25/01/2021
12/02/2021
R$ 13.232,21
2

Anexos

Saiu o edital. A Prefeitura de Santa Maria, localizada na região central do estado do Rio Grande do Sul, abriu um novo concurso público para preencher duas vagas e formar cadastro de reserva no emprego de Médico do PSF.

O cargo exige diploma de conclusão de curso de Medicina, fornecido por instituição de ensino superior e registro no conselho regional de classe. O salário é de R$ 13.232,21 por regime de trabalho de 40 horas por semana. Veja o edital no quadro anexo.

As inscrições poderão ser realizadas a partir das 9h de 25 de janeiro até as 12h de 12 de fevereiro de 2021, pela internet, por meio do endereço eletrônico www.objetivas.com.br. A taxa de inscrição custa R$ 110,00.

O concurso constará de prova objetiva com 60 questões, sendo:

  • 18 de língua portuguesa;
  • 16 de conhecimentos de informática;
  • 26 de legislação e conhecimentos específicos.

A prova será constituída por questões objetivas, de múltipla escolha, com 05 alternativas, das quais somente 01 será a correta que serão realizadas em dia, hora e locais a serem ainda divulgados.

São atribuições dos Médicos:

  • Aliar a atuação clínica à prática da saúde coletiva;
  • Atender consultas clínicas e procedimentos na Unidade de Saúde da Família e, quando indicado ou necessário, no domicílio e/ou nos demais espaços comunitários ao qual é vinculado;
  • Efetuar exames médicos, fazer diagnósticos, prescrever e ministrar tratamento para diversas doenças, perturbações e lesões do organismo humano, assim como aplicar os métodos da medicina preventiva;
  • Efetuar atividades de demanda espontânea e programada em clínica médica, pediatria, gineco-obstetrícia, pequenas clínicas-cirurgicas, cirurgias ambulatoriais e demais procedimentos para fins diagnósticos;
  • Encaminhar, quando necessário, usuários a serviços de média e alta complexidade respeitando fluxos de referência e contra-referência locais, mantendo sua responsabilidade pelo acompanhamento do plano terapêutico do usuário proposto pela referência;
  • Indicar a necessidade de internação hospitalar ou domiciliar, mantendo a responsabilização pelo acompanhamento do usuário;
  • Fomentar a criação de grupos comunitários específicos como hipertensos, diabéticos, gestantes, etc.;
  • Contribuir e participar das atividades de Educação Permanente dos ACS, técnicos de enfermagem e demais componentes da equipe;
  • Participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da Unidade Saúde da Família;
  • Acompanhar a execução dos Protocolos Clínicos ou Normativas Técnicas do MS, devendo modificar a rotina médica, desde que existam indicações clínicas e evidências científicas para tanto;
  • Verificar e atestar óbito de usuário acompanhado pela equipe quando do óbito em domicílio;
  • Emitir laudos, pareceres e atestados sobre assuntos de sua competência aos usuários de sua área adscrita;
  • Prescrever exames laboratoriais e complementares, assim como interpretar seus resultados, entre outras.

O concurso público terá validade por dois anos a partir da data de homologação final, prorrogável por mais dois anos, a critério do Município.

Anexos