Em breve
Em breve
R$ 24.681,59
100

Deve sair ainda no primeiro trimestre do ano o edital de abertura do novo concurso da Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE-RR). O órgão publicou informações em seu site oficial sobre os trâmites do novo concurso para Defensor, que terá edital publicado em breve.

Serão disponibilizadas 100 vagas para formação de um cadastro reserva de profissionais pois, de acordo, com o defensor público-geral, Stélio Dener, o orçamento atual não prevê gastos com mais contratações, em primeiro momento. Assim, após a realização do concurso, os primeiros aprovados, em todas as fases do Concurso, serão convocados para trabalhar no órgão a depender da disponibilidade de recursos financeiros e da necessidade de profissionais.

A previsão é de que até 6 servidores da Defensoria Pública de Roraima se aposentem este ano e eles serão substituídos pelos aprovados no concurso de 2020.

"Serão disponibilizadas 100 vagas para cadastro de reserva. O concurso deve ocorrer até a metade do ano. Essas pessoas não serão contratadas logo, elas serão chamadas quando tiver orçamento ou à medida que os atuais defensores pedirem aposentadoria. Contudo, a meta é chegar aos 58 defensores,conforme prevê a Lei", explicou o defensor-geral.

Banca já foi definida

O andamento do Concurso da Defensoria Pública de Roraima está bastante avançado pois a Banca organizadora será a Fundação Carlos Chagas (FCC). A informação preliminar dá conta de que o edital do III Concurso Público do órgão será publicado até março.

Cargo e etapas

Vale ressaltar que é uma excelente oportunidade para os os recém-formados em Direito já que os requisitos para se candidatar no certame são: ser bacharel em Direito e ter a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Não será cobrada a prática de 3 anos.

O vencimento inicial para o defensor público substituto é de R$ 24.681,59. Ao todo, quem tiver interesse em concorrer às 100 vagas para o cadastro reserva, passará pelas seguintes etapas: provas escritas, sindicância sobre a vida pregressa do candidato, prova oral e avaliação de títulos.

Com exceção da avaliação de títulos, todas as fases serão eliminatórias e classificatórias. Isso porque, de acordo com o que foi explicado por Stélio Dener, "A prova de títulos não terá caráter eliminatório, servindo apenas para somar-se à média das demais provas do candidato, para fins de classificação".

O concurso para Defensor de Roraima terá duração de dois anos e o tempo será contado a partir da data de publicação do edital e da homologação de classificação final dos aprovados.