Concurso SAMU Porto Alegre-RS 2019: FHGV lança editais com 90 vagas

Fundação Hospitalar Getúlio Vargas-RS realiza cinco novos processos seletivos para preencher vagas na Central Estadual de Regulação do SAMU de Porto Alegre. As inscrições vão até o dia 11 de novembro.

Por Clécio

A Fundação Hospitalar Getúlio Vargas (FHGV), estado do Rio Grande do Sul, divulgou por meio do Instituto Brasileiro de Seleção Pública - IBRASP, cinco editais de processo seletivo simplificado para preencher, por tempo determinado, 90 vagas em cinco cargos de nível médio para a Central Estadual de Regulação da SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, Porto Alegre.

As vagas são para Operador de Radiocomunicação (17), Supervisor Técnico (4), Técnico Administrativo (3), Técnico Auxiliar de Regulação Médica (60) e Técnico de Monitoramento (6). Os salários variam entre R$ 1.587,55 e R$ 2.210,44, por jornadas de trabalho de 180 a 220 horas por mês.

O prazo do contrato temporário é determinado em até seis meses, podendo ser renovado por igual período por prazo máximo de um ano. Do total de vagas abertas, 20% serão destinadas aos candidatos negros e 10% ficam para aos candidatos com deficiência.

Inscrição

As inscrições já estão abertas e serão realizadas exclusivamente por meio eletrônico, pelo endereço www.ibrasp.org.br até o dia 11 de novembro de 2019. O valor da taxa de inscrição é de R$ 60,00.

Haverá ponto de atendimento localizado no Largo Visconde do Cairu, nº 12, sala 601, bairro Centro Histórico, em Porto Alegre/RS, no horário das 09h às 12h e das 13h30min às 17h30min em dias úteis de segunda a sexta-feira, para realizar inscrições.

Provas em dezembro

O processo seletivo terá prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório com 40 questões de língua portuguesa, legislação - SUS e conhecimentos específicos. As provas serão realizadas no dia 08 de dezembro nos locais divulgados no dia 29 de novembro pelo site do IBRASP.

Os gabaritos provisórios sairão no dia 09 de dezembro e os gabaritos definitivos em 18 de dezembro pelo site www.ibrasp.org.br.

Atribuições dos cargos

Operador de Radiocomunicação: Operar o Sistema de Radiocomunicação e Telefonia nas Centrais de Regulação; exercer o controle operacional da frota de veículos do Sistema de Atendimento Pré-Hospitalar Móvel; manter a equipe de regulação atualizada a respeito da situação operacional de cada veículo da frota; conhecer a malha viária e as principais vias de acesso de todo o território abrangido pelo Serviço de Atendimento Pré-Hospitalar Móvel. Demais atribuições descritas em portarias regulamentadores do Serviço.

Supervisor Técnico: Supervisionar e coordenar as equipes de técnico auxiliar de regulação (TARM) e de operadores de radiocomunicação quanto ao atendimento telefônico, quanto às solicitações de auxílio provenientes da população e informações prestadas, nas Centrais de Regulação Médica e quanto à operação do sistema de telefonia nas Centrais de Regulação e controle operacional da frota de veículos do sistema de atendimento pré-hospitalar móvel; realizar a gestão da equipe em seu turno de trabalho; demais atribuições relacionadas a gestão do serviço e dos empregados.

Técnico Administrativo: Suporte administrativo, tanto em nível de regulação de emergência quanto em nível de regulação hospitalar e ambulatorial, além da Central de Transplantes. Esse suporte deverá compreender o núcleo jurídico da Central e o núcleo administrativo do DAHA.

Técnico Auxiliar de Regulação Médica: Atender solicitações telefônicas da população; anotar informações colhidas do solicitante, segundo questionário próprio; prestar informações gerais ao solicitante/usuário; encaminhar ligações ao Médico Regulador informando-o sobre o tipo de agravo estabelecer contato radiofônico com ambulâncias e/ou veículos de atendimento pré-hospitalar quando solicitado pelo Médico Regulador ou coordenação; estabelecer contato com hospitais e serviços de saúde de referência a fim de colher dados e trocar informações; anotar dados e preencher planilhas e formulários específicos do serviço; obedecer às normas e aos protocolos de serviço; atender às determinações do médico regulador. Demais atribuições descritas em portarias regulamentadores do Serviço;

Técnico de Monitoramento: Coleta e análise dos dados extraídos diretamente do sistema de regulação nas suas mais diversas faces, incluindo a formulação e interpretação das variáveis estatísticas, controle da demanda e atendimentos feitos, obtenção e controle dos suprimentos, informações acerca das internações e atendimentos ambulatoriais, controle e suprimento da frota, demandas por região e municípios, preenchimento de requisições e relatórios, elaboração de ofícios e correspondências. Análise de dados e geração de informações para acompanhamento dos prestadores de serviços do SUS; Consulta, triagem, desarquivamento, abertura, restauração, localização e saída de expedientes administrativos, consulta a base de dados dos sistemas e emissão de informações formatadas, registro de entrada, saída, impressão, digitalização e arquivamento de documentos, consulta a processos administrativos e organização interna de documentação e fluxo de informações do MS.

O certame tem validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da FHGV.

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Concurso Prefeitura de Charqueadas-RS 2019 - Edital e InscriçãoNível: Fundamental, Médio, Técnico, Superior19/12/201964R$ 8.619,10
Prefeitura de Dois Irmãos-RS realiza concurso públicoNível: Fundamental, Médio, Técnico, Superior16/12/201914R$ 4.308,22
Concurso Prefeitura de Capela de Santana-RS 2019Nível: Fundamental, Médio, Superior12/12/201917R$ 4.128,10
Concurso de Sapucaia do Sul-RS 2019: Sai novo edital em novembroNível: Fundamental, Médio, Superior20/12/201916R$ 4.935,91
ACHE SEU CONCURSO
Quer encontrar um concurso público específico?

Nossa busca vai te ajudar a encontrá-lo, basta você preencher alguns campos e pronto.

Buscar concursos
Últimas notícias
Comentários
Minha foto
    Siga nossas redes sociais