Como interpretar um texto com dicas simples e eficientes

Esse é um assunto frequentemente cobrado em provas de Português em concursos públicos. Entender a real intenção do autor e conseguir repassá-la em uma resposta não é uma tarefa muito fácil. Veja estas dicas sobre como interpretar um texto.

Por: Marluci Fontana
0
0 share
0 tweets
0 share

Temida por muitos concurseiros a interpretação de textos é um conteúdo frequente nas provas de português em concursos públicos. Se você também costuma se assustar quando se depara com enunciados que dizem "de acordo com o texto..." ou "segundo o autor...", fique tranquilo isso é bastante comum. Para lhe ajudar a perder esse medo ou evitar esse incômodo produzimos este artigo com dicas e informações essenciais para uma leitura fundamentada. Então, que tal começar a praticar já a partir das próximas linhas? A primeira dica a ser aplicada é ler com muita atenção. 

Pois bem, interpretar um texto nada mais é que entender a ideia do autor e saber explicá-la, comentá-la, julgá-la, concluí-la e deduzi-la quando necessário. Esse não é um processo simples, por isso muitas pessoas têm dificuldades nesse exercício. A maioria dos leitores apenas passa os olhos sobre o texto e chama isso de leitura, quando, de fato, se quer sabe sobre o que acabou de "ler". Uma leitura eficiente vai muito além disso. Requer atenção, cuidado, conhecimento, raciocínio e observação. Igualmente acontece com a interpretação de texto que demanda do leitor uma base para poder exercer bem tal tarefa. Para interpretar é preciso, no mínimo:

- Conhecimento gramatical, estilístico (qualidades do texto) e semântico (significados das palavras) - e, aqui, incluem-se: denotação e conotação, sinônimos e antônimos, polissemia e figuras de linguagem; homônimos e parônimos
- Observação;
- Síntese;
- Raciocínio;

Tendo essa base é importante entender o processo pelo qual passa uma interpretação. Para compreendê-lo melhor, vamos ver por qual caminho precisamos percorrer para chegar nesse ponto. 

Pré-compreensão: Trata-se do conhecimento do conteúdo abordado no texto. O autor escreve, normalmente,  imaginando que você já tem, pelo menos, uma ideia do assunto. Se esse não for o seu caso, ficará difícil interpretar o texto num primeiro momento. Por isso, a primeira leitura funciona como uma pré-compreensão, para que você se familiarize com o contexto.

Compreensão: É possível, após o primeiro contato e em uma segunda ou terceira leitura, prender as informações novas e reforçar o conhecimento daquelas que já são sabidas. Assim, ocorre a compreensão do assunto, quesito essencial para a interpretação.

Interpretação: Após ter percorrido o caminho você estará melhor preparado para chegar ao destino e conseguir, de fato, responder e conversar com o texto. A interpretação possibilita ao leitor a criação de um novo texto, colocando a ideia do autor conforme o seu entendimento.

Para seguir esse caminho, aparentemente curto, há alguns pontos que precisam ser visitados, digo, conferidos. Confira algumas dicas que poderão facilitar o seu trajeto até o destino final. 

Dicas

- Leia mil vezes: Leia quantas vezes achar necessário para entender o sentido do texto e o que o enunciado, realmente, está pedindo. Não responda uma questão a partir de uma ideia remota do texto já lido. Volte sempre no texto para confirmar a sua resposta. Quando estiver "treinando" opte por ler em papel impresso. Estudos indicam que quem lê em papel compreende melhor do que quem lê em telas. Exercite a leitura. Leia devagar, com atenção e fazendo observações.

- Parafraseie o texto: Parafrasear é explicar, dar uma nova apresentação para o texto lido sem alterar a ideia do autor. Excelente exercício para praticar a interpretação. Faça resumos, resenhas ou esquemas, mas não vale copiar e colar, ok?

- Palavras desconhecidas: Sempre que estiver lendo e encontrar uma palavrinha estranha não exite em procurar o significado dela no dicionário, seja ele impresso ou online. Anote junto ao texto o que ela quer dizer para que essa informação nova seja incorporada em seu vocabulário.

- Estude Português: Principalmente os pronomes relativos e as conjunções, porque são importantes na coesão do texto, e as figuras de linguagem, porque ajudam a compreender melhor o texto e as questões.

Além disso, há alguns cuidados importantes que devem ser tomados na hora de interpretar um texto. 

- Ler atentamente todo o texto, procurando focalizar sua ideia central;
- Interpretar as palavras desconhecidas através do contexto;
- Reconhecer os argumentos que dão sustentação a ideia central;
- Identificar as objeções à ideia central;
- Sublinhar os exemplos que foram empregados como ilustração da ideia principal; 
- Antes de responder as questões, ler mais de uma vez todo o texto, fazendo o mesmo com as questões e as alternativas; 
- A cada questão, voltar ao texto, não responder "de cabeça";
- Se preferir, faça anotações à margem ou esquematize o texto;
- A ideia principal, ou tema, costuma estar na introdução, na conclusão ou no título;
- A argumentação estará localizada, normalmente, no corpo do texto;
- Lembre-se: são as ideias do autor que serão cobradas, por isso são elas que devem prevalecer e não as suas.
- Em alguns casos, as mensagens não são explícitas, mas, pelo contexto, é possível identificar a intenção do autor.

E aí, gostou das dicas? Conte pra gente nos comentários. Deixe também uma sugestão de outras informações que você gostaria de ver aqui. Aproveite para conferir a nossa seção de dicas de estudos que está cheia de conteúdo interessante.

Avalie esta notícia

Nota:

(4.8/5.0)

Concursos Abertos

Busca avançada de concursos
Concursos Previstos Últimas Notícias
carregando...
FAÇA UM COMENTÁRIO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar