IBAMA vai contratar mais de 1.300 Brigadistas no PREVFOGO

Ministério do Meio Ambiente vai contratar Brigadistas no combate a incêndios florestais nas regiões centro-oeste, norte e nordeste do país.

Por Adriano Maas

O IBAMA divulgou no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 23 de agosto, que autorizou o Prevfogo a contratar Brigadas Federais para a prevenção e combate aos incêndios florestais nas regiões centro-oeste, norte e nordeste do país, além do Rio de Janeiro.

O Prevfogo vai contratar agora os novos brigadistas por tempo determinado. Ainda não há mais informações de como as contratações ocorrerão, se por processo seletivo ou por outros meios diretos. A responsabilidade das contratações ficará a cargo do órgão, bem como a seleção, administração e gerenciamento das atividades das brigadas.

O Prevfogo é um Centro Especializado, dentro da estrutura do Ibama, responsável pela política de prevenção e combate aos incêndios florestais em todo o território nacional, incluindo atividades relacionadas com campanhas educativas, treinamento e capacitação de produtores rurais e brigadistas, monitoramento e pesquisa. O trabalho do Prevfogo é realizado com as Superintendências Estaduais do Ibama.

Segundo a portaria divulgada no Diário Oficial da União, o Prevfogo irá formar Brigadas Federais temporárias em várias regiões do país. Serão mais de 1.300 vagas abertas, sendo:

Com estrutura de um Brigadista Chefe de Brigada, 2 Brigadistas Chefes de Esquadrão e 10 Brigadistas para a prevenção e combate aos incêndios florestais nos municípios de:

  • Amarante do Maranhão (3 brigadas), Fernando Falcão e Montes Altos no Estado do Maranhão;
  • Conquista D'oeste e Tangará da Serra no Estado do Mato Grosso;
  • Formoso do Araguaia, no Estado do Tocantins;

Com a estrutura de um Brigadista Chefe de Brigada, dois Brigadistas Chefes de Esquadrão e doze Brigadistas para a prevenção e combate aos incêndios florestais nos seguintes municípios:

  • Sena Madureira e Brasiléia, no Estado do Acre;
  • Apuí, no Estado do Amazonas;
  • Oiapoque e Tartarugalzinho, no Estado do Amapá;
  • Serra do Ramalho e Porto Seguro no Estado da Bahia;
  • Alto Paraíso, Cavalcante (3 brigadas), Minaçu e Teresina de Goiás, no Estado de Goiás;
  • Bom Jardim no Estado do Maranhão;
  • Porto Murtinho (2 brigadas) e Aquidauana (2 brigadas), no Estado do Mato Grosso do Sul;
  • Feliz Natal (2 brigadas), Cotriguaçu, Cáceres, Poconé, Campo Novo dos Parecis e Paranatinga no Estado do Mato Grosso;
  • Altamira (2 brigadas), Itaituba, Oriximiná, Novo Progresso, Mojú e São Geraldo do Araguaia, Pau D'Arco no Estado do Pará;
  • Petrolina, no Estado de Pernambuco;
  • Uruçuí, Floriano e Alvorada do Gurguéia, no Estado do Piauí;
  • Porto Velho, Machadinho D'Oeste e Nova Mamoré, em Rondônia;
  • Amajari, Cantá, Normandia, Boa Vista, e Uiramutã, no estado de Roraima;

Brigadas Federais temporárias com a estrutura de um Brigadista Chefe de Brigada, 4 Brigadistas Chefes de Esquadrão e 16 Brigadistas nos municípios de:

  • Tocantinópolis, Pium e Lagoa da Confusão, no Estado do Tocantins;

Brigadas Federais temporárias com a estrutura de um Brigadista Chefe de Brigada, 4 Brigadistas Chefes de Esquadrão e 18 Brigadistas para a prevenção e combate aos incêndios florestais, nos seguintes municípios:

  • Humaitá, no Estado do Amazonas;
  • Canarana e Serra Nova Dourada, no Estado do Mato Grosso.

Brigadas Federais temporárias com a estrutura de um Brigadista Chefe de Brigada, 4 Brigadistas Chefes de Esquadrão e 24 Brigadistas em

  • Barreiras e Itaetê, no Estado da Bahia;
  • Grajaú, no Estado do Maranhão;
  • São João das Missões, no Estado de Minas Gerais;
  • Corumbá no Estado do Mato Grosso do Sul;
  • Serra Talhada, no Estado do Pernambuco;
  • Tocantínia e Itacajá no Estado do Tocantins;
  • Pacaraima, no Estado de Roraima.

Brigadas Federais temporárias com a estrutura de 2 Brigadistas Chefes de Brigada, 4 Brigadistas Chefes de Esquadrão e 24 Brigadistas para a prevenção e combate aos incêndios florestais, nos seguintes municípios:

  • Quixeramobim, no Estado do Ceará;
  • Rio de Janeiro, no Estado do Rio de Janeiro;
  • Porto Velho, no Estado de Rondônia;
  • Tocantínia, no Estado do Tocantins;

Brigadas Federais temporárias com a estrutura de 2 Brigadistas Chefes de Brigada, 6 Brigadistas Chefes de Esquadrão, 36 Brigadistas para a prevenção e combate aos incêndios florestais no Distrito Federal.

Brigadistas de Manejo Integrado do Fogo, nas seguintes quantidades por estado:

  • Um gerente do fogo, um chefe de brigada e 4 chefes de esquadrão no Distrito Federal;
  • 4 brigadistas em Cavalcante, no Estado de Goiás;
  • 6 brigadistas em Amarante do Maranhão, 2 brigadistas em Fernando Falcão e 2 brigadistas em Montes Altos no Estado do Maranhão;
  • 2 brigadistas em Conquista D´Oeste, Campo Novo dos Parecis e Paranatinga, 4 brigadistas em Tangará da Serra, e 6 brigadistas em Canarana e Serra Nova Dourada no Estado do Mato Grosso;
  • 2 brigadistas em Normandia, Uiramutã, Pacaraima, Amajari e Cantá, em Roraima;
  • 3 brigadistas em Tocantinópolis, 5 brigadistas e um chefe de esquadrão em Lagoa da Confusão e Formoso do Araguaia, 6 brigadistas em Itacajá e em Tocantínia, no Estado de Tocantins;
  • 6 brigadistas em Humaitá, no Estado do Amazonas.

Brigadistas Gerente do Fogo para apoio às Coordenações Estaduais do Prevfogo, nas seguintes quantidades:

  • um no Estado do Acre;
  • um no Estado do Amazonas;
  • dois no Estado da Bahia;
  • um no Estado do Ceará,
  • quatro no Distrito Federal;
  • dois no Estado de Goiás;
  • três no Estado do Maranhão;
  • seis no Estado do Mato Grosso;
  • dois no Estado do Mato Grosso do Sul;
  • três no Estado do Pará;
  • um no Estado de Pernambuco;
  • dois no Estado do Piauí;
  • dois no Estado do Rio de Janeiro;
  • dois no Estado de Rondônia;
  • quatro no Estado do Tocantins;
  • dois no Estado de Roraima

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
TRF3 estuda possibilidade de realizar concurso público em 2019Nível: Médio, Técnico, Superior02/10/20199R$ 12.455,30
Prefeitura de Uberlândia-MG escolhe banca para concurso público em 2019Nível: Fundamental, Médio, Técnico, Superior11/10/20191.778R$ 3.032,76
Concurso FUNDAC-PB 2019 é anunciado pelo GovernadorNível: Médio, Técnico07/10/2019400R$ 1.617,20
Concurso do IFRR para técnicos administrativos em 2019 terá IDECAN como bancaNível: Médio, Técnico, Superior29/09/201960R$ 9.616,18
ACHE SEU CONCURSO
Quer encontrar um concurso público específico?

Nossa busca vai te ajudar a encontrá-lo, basta você preencher alguns campos e pronto.

Buscar concursos
Últimas notícias
Comentários
Minha foto
    Siga nossas redes sociais