17/08/2021
13/10/2021
07/11/2021
R$ 3.238,47
36
08/11/2021

Anexos

Saiu o edital PGE-PA 2021. A Procuradoria-Geral do Estado do Pará divulgou por meio do Diário Oficial do Estado de 09 de agosto, o aguardado edital de concurso público destinado ao preenchimento imediato de 36 vagas, sendo 12 para Assistente de Procuradoria de nível médio e 24 para carreiras de nível superior da Procuradoria. As inscrições na seleção começam no dia 17 de agosto.

O concurso será executado pela Fundação CETAP, e o edital reserva ainda três vagas para as pessoas com deficiência. Haverá também formação de cadastro reserva para mais chamadas de aprovados dentro do prazo de validade do concurso.

Concurso da PGE-PA tem vagas de nível médio e superior

Para candidatos de nível médio as vagas são para três áreas, sendo:

  • Assistente de Procuradoria (5) - Exige ensino médio;
  • Assistente de Procuradoria - Informática (6) - Exige certificado de conclusão de curso técnico profissionalizante na área de informática, em nível médio, ou equivalente;
  • Assistente de Procuradoria - Contabilidade (1) - Exige curso técnico em contabilidade ou equivalente;

Já de nível superior, as 24 vagas são para as seguintes especialidades de atuação:

  • Administração (1) - Exige graduação de nível superior em administração e inscrição na entidade de classe;
  • Biblioteconomia (1) - Exige diploma de graduação de nível superior em biblioteconomia, mais inscrição na entidade de classe;
  • Ciências Contábeis (3) - Exige graduação de nível superior em ciências contábeis e inscrição no conselho da classe;
  • Direito (14) - Exige diploma de bacharel em direito expedido por instituição de ensino superior reconhecida pelos órgãos governamentais;
  • Informática (3) - Exige graduação de nível superior na área de ciência da computação, tecnologia em processamento de dados ou engenharia da computação.
  • Matemática/Estatística/Economia (1) - Exige diploma de graduação de nível superior na área de economia, estatística ou matemática e inscrição no conselho da classe;
  • Técnico em Gestão de Procuradoria (1) - Exige graduação de nível superior em qualquer área de formação.

O salário será de R$ 1.257,30 para os cargos de Assistente de Procuradoria e de R$ 3.238,47 para Técnico de Procuradoria, por regime de trabalho de 30 horas por semana.

Inscrição PGE-PA até outubro

As inscrições no concurso público devem ser realizadas das 08 horas do dia 17 de agosto até as 23h59min do dia 13 de outubro de 2021, somente via internet, no endereço eletrônico www.fundacaocetap.com.br. Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 48,00 para nível médio e R$ 59,99 para os cargos de nível superior. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até as 23h59min do dia 14 de outubro.

Estará isento do pagamento da taxa de inscrição o candidato que estiver inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e for membro de família de baixa renda, além das pessoas com deficiência.

Provas em novembro

O concurso terá até 3 etapas de avaliação, conforme o cargo, sendo:

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova de títulos, de caráter classificatório.

As provas objetivas e a prova discursiva terão a duração de 5 horas e serão realizadas no dia 07 de novembro de 2021, na cidade de Belém-PA no turno da manhã para os cargos de nível médio e no turno da tarde para os cargos de nível superior, sendo os locais e horários divulgados no dia 27 de outubro.

A prova objetiva de múltipla escolha terá 60 questões e será atribuída nota de 0 a 10 pontos. Veja a composição da prova objetiva:

Cargos de nível médio (exceto para área de Informática):

  • 10 questões de Língua Portuguesa;
  • 05 questões de Ética no Serviço Público;
  • 05 questões de Informática.
  • 10 questões de Legislação;
  • 10 questões de Noções de Direito;
  • 20 questões de Conhecimentos Específicos;

Cargo de Assistente de Procuradoria - Informática

  • 10 questões de Língua Portuguesa;
  • 10 questões de Ética no Serviço Público;
  • 10 questões de Legislação;
  • 10 questões de Noções de Direito;
  • 20 questões de Conhecimentos Específicos;

Cargos de nível superior (exceto para áreas de Direito e Informática):

  • 10 questões de Língua Portuguesa;
  • 05 questões de Ética no Serviço Público;
  • 05 questões de Informática.
  • 10 questões de Legislação;
  • 10 questões de Noções de Direito;
  • 20 questões de Conhecimentos Específicos;

Cargo de Técnico de Procuradoria - Direito

  • 10 questões de Língua Portuguesa;
  • 10 questões de Ética no Serviço Público;
  • 10 questões de Legislação;
  • 10 questões de Informática;
  • 20 questões de Conhecimentos Específicos;

Cargo de Técnico de Procuradoria - Informática

  • 10 questões de Língua Portuguesa;
  • 10 questões de Ética no Serviço Público;
  • 10 questões de Legislação;
  • 10 questões de Noções de Direito;
  • 20 questões de Conhecimentos Específicos.

Para cada questão, existirão 04 alternativas de resposta (A, B, C e D), da qual apenas uma será correta, de acordo com o comando da questão. Será considerado aprovado na prova objetiva o candidato que obtiver o mínimo de 50% da pontuação total da prova e que não obtenha pontuação igual a 0 nas questões de língua portuguesa.

Os gabaritos oficiais preliminares sairão a partir das 10 horas do dia 08 de novembro, e o resultado da etapa objetiva sairá no site da organizadora no dia 24 de novembro.

Já a prova discursiva consistirá na elaboração de texto dissertativo e/ou argumentativo, com extensão mínima de 20 linhas e máxima de 30 linhas, com base em tema formulado pela banca examinadora, primando pela clareza, precisão, consistência e concisão. A prova terá o objetivo de avaliar os conhecimentos gerais e os conhecimentos específicos, pertinentes a cada cargo, constantes do conteúdo programático e, ainda, a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da língua portuguesa.

O texto definitivo da prova discursiva deverá ter início na linha identificada com o número um, na folha de redação da prova. Segundo o edital, a falta de observação dessa orientação acarretará a anulação da prova do candidato.

A prova discursiva observará os seguintes critérios e pontuações:

  • Uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa e Coesão Textual: 5 pontos;
  • Usa norma culta quanto aos aspectos gramaticais: 1 ponto;
  • Emprega coesão textual: 1 ponto;
  • Estrutura a frase adequadamente: 1 ponto;
  • Emprega pontuação corretamente: 1 ponto;
  • Utiliza ortografia e acentuação gráfica correta: 1 ponto;
  • Domínio do Conteúdo e Argumentação pertinente ao Tema: 5 pontos;
  • Apresenta adequação ao tema proposto: 2 pontos;
  • Demonstra adequação à tipologia textual: dissertação: 2 pontos;
  • Apresenta coerência textual (texto completo com início, desenvolvimento e fim, sem contradições): 1 ponto.

Serão considerados aprovados na prova discursiva os candidatos que obtiverem o mínimo de 60% da pontuação total da prova;

O prazo de validade do concurso é de dois anos a contar da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Anexos