01/06/2021
15/06/2021
14/08/2021
R$ 7.490,00
263
16/08/2021

Anexos

A Marinha Mercante lançou por meio do Diário Oficial da União de 19 de maio, um edital com abertura do novo processo seletivo para admissão de 263 candidatos às Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM).

São 144 vagas para o Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) do Rio de Janeiro-RJ, e 119 vagas para o Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA), em Belém-PA.

Podem participar da seleção candidatos homens e mulheres que tenham ensino médio completo. Os interessados devem ter ainda idade entre 17 anos completos e 23 anos incompletos no dia 1º de janeiro de 2022, altura mínima de 1,54m e a máxima de 2,00m, além de não ter filhos ou dependentes e não ser casado ou haver constituído união estável, entre outros requisitos.

Ao terminar o curso, o aluno será declarado Bacharel em Ciências Náuticas (curso de nível superior), e passará a integrar o Quadro de Oficiais no posto de 2º Tenente, que tem remuneração de R$ 7.490,00, segundo a tabela de remuneração dos militares.

Inscrição EFOMM

As inscrições no concurso devem ser realizadas entre os dias 01 e 15 de junho de 2021, pela internet, no endereço eletrônico www.marinha.mil.br/ciaga. O valor da taxa de inscrição será de R$ 65,00.

A seleção dos candidatos será feita por meio das seguintes etapas:

  • Exame de conhecimentos - provas objetivas;
  • Seleção psicofísica;
  • Teste de suficiência física;
  • Período de adaptação e verificação de documentos.

Na primeira etapa do exame serão realizadas as provas de português, redação e inglês, e na segunda etapa as provas de matemática e física. As provas de português, redação e inglês serão aplicadas no dia 14 de agosto e as provas de matemática e física no dia 15 de agosto de 2021, nos locais que serão informados a partir do dia 06 de agosto, pelo site www.marinha.mil.br/ciaga.

Já os gabaritos preliminares das provas serão comunicados no dia 16 de agosto e a divulgação do gabarito definitivo ocorre a partir do dia 20 de setembro, juntamente com o resultado da primeira etapa.

Sobre a EFOMM

A Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante - EFOMM é uma Universidade do Mar, um centro de referência para a formação de Oficiais da Marinha Mercante altamente qualificados, não só do Brasil, mas também para jovens cujo país de origem não tenha uma Escola de Marinha Mercante, ou para jovens cujo país de origem possua intercâmbio de alunos, como Peru, Panamá, Equador, República Dominicana, etc.

Na EFOMM são formados Oficiais em duas opções de curso: o de Náutica e o de Máquinas. Tanto no curso de náutica quanto no de máquinas, os alunos estudam na Escola em regime de internato durante 3 anos. O curso terá dois períodos, sendo:

  • Um período acadêmico composto de seis semestres letivos, em regime de internato, com saídas (licenças) nos fins de semana, feriados e nas férias escolares;
  • Um período de estágio embarcado com duração mínima de doze meses de efetivo embarque e que deve ser completado em, no máximo, 24 meses. É realizado em embarcações mercantes, de apoio marítimo ("offshore") e/ou plataformas, quando os alunos, como Praticantes de Oficial de Máquinas ou de Náutica, terão a oportunidade de aplicar e praticar, com supervisão, os conhecimentos adquiridos durante o período acadêmico. Excepcionalmente, parte do estágio poderá ser realizada em embarcações militares.

Os profissionais da Marinha Mercante, oficiais e subalternos, distribuídos em diversas categorias, exercem suas atividades a bordo de embarcações mercantes, ocupando posições de extrema responsabilidade.

O Oficial de Máquinas é responsável pela operação, manutenção e gerenciamento das máquinas, motores e equipamentos que compõem os diversos sistemas do navio. Começa sua atividade marítima como Oficial de Quarto de Máquinas, depois Subchefe de Máquinas e, posteriormente, Chefe de Máquinas, sendo que, nessa última função, é o responsável pelo gerenciamento das instalações de máquinas, inclusive daquelas que movimentam os grandes navios mercantes pelos oceanos.

Já o Oficial de Náutica é responsável pela operação e gerenciamento dos equipamentos de convés, de navegação e de comunicações. Começa sua atividade marítima como Oficial de Quarto de Navegação, depois como Imediato e, após, como Comandante, sendo que, nessa última função, é o responsável maior pela condução de navios mercantes pelos mares do mundo.

Anexos