Concurso DPE-RS 2017: FCC é a mais cotada para coordenar a seleção

Defensoria Pública do estado do Rio Grande do Sul agiliza os trâmites para publicar o novo edital do concurso para cargos de nível médio e superior. A Fundação Carlos Chagas deverá ser a organizadora.

Por: Adriano G. Maas
0
0 share
0 tweets
0 share

Será divulgado nos próximos meses o edital de abertura do aguardado concurso público da Defensoria Pública do estado do Rio Grande do Sul (concurso DPE-RS 2017). Um grupo de Defensores está em São Paulo para tratativas sobre a contratação da banca organizadora, o que leva a crer que a Fundação Carlos Chagas será novamente a organizadora escolhida.

Segundo as portarias publicadas no Diário Oficial, o Defensor público-geral do estado, Cristiano Vieira Heerdt, autorizou o afastamento dos Defensores Públicos Cassandra Sibemberg Halpern, Adriana Munhoz de Quadros e Rafaela Consalter, para participarem de reunião em São Paulo/SP com empresas idôneas para o fim de operacionalizar o II Concurso para o Quadro dos Serviços Auxiliares da DPE-RS.

A Portaria Nº 105/2017 divulgada no dia 24 de fevereiro formou a comissão de Defensores Públicos que vão coordenar o novo concurso - veja aqui. O edital de abertura do certame terá ampla divulgação no Diário Eletrônico da Defensoria e também em jornal diário da Capital. Acompanhe o Ache Concursos e confira o edital aqui, na íntegra, assim que for lançado.

O Conselho Superior do órgão aprovou no dia 27 de janeiro o regulamento do II Concurso para provimento de cargos do Quadro de Pessoal dos Serviços Auxiliares da DPE. As vagas serão para carreiras de Analista e Técnico.

DPE-RS terá edital para técnico e analista em 2017A comissão do concurso tem 6 membros indicados e designados pelo Defensor Público-Geral do Estado, além de 1 secretário-executivo - Veja o regulamento do novo concurso. São requisitos de escolaridade para o ingresso no Quadro de Pessoal dos Serviços Auxiliares da DPE-RS:

- Para Analista, ter curso de graduação, correlacionado com a especialidade, se for o caso. A remuneração inicial da carreira é de R$ 5.947,15, mais R$ 464,86 de verba indenizatória. No último padrão de vencimentos, os Analistas recebem R$ 9.527,24.

- Para Técnico, ter curso de ensino médio, ou curso técnico equivalente, correlacionado com a especialidade, se for o caso. O salário do cargo é de R$ 3.243,90, mais R$ 464,86 de gratificação. Após progressão na carreira, o Técnico alcança R$ 5.196,68 no último padrão de vencimentos (15).

Ainda não há definição do número total de vagas que serão abertas, tampouco das especialidades que serão ofertadas para Técnicos e Analistas. Atualmente, há vacância de 50 cargos de Analista e mais de 200 cargos Técnicos.

Concurso DPE-RS 2012 - O último concurso da DPE-RS para cargos de Técnico e Analista foi coordenado pela Fundação Carlos Chagas (FCC) e ocorreu entre o final de 2012 e início de 2013, com provas aplicadas no mês de março. Foram 398 vagas abertas e 65.623 candidatos inscritos.

Para candidatos de nível superior foram ofertadas 150 vagas nas áreas Processual (114), Contabilidade (5), Economia (2), Administração (12), Arquitetura (1), Engenharia Civil (1), Engenharia Elétrica (1), Informática (6), Medicina-Clínica Médica (1), Medicina-Cardiologia (1), Medicina-Oftalmologia (1), Medicina-Psiquiatria (1), Psicologia (1), Enfermagem (1) e Comunicação Social (2). A remuneração, na época, era de R$ 5.500,00.

Já para nível médio foram 210 vagas no cargo de Técnico da área Administrativa e 38 para candidatos de nível técnico nas áreas de Edificação, Eletrotécnica, Telecomunicações, Segurança, Transporte, Informática e Enfermagem - Veja o edital do último concurso

A avaliação dos candidatos teve prova objetiva para todos os cargos, mais prova de redação, estudo de caso, teste de capacidade física e avaliação de títulos para algumas funções. A prova objetiva teve 60 questões, divididas entre conhecimentos de língua portuguesa, raciocínio lógico, legislação e conhecimentos específicos.

As avaliações ocorreram nas cidades de Porto Alegre, Caxias do Sul, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria e Santo Ângelo. A validade da seleção foi fixada em 1 ano, prorrogada uma vez por igual período, e nesse período mais de 1.000 aprovados tomaram posse nos cargos, sendo 580 apenas no cargo de Técnico da área administrativa e 409 Analistas da área processual.

Avalie esta notícia

Nota:

(4.1/5.0)

Concursos Abertos

Busca avançada de concursos
Concursos Previstos Últimas Notícias
carregando...
JUNTE-SE À DISCUSSÃO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar
  • Edson Zanette Edson Zanette Nível 1 Perg. 0 Resp. 2
    Há 3 meses
    Porque o salário aumentou tão pouco em quase 5 anos?
    0 Responder