Foi autorizado pelo Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia a contratação por tempo determinado de 6.500 profissionais para atender à necessidade temporária do IBGE. A Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vai contratar os novos servidores a partir de janeiro de 2021 para operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do IBGE.

A seleção dos candidatos será feita por processo seletivo simplificado e o edital de abertura das inscrições sairá até março do ano que vem, prazo máximo. A duração dos contratos deverá ser de até 1 ano, podendo ser prorrogada por tempo a ser determinado.

IBGE abrirá 6.500 vagas

Serão 6.500 vagas, distribuídas entre os cargos de Agente de Pesquisas e Mapeamento, Supervisor de Coleta e Qualidade, Agente de Pesquisas por Telefone e Supervisor de Pesquisas. Os requisitos de cada cargo serão definidos e divulgados no edital de abertura da seleção. Veja os cargos:

Governo autoriza 6.500 vagas para contratações no IBGE - Fonte: Diário Oficial
Governo autoriza 6.500 vagas para contratações no IBGE - Fonte: Diário Oficial

O que faz cada cargo no IBGE

Agente de Pesquisas e Mapeamento: visitação a domicílios e estabelecimentos de qualquer natureza, como comerciais, industriais, agropecuários, de serviços e órgãos públicos, em locais selecionados de acordo com o tema a ser pesquisado para a coleta de dados visando à realização de pesquisas de natureza estatística; realizar e/ou agendar entrevistas.

Supervisor de Coleta e Qualidade: Receber Dados Coletados do Equipamento de Coleta (Cabo/Bluetooth) / (Rede/Wireless) / (Cartão); atualizar no SIPGC os Dados Coletados; relatório: Situação da Coleta; relatório: SIGC: Indicadores Gerenciais (Posto); Relatório: SIGC: Indicadores Gerenciais (Supervisor); Instalar Aplicativos: Coleta ou Supervisão no Equipamento de Coleta; Carregar Setor no Equipamento de Coleta (Cabo/Bluetooth) / (Rede/Wireless) / (Cartão).

Agente de Pesquisas por Telefone: coletar informações, via telefone, com segurança, presteza e atenção garantindo fidedignidade das informações; e realizar a coleta utilizando roteiros e scripts planejados, assistido por sistema computacional, visando a captar e dirimir dúvidas quanto aos dados fornecidos.

Supervisor de Pesquisas: auxiliar no planejamento e execução dos trabalhos de definição metodológica da pesquisa, inclusive o detalhamento de âmbito, a elaboração do questionário e manuais; realizar pesquisa piloto; ministrar treinamentos objetivando à capacitação dos Agentes de Pesquisas por Telefone; organizar a distribuição das tarefas dos Agentes de Pesquisas por Telefone, de acordo com as orientações da coordenação da pesquisa; estabelecer contato com informantes, quando necessário; acompanhar e relatar à coordenação da pesquisa o desempenho dos Agentes de Pesquisas por Telefone; entre outras.

Além dessas, existem outras atribuições específicas por área de conhecimento como dar suporte e assistência aos Agentes de Pesquisas por Telefone no que diz respeito ao conhecimento de conceitos relacionados à pesquisa e assistência aos Agentes de Pesquisas por Telefone.

Última seleção foi cancelada

O IBGE decidiu cancelar o processo seletivo aberto no país que tinha 208 mil vagas para Agentes e Recenseadores. A informação foi divulgada em março deste ano por meio da assessoria de imprensa do órgão, que julgou necessária a medida tendo em vista as orientações do Ministério da Saúde relacionadas ao quadro de emergência causado pelo Coronavírus no país. Assim, o IBGE vai adiar a realização do Censo para 2021.

Com inscrições até 24 de março, o IBGE havia divulgado no dia 5 de março, os dois editais - nº 02 e 03/2020 para realização do processo seletivo que iria preencher 208.695 vagas em todos as cidades do país nos cargos de Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Supervisor (ACS) e Recenseador para a realização do Censo Demográfico 2020.

A previsão inicial do IBGE era de contratos vigentes por até 5 meses para Agentes Censitários e até 3 meses para Recenseadores, podendo ainda haver prorrogação de acordo com a necessidade do trabalho.

O salário era de R$ 1.700,00 para Agente Censitário Supervisor e de R$ 2.100,00 para Agente Censitário Municipal. Ambos terão jornada de trabalho de 40 horas semanais, 8 horas diárias.