Taxa do concurso IBGE será devolvida no dia 18 de maio

IBGE e Cebraspe anunciaram nesta quarta-feira (25) quando será feita a devolução das taxas de inscrição após concurso ser cancelado. Veja como vai funcionar o reembolso.

Por Caroline Fagundes Pieczarka

Com inscrições em andamento para mais de 208 mil vagas, o concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi cancelado no dia 17 de março em razão da pandemia do novo coronavírus que tem se espalhado por todo o país. Dessa forma, houve o adiamento do Censo Demográfico 2020 para o próximo ano (2021). Cerca de 71 milhões de residências seriam visitadas para a realização do Censo.

Taxa do concurso IBGE já tem data para devolução

Contudo, o IBGE anunciou nesta quarta-feira, 25 de março, que irá efetuar o reembolso das taxas de inscrições nos processos seletivos para os cargos de Agente Censitário e Recenseador. O reembolso estará disponível na forma de ordem de pagamento nas agências do Banco do Brasil no dia 18 de maio de 2020. Todos os candidatos inscritos serão integralmente ressarcidos e as orientações para o recebimento do valor serão divulgadas nas páginas oficiais do IBGE - https://www.ibge.gov.br/ - e do Cebraspe https://www.cebraspe.org.br/. Veja o comunicado na íntegra:

Concurso IBGE 2020: veja como fazer o reembolso da taxa de inscrição
Concurso IBGE 2020: veja como fazer o reembolso da taxa de inscrição

Concurso IBGE 2020

Por meio de dois editais o IBGE abriu 208.695 vagas nos cargos de Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Supervisor (ACS) e Recenseador, profissionais que seriam responsáveis pela realização do Censo Demográfico que estava previsto para 2020.

O edital 02/2020 ofertou 28.138 vagas para candidatos de nível médio completo, sendo 5.462 para para o cargo de Agente Censitário Municipal e 22.676 vagas para a função de Agente Censitário Supervisor. O salários era de R$ 1.700,00 para Agente Censitário Supervisor e de R$ 2.100,00 para Agente Censitário Municipal. A jornada de trabalho seria de 40 horas semanais.

Já o edital 03/2020 contou com 180.557 vagas para o cargo de Recenseador, que exige ensino fundamental completo. A remuneração do Recenseador é por produção, calculada por setor censitário, conforme unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra) e pessoas recenseadas. A jornada de trabalho seria de no mínimo, 25 horas semanais, além da participação integral e obrigatória no treinamento.

Censo demográfico

O Censo demográfico é um estudo que permite conhecer em que condições vive a população brasileira. Realizado de 10 em 10 anos, o censo produz informações atualizadas e precisas, que são fundamentais para o desenvolvimento e implementação de políticas públicas e para a realização de investimentos. Através dele é possível saber qual o tamanho da população, como ela se distribui no território nacional, qual o nível de escolaridade, entre outras características relacionadas ao povo brasileiro.

O Censo de 2020 será a maior operação de recenseamento organizada no país. Com uma população que ultrapassa 211 milhões de habitantes, aproximadamente 71 milhões de residências serão visitadas em 5.570 municípios. Para isso, o IBGE vai contratar temporariamente mais de 230 mil pessoas que irão trabalhar na coleta de dados, supervisão, apoio técnico-administrativo e apuração dos resultados. Os resultados preliminares devem ser apresentados a partir da segunda quinzena de dezembro de 2020.

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais