Português para concursos: veja sobre Substantivos

Fundamental para o entendimento da língua portuguesa, as 10 classes gramaticais são básicas para introdução dos concurseiros no assunto. Este é o primeiro de 10 artigos que trata do SUBSTANTIVO, o que é e sua classificação.

Por Lucas Fischer

Substantivos são palavras que dão nome as coisas (seres, pessoas e objetos), afinal, só podemos nos referir a algo e sermos compreendidos por outras pessoas se dermos uma denominação comum as "coisas". Ex: cadeira, livro, São Paulo, Austrália, sol, neve, etc.

Há vários tipos de substantivos e você deve saber que ele pode variar em GÊNERO (sexo masculino ou feminino), NÚMERO (singular ou plural) e GRAU (aumentativo e diminutivo), além de outras subdivisões.

Dicas de português; os substantivos

Como já dissemos, eles variam em gênero, número e grau. Vamos entender cada um.

1) Classificação por gênero: Ele pode ser uniforme ou biforme

a) Uniformes: Apenas um termo é usado para ambos os sexos. Há 03 tipos distintos.

- Epiceno: A mesma palavra serve para ambos os gêneros, onde não se altera nem o artigo na frente. É usado para os animais.
Ex.: A cobra (não se fala o cobra); a capivara (não é correto dizer o capivara), o jacaré (jamais se usa a jacaré).
Para facilitar o entendimento em casos específicos, quando relevante, costuma-se usar o sexo. Ex.: A baleia (macho ou fêmea), o lobo (macho ou fêmea)...

- Sobrecomumns: A mesma palavra serve para ambos os gêneros, não alterando nem o artigo à sua frente. É usada para referir-se à pessoas.
Ex: A criança (não se diz o criança), a pessoa (não se usa o pessoa)...

- Comum de 2 gêneros: É uma palavra que não se altera, ou seja, como o nome próprio diz, comum para os 2 gêneros. O que designa o gênero é uma palavra externa a ela, geralmente o artigo posto a sua frente.
Ex.: o estudante, a estudante, o adolescente, a adolescente, o artista, a artista.

b) Biformes: Usam-se formas diferentes conforme o gênero.

- Dessinenciais: Mantém o mesmo radical, mas altera o complemento da palavra, indicando o gênero. Geralmente se altera também o artigo.
Ex: O menino/a menina; o aluno/a aluna; o médico/a médica...

- Heteronômios: Até mesmo o radical é completamente diferente, mas são seres iguais (de mesma espécie, muda apenas o sexo), porém diferentes em gênero.
Ex.: Homem/mulher; boi/vaca; rapaz/moça; cachorro/cadela...

Não tão comum, há ainda o substantivo de gênero aparente, onde se mudar o artigo mudará completamente o substantivo;

  • - a figura (desenho/ilustração)
  • - o figura (pessoa engraçada, popular)
  • - a capital (cidade)
  • - o capital (dinheiro, bens)
  • - a cabeça (parte do corpo)
  • - o cabeça (pessoa)

2) Classificação por número: Singular (apenas 1) ou plural (mais de 1)

- Singular: Designa apenas um dentre sua espécie/grupo/objeto;
Ex: cavalo, lápis, homem...

- Plural: Designa mais de um um dentre sua espécie/grupo/objeto.
Ex: Cavalos, homens, lápis (neste caso fica igual)...

Independente se está no singular ou no plural, o substantivo pode ser simples ou composto.

  • - Simples: Possui apenas 1 radical. Ex.: Sol, chuva, roupa, flor, feira...
  • - Composto: Palavra formada por 2 ou mais radicais. Ex.: Girassol, guarda-chuva, sexta-feira, couve-flor...

Uma dica importante é que mesmo em palavras compostas tudo o que é substantivo sempre vai para o plural se quiser se referir a mais de um ser. Ex.: Couves-flores, guarda-roupas, guarda-chuvas...

No caso acima, as palavras "guarda" não são do substantivo relacionado a segurança, é do verbo guardar, por isso não vai para o plural nestes casos.

As exceções à regra são as palavras repetidas, onde apenas a última vai para o plural (tique-taques, pisca-piscas...) e quando há preposição, que se altera apenas o primeiro (pés-de-moleque, pães-de-ló...).

3) Classificação por grau:

No Grau, há o aumentativp e o diminutivo, sendo que em cada uma delas pode ser no sentido sintético ou analítico.

  • - Aumentativo sintético: Casa grande, carro grande;
  • - Aumentativo analítico: Casarão, carrão;
  • - Diminutivo sintético: Casa pequena, carro pequeno;
  • - Diminutivo analítico: Casebre/casinha, carrinho.

O sintético está mais relacionado com aquilo que se vê, seu tamanho/característica física. O analítico, por vezes, exprime uma certa relação mais profunda de quem profere a palavra com aquilo a que se refere. Por exemplo ao dizer um "livraço" ou "filmaço" você geralmente não fala sobre tamanho, mas sim sobre qualidade. Usa-se frequentemente o final "inho e inha" para exprimir carinho (filhinho, amiguinho, ursinho...).

O substantivo pode ainda ser comum ou próprio:

  • - Comum: Se refere a algo comum, seres de uma espécie de modo generalizado, ex. flor, país, pessoa, casa, tristeza...
  • - Próprio: Designa um ser em específico. ex. Florianópolis, Brasil, Lucas...

O substantivo pode ser também concreto e abstrato:

  • - Concreto: São para seres propriamente ditos, coisas palpáveis, ou seja, que você sabe sua forma, independente de serem reais ou não. Ex: mesa, caneta, fada, lua, chuva...Pode-se descrever os concretos também como coisas que não dependem de outros para existir. O ar, por exemplo, apesar de não ser visível nem palpável é concreto.
  • - Abstrato: São sentimentos, emoções, estados, qualidades que são tomados como seres por vezes, que apesar de você sentir, não consegue imaginar sua forma. ex.: Raiva, tristeza, felicidade, ciúme, pobreza, caridade etc. Outro entendimento válido para substantivo abstrato é que aqui se enquadram palavras que exprimem ações/estado mas não são verbos e que não possuem existência própria, portanto dependem de alguém/outro para existir. Veja os exemplos que você entenderá. Ex.: Fome, leitura, visão, pesadelo, tamanho, viagem, etc.

Tem a divisão ainda de primitivo e derivado:

  • - Primitivo: É o substantivo original, palavra que dá origem as demais, não podendo ser mais dividida. ex.: Pedra, fogo, luz...
  • - Derivado: São as derivadas da palavra original
    ex.: Pedregulho, fogueira, luminosidade...

Há o substantivo simples e composto:

  1. - Simples: Possui apenas 1 radical. Ex.: sol, chuva, roupa,
  2. - Composto: Possui 2 ou mais radicais. Ex.: girassol, guarda-chuva, sexta-feira

Por fim, tem o substantivo coletivo que designa vários de uma mesma coisa/espécie/grupo.
ex: Alcatéia (de lobos), enxame (de abelhas), cardume (de peixes).

O mesmo substantivo pode se enquadrar em mais de uma classificação ao mesmo tempo. Ex: A palavra "menininha", é um substantivo feminino biforme (gênero), está no singular (número) e é um substantivo diminutivo sintético (grau). É também um substantivo comum, concreto, simples e derivado.

Esperamos que tenham gostado de nossas dicas e que sigam acompanhando as novidades por aqui. Bons estudos.

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Governo autoriza 1.481 vagas no IBAMANível: Médio, Superior07/07/2020844R$ 5.225,00
Concurso IBAMA 2020: Sai edital para Brigadistas temporáriosNível: Médio, Superior07/07/2020844R$ 5.225,00
IBAMA divulga localidades das 1.481 vagas autorizadasNível: Médio, Superior07/07/2020844R$ 5.225,00
Exército abre seleção para Sargento e Oficial temporário na 3ª RM que fica no RSNível: Médio, Superior10/07/2020Cadastro ReservaR$ 7.315,00
Comentários
Carregar comentários