Concurso da Prefeitura de São Paulo (SME-SP) 2019 já tem banca definida

por Jéssica Keroláine Imhoff

Secretaria Municipal de Educação da cidade de São Paulo define banca organizadora de seu próximo concurso público. Serão 1.737 vagas abertas em cargos de Auxiliar Técnico de Educação e Coordenador Pedagógico.

Abertura inscrições 04/06/2019 Data da prova 01/09/2019 Total de vagas 1.737
Encerra inscrições 05/07/2019 Gabaritos em 03/09/2019 Salários até R$ 5.187,01

Atenção concurseiros! A Secretaria Municipal de Educação de São Paulo anunciou por meio do Diário Oficial da cidade deste último sábado, 04 de maio, a empresa que coordenará o próximo concurso público do órgão (concurso SME-SP 2019). De acordo com a Dispensa de Licitação, a empresa escolhida para prestação de serviços técnicos especializados de organização, bem como toda a logística necessária para realização do certame, é a Fundação Para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho/ Vunesp - veja a contratação.

O concurso servirá para provimento de 1.737 vagas nos cargos de Auxiliar Técnico de Educação - ATE (1.109), da carreira do Quadro de Apoio à Educação, e para Coordenador Pedagógico I (628), da carreira do magistério municipal, do Quadro do Magistério Municipal, Profissionais de Educação.

Junto com o documento foi divulgado também o valor da taxa de inscrição, que será de R$ 41,80 para o cargo de Auxiliar e gratuita para o cargo de coordenador pedagógico. Com a banca definida, a expectativa é que o edital seja publicado muito em breve, ainda neste semestre.

Concurso da SME-SP será coordenado pela Vunesp e terá 1,7 mil vagas

Sobre as vagas

Para o cargo de Auxiliar Técnico de Educação serão ofertadas 1.109 vagas. O cargo exige certificado de conclusão de ensino médio completo. Os candidatos aprovados poderão atuar nas áreas de inspeção escolar ou serviços de secretaria. Segundo o portal de transparência da prefeitura, o salário inicial do cargo é de R$ 1.968,14 por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Prepare-se: Apostila de estudo para Auxiliar Técnico de Educação da SME-SP

Relacionado

    Já para o cargo de Coordenador Pedagógico serão ofertadas 628 vagas. O cargo exige licenciatura plena em pedagogia; pós-graduação stricto sensu em educação ou pós-graduação lato sensu em educação, com, no mínimo, 800 horas, além de experiência mínima de três anos no magistério. A remuneração inicial oferecida pela autarquia é de R$ 4.084,35 por jornada de 40 horas semanais, entretanto, o piso é de R$ 4.860,86. A secretaria concede abono complementar.

    Últimos concursos

    O último concurso da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo para o cargo de Auxiliar Técnico de Educação, foi realizado em 2013, na ocasião para 493 vagas. A organização ficou sob responsabilidade da empresa Cetro Concursos.

    O processo seletivo foi composto por uma prova objetiva com 60 questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de Português (15), Matemática (15), Conhecimentos Gerais e Atualidades (10), Noções de Informática (10) e Legislação (10) além de um teste dissertativo sobre uma redação com três situações-problema relacionadas ao conteúdo programático.

    O salário oferecido era de R$ 977,13, acrescido de R$ 402,87, a título de abonos, totalizando R$ 1.380,00 por jornada de trabalho de 40 horas semanais. O certame atraiu mais de 78 mil inscritos, gerando uma concorrência de mais de 150 candidatos por vaga. Veja mais da última seleção no edital.

    Já o último concurso para o cargo de coordenador pedagógico aconteceu em 2011 sob responsabilidade da Fundação Carlos Chagas (FCC). Na ocasião foram ofertadas 50 vagas.

    Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, teste dissertativo e análise de títulos. Os exames objetivos constaram de 50 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais e 30 de conhecimentos específicos; já as avaliações dissertativas apresentaram três perguntas.

    Compartilhe: