16/04/2021
30/04/2021
R$ 8.300,00
110

Anexos

Saíram os dois editais previstos pela Diretora de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas da Advocacia-Geral da União (AGU) para contratações de temporários em 2021. O órgão divulgou no Diário Oficial da União da edição de 16 de abril as normas dos processos seletivos simplificados que buscam preencher 110 vagas em cargos de nível médio superior para atender necessidade temporária nas Procuradorias Regionais da União de Brasília-DF, Rio de Janeiro-RJ, São Paulo-SP, Porto Alegre-RS e Recife-PE.

As contratações se darão por um prazo máximo de um ano, admitida a prorrogação, desde que o prazo total não exceda a dois anos.

Vagas na Advocacia-Geral da União

Cargos do Edital 06/2021

  • Atividades Técnicas de Formação Específica/ Profissional de Apoio (50 vagas) - Exige ensino médio e experiência profissional de um ano em triagem e tratamento de processos judiciais. O salário oferecido é de R$ 1.700,00 por 40 horas na semana;
  • Atividades Técnicas de Suporte/ Profissional de Apoio (50 vagas): Exige ensino superior completo e experiência profissional de um ano na análise de processos judiciais. O salário é de R$ 3.800,00 (40 horas);

Cargos do Edital 07/2021

  • Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial/ Gerente (5 vagas): Exige graduação em Administração, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública ou qualquer área correlata e experiência profissional mínima de três anos na área de formação. A remuneração é de R$ 8.300,00 por jornada de 40 horas por semana;
  • Atividades Técnicas de Tecnologia da Informação/ Técnico (5 vagas): Exige graduação em Análise de Sistemas, Tecnologia da Informação, Ciência da Computação ou qualquer área correlata: Salário é de R$ 8.300,00 (40 horas).

Do total de vagas abertas, 10% serão destinadas para as pessoas com deficiência e 20% ficam para os candidatos negros.

Inscrições na AGU

As inscrições na seleção estarão abertas a partir da 10h do dia 16 de abril até as 23h59min do dia 30 de abril de 2021, horário de Brasília/DF, pela internet, por meio do endereço eletrônico www.gov.br/agu/pt-br/concursos. No ato da inscrição, o candidato deverá escolher uma das vagas, bem como a localidade de lotação.

A seleção dos candidatos será feita apenas por meio de avaliação de títulos e contagem de tempo de experiência profissional, e terá caráter classificatório com a seguinte pontuação:

Para o cargo de Atividades Técnicas de Formação Específica (profissional de apoio):

  • Doutorado Completo: 2,0 pontos;
  • Mestrado Completo: 1,5 ponto;
  • Especialização Lato Sensu: até 2,00 pontos;
  • Experiência prévia além do mínimo de um ano relacionada a triagem e tratamento de processos judiciais: até 8,00 pontos;

Para o cargo de Atividades Técnicas de Suporte (profissional de apoio):

  • Doutorado Completo: 2,0 pontos;
  • Mestrado Completo: 1,5 ponto;
  • Especialização Lato Sensu: até 2,00 pontos;
  • Graduação: 1,00 ponto;
  • Experiência prévia além do mínimo de um ano relacionada a análise de processos judiciais: até 8,00 pontos;

Para os cargos de Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial (Gerente) e Atividades Técnicas de Tecnologia da Informação (técnico):

  • Doutorado Completo: 2,0 pontos;
  • Mestrado Completo: 1,5 ponto;
  • Especialização Lato Sensu: até 2,00 pontos;
  • Graduação: 1,00 ponto;
  • Experiência prévia além do mínimo de três anos relacionada a análise de processos judiciais: até 8,00 pontos;

O resultado final será publicado no endereço eletrônico www.gov.br/agu/ptbr/concursos.

Veja as Atribuições dos cargos

  1. Atividades Técnicas de Formação Específica (profissional de apoio): Triagem e tratamento de processos judiciais e informações contidas em sistemas de consultas em bases de dados governamentais.
  2. Atividades Técnicas de Suporte (profissional de apoio): Análise de processos judiciais e elaboração de minutas de documentos;
  3. Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial (Gerente): Organização de processos de trabalho e gestão de equipes de atuação;
  4. Atividades Técnicas de Tecnologia da Informação (Técnico): Organizar, desenvolver e atualizar ferramentas para automação do trabalho relacionado às atividades que envolvem o auxílio emergencial (análise dos processos judiciais e informações em outros sistemas).

O prazo de validade deste processo seletivo simplificado é de um ano, contado a partir da data de assinatura do primeiro contrato, prorrogável uma única vez por igual período. Veja os editais:

Anexos