordância, de regência e de colocação).

No último concurso a redação deveria ter de 25 a 30 linhas. Candidatos que não respeitaram esse limite foram excluídos da seleção.

Os aprovados nos concursos do banco são convocados para contratação conforme as necessidades do Banco do Brasil, respeitando a classificação obtida e o prazo de validade que normalmente é de 1 ano, podendo ser prorrogada.

Privatização

Neste ano, o BB e a Petrobras anunciaram que os empregados que tiverem os pedidos de aposentadoria concedidos pelas novas regras da Previdência, serão demitidos. Sobre a privatização do banco, Novaes se disse favorável: "Eu acho que com o tempo a classe política, de uma maneira geral, vai se convencer de que o papel do BNDES e da Caixa já suprem a necessidade de um banco público e que o Banco do Brasil poderia estar liberado para uma privatização", citou, emendando que isso não está em discussão com o governo.

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Processo Seletivo Departamento de Engenharia e Construção do Exército 2020Nível: Médio, Técnico, Superior12/08/202019R$ 10.887,56
Concurso IME Exército 2020: Saem editais para EngenheirosNível: Médio18/08/202098R$ 8.245,00
Concurso Aeronáutica 2020: Sai edital com 289 vagas para SargentosNível: Médio26/08/2020289R$ 3.825,00
Concurso IME 2020: Sai edital para Engenheiros formadosNível: Superior01/09/20206R$ 8.245,00
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais