25/01/2021
12/02/2021
28/03/2021
R$ 9.899,88
1.500
30/03/2021

Anexos

Uma ótima notícia para quem aguardava o novo concurso público da Polícia Rodoviária Federal (concurso PRF). Começam nesta segunda-feira, 25 de janeiro, as inscrições da nova seleção que tem 1.500 vagas no cargo de Policial Rodoviário Federal. O documento de abertura no concurso foi publicado na edição do Diário Oficial da União de terça, 19 de janeiro.

Para concorrer ao cargo o candidato interessado deve ter formação de ensino superior em qualquer área de formação. Cursos de tecnólogo serão também aceitos, desde que tenham a chancela do MEC como sendo de nível superior. O salário inicial da carreira é bem atrativo, R$ 9.899,88, mais o auxílio alimentação de R$ 458 e auxílio saúde de R$ 321,00.

As inscrições na seleção começam às 10h desta terça (25) e vão até 12 de fevereiro - veja o edital PRF 2021.

A novidade do novo concurso será a cobrança de língua estrangeira nas provas objetivas. Falando em provas, a primeira etapa de avaliação do concurso (provas objetiva e discursiva) ocorrerá pouco mais de 2 meses após a divulgação do edital, já em 28 de março. As provas ocorrerão em todas as capitais do país. Os aprovados e convocados devem ingressar no curso de formação da PRF já em agosto deste ano e a validade do concurso será de 2 anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

O concurso é aguardado desde o início do ano passado, após o Presidente Jair Bolsonaro confirmar que uma nova seleção ocorreria no órgão. A responsabilidade da realização do novo concurso é do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a quem cabe editar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outros atos administrativos. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos - Cebraspe será a banca responsável pelas provas.

- Quer estudar por apostila? Veja uma específica para a PRF

- Buscando um curso preparatório? veja aqui

Inscrição PRF 2021

As inscrições no grande concurso começam no dia 25 de janeiro e vão até o dia 12 de fevereiro de 2021, apenas por meio do site do Cebraspe - https://www.cebraspe.org.br/concursos/PRF_21. O valor da taxa de inscrição é de R$ 180,00.

O edital informa ainda que poderá pedir isenção da taxa quem é inscrito no CadÚnico do Governo Federal e também os doadores de medula óssea.

O concurso será nacional, ou seja, o aprovado poderá ser lotado em qualquer estado brasileiro e deverá permanecer pelo prazo de 3 anos na lotação de origem antes de pedir transferência, exceto por conveniência da PRF.

Além das 1.500 vagas já confirmadas e previstas para preenchimento ainda em 2021, o concurso deve chamar mais 500 aprovados excedentes em 2022, totalizando assim 2.000 novos policiais em atividade até o fim do ano que vem.

Provas da PRF

Segundo a Diretora de Gestão de Pessoas da PRF, Sílvia Regina Borges, a nova seleção terá duas etapas: provas avaliativas (objetiva e discursiva, exame médico, exame psicológico, Teste de aptidão física - TAF, investigação social e prova de títulos) na primeira etapa; e o curso de formação na segunda.

A prova objetiva terá 120 questões do tipo Certo e Errado em 3 blocos, sendo:

  • Bloco I - 55 questões sobre disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Matemático, Informática, Física, Ética e Cidadania, Geopolítica e a novidade da seleção; a inclusão de língua estrangeira (inglês ou espanhol) e a exclusão da matéria História da PRF, aplicada no último concurso.
  • Bloco II - 30 questões sobre Legislação de Trânsito;
  • Bloco III - 35 questões sobre Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal, Direitos Humanos, Legislação Especial e Direito Processual Penal.

A prova objetiva valerá 120 pontos e a prova discursiva vale 20 pontos. Já a prova de títulos, que no último concurso valia 5 pontos, valerá agora 10 pontos, segundo o edital.

Prepare-se: Curso preparatório para concurso da PRF / Apostila específica para a PRF

O Diretor-Geral da PRF, Eduardo Ággio de Sá, frisou que o concurso será de âmbito nacional, o que torna mais justa a classificação final e facilita remoções e transferências de servidores entre postos.

Cronograma do concurso PRF 2021

  • Inscrições: 25/01/2021 a 12/02/2021;
  • Aplicação das Provas escritas (objetivas e discursivas): 28/03/2021;
  • Gabaritos: 30/03/21;
  • Resultados das provas objetivas: 16/04
  • Teste de Aptidão Física (TAF): 08 e 09/05/2021;
  • Avaliação Psicológica: 16/05/2021;
  • Prova de Títulos: 09 e 10/06/2021;
  • Avaliação Biopsicossocial: 19/06/2021;
  • Envio dos exames laboratoriais: 09 a 20/06/2021;
  • Procedimento de heteroidentificação: 12 e 13/06/2021;
  • Matrícula no Curso de Formação Policial (CFP): 03 e 04/08/2021;
  • Formatura no Curso de formação: 17/12/2021.

Prepare-se: Curso preparatório para concurso da PRF

TAF

O exame de aptidão física terá 5 exercícios para avaliação dos candidatos aprovados nas provas objetiva e discursiva. Ele visa aferir a aptidão do candidato para desempenhar as atividades típicas do cargo. Veja quais são eles:

  • Teste de flexão em barra fixa - Será exigido o mínimo de 3 flexões completas em pronação para o sexo masculino e tempo de suspensão na barra de 10 segundos para mulheres;
  • Teste de shuttle run (ir e vir) - O mínimo necessário para aprovação neste exercício é percorrer uma distância de 9,14m entre duas linhas no mínimo 2 vezes em até 14 segundos para homens e em até 16 segundos para mulheres;
  • Teste de impulsão horizontal - O teste de impulsão será feito numa superfície rígida e plana e a queda será em caixa de areia, para amortecimento do salto. É necessário para aprovação alcançar 2m para candidatos do sexo masculino e 1,60m para o sexo feminino. Serão duas tentativas para atingir esse índice.
  • Teste de flexão abdominal - O candidato realizará o máximo de repetições na posição de decúbito dorsal com braços cruzados sobre o peito e mãos tocando o ombro, com joelho a 45 graus no tempo de um minuto. É necessário atingir 35 repetições para candidatos do sexo masculino e 28 para o sexo feminino para ser aprovado.
  • Teste de corrida de 12 minutos - O candidato deverá percorrer a maior distância possível em pista no tempo de 12 minutos. Para não ser reprovado, é necessário somar 2.301m para candidatos do sexo masculino e 2.001 para mulheres.

O teste será eliminatório e o candidato deverá atingir o desempenho mínimo de 2 pontos em cada avaliação e média aritmética de 3 pontos no conjunto das avaliações (5 testes). Os índices podem ser conferidos na página 45 do edital.

Policial Rodoviário recebe R$ 10 mil

Para quem tem interesse no cargo, a carreira de Policial Rodoviário Federal chama atenção pelo ótimo salário. Exigindo formação de ensino superior em qualquer área de formação, o inicial é de R$ 9.899,88.

Ainda assim, o plano de remuneração da carreira prevê salário em fim de carreira de R$ 16.552,34. Veja:

Salário do Policial Rodoviário Federal - Fonte: Portal da Transparência
Salário do Policial Rodoviário Federal - Fonte: Portal da Transparência

Segundo a PRF, o órgão tem hoje entre 10.500 e 10.600 policiais, enquanto a previsão em lei é de um efetivo de 13.098 policiais. Assim, o que foi solicitado ao presidente da república e ao Ministro da Justiça é que até o final do governo - ou seja, em 2022 - a PRF tenha a capacidade da composição do efetivo total, provendo todos os 13 mil cargos - seriam 2,5 mil novos empossados.

PRF teve concurso há 2 anos

O último concurso da PRF teve as inscrições abertas em dezembro de 2018, com aplicação da prova objetiva em fevereiro de 2019. Foram disponibilizas na época 500 vagas no cargo de Policial Rodoviário Federal e a lotação se deu em 17 estados, sendo: 17 para o Acre, 28 para o Amapá, 23 vagas no Amazonas, 17 vagas para lotação no estado da Bahia, 27 vagas para Goiás, 18 vagas no Maranhão, 9 vagas em Minas Gerais, 35 vagas para Mato Grosso do Sul, 57 vagas para Mato Grosso, 81 no Pará, 22 no Piauí, 10 para o Rio de Janeiro, 23 para o Rio Grande do Sul, 74 em Rondônia, 15 em Roraima, 19 para São Paulo e 25 vagas para o estado do Tocantins. A distribuição de oferta de vagas por estado deverá se repetir no novo concurso, mas agora com mais oportunidades.

Na última seleção, mesmo com a oferta de 500 vagas inicialmente, o Presidente Jair Bolsonaro autorizou a convocação de aprovados excentes e preencheu mais 1.000 vagas daquela seleção.

Anexos