Concurso TJ-AL 2017 escolhe organizadora para 120 vagas

A comissão organizadora do novo concurso do Tribunal de Justiça de Alagoas define agora a empresa que coordenará a seleção. O edital deve sair até setembro.

Por: Adriano G. Maas
0
0 share
0 tweets
0 share

Vem aí um novo concurso para servidores do Tribunal de Justiça do estado de Alagoas (concurso TJ-AL). Uma comissão formada para tal fim discutiu demandas relacionadas ao termo de referência para contratação da instituição que ficará responsável pela realização do novo certame. Segundo a Direção-Geral do TJ/AL, a expectativa é da abertura de 120 vagas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

Já na manhã desta sexta, 21, os integrantes da comissão que estuda a implementação dos comandos da Lei Estadual nº 7.889, de 16 de junho de 2017, que dispõe sobre a Reestruturação das Carreiras dos Servidores do Poder Judiciário do Estado de Alagoas, realizaram a primeira reunião para definição da estrutura do novo plano de cargos no TJ.

TJ de Alagoas tem concurso previsto para 2017O desembargador Alcides Gusmão da Silva, presidente da comissão que organiza o procedimento de seleção, afirmou que o concurso deverá ser aberto ainda em 2017. "Os trabalhos estão dentro da programação prevista pela comissão, aguardando ainda a sanção do projeto. Nossa intenção é que até o final do ano o concurso seja realizado".

O desembargador explicou que empresas com atuação na área serão procuradas, para que após uma análise da comissão, seja escolhida aquela que apresentar melhor desempenho conforme as exigências do TJ/AL. "Nós fazemos o termo de referência de contratação, como uma espécie de condição prévia de contrato. Também estabelecemos as condições que entendemos necessárias para a contratação daquela empresa e a contrapartida que ela vai nos oferecer em prestação de serviços, que envolve conteúdo programático dos cargos oferecidos, taxa de inscrição, locais de realização do concurso, entre outras situações".

O projeto do concurso já foi aprovado e publicado no Diário do TJ - veja o regulamento. O documento fixa a forma de avaliação dos inscritos, que terá:

- Prova objetiva de conhecimentos teóricos, eliminatória e classificatória;
- Prova escrita de conhecimentos teóricos, eliminatória e classificatória;
- Prova de títulos, classificatória;
- Comprovação de sanidade física e mental, de natureza eliminatória;
- Comprovação dos requisitos à investidura no cargo, de natureza eliminatória.

 

Cargos e salários

Para concorrer ao cargo de Analista Judiciário será exigido diploma de conclusão de curso de graduação conforme a área da vaga. O salário inicial é de R$ 9.173,77. Para Técnico Judiciário o requisito é de nível médio completo e os proventos partem de R$ 3.956,13. Já para concorrer no cargo de Auxiliar Judiciário, será exigido também ensino médio e o salário é de R$ 1.787,57.

Prepare-se: Apostila de estudo para concurso do TJ-AL

Anterior - O último concurso do TJ-AL aconteceu em 2012 e abriu 172 vagas para os cargos de Analista Judiciário Especializado, Auxiliar Judiciário e Técnico Judiciário, coordenado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB).

Para candidatos de nível superior foram 62 vagas de Analista Judiciário nas áreas de Administração, Análise de Sistemas, Arquitetura, Arquivologia, Biblioteconomia, Comunicação Social, Contabilidade, Economia, Enfermagem, Engenharia, Judiciária, Clínica Médica, Medicina do Trabalho, Psiquiatria, Odontologia, Psicologia e Serviço Social. A remuneração era de R$ 5.789,13 por jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Para nível médio foram ofertados os cargos de Auxiliar Judiciário (90 vagas) e Técnico Judiciário (20 vagas), com salarios de R$ 1.084,67 e R$ 2.496,55, respectivamente, por jornada de trabalho de 30 horas/semana.

A seleção teve várias etapas de avaliação aplicadas pelo Cespe, sendo:

- Prova objetiva para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório, com 60 questões de múltipla escolha (30 de conhecimentos gerais e 30 de específicos)
- Prova discursiva, para o cargo de nível superior, de caráter eliminatório e classificatório;
- Avaliação psicológica, para o cargo de nível superior, de caráter eliminatório;
- Investigação social, para todos os cargos, de caráter eliminatório, de responsabilidade do TJ/AL;
- Avaliação de títulos, para o cargo de nível superior, de caráter classificatório;
- Comprovação de sanidade física e mental, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
- Curso de Formação Inicial para todos os cargos, de responsabilidade do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas - veja o edital da última seleção.

Com informações do portal de notícias do TJ-AL

Avalie esta notícia

Nota:

(4.6/5.0)

Concursos Abertos

Busca avançada de concursos
Concursos Previstos Últimas Notícias
carregando...
FAÇA UM COMENTÁRIO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar