01/04/2022
04/05/2022
05/06/2022
R$ 2.180,00
1.000
06/06/2022

Anexos

No início do mês de novembro, Ricardo Nunes, prefeito da Cidade de São Paulo autorizou a realização do concurso para a contratação de 1.000 novos agentes para a Guarda Civil Metropolitana. O aumento do efetivo faz parte do Programa de Metas municipal, contemplando o eixo SP Segura e Bem Cuidada. O objetivo estratégico da contratação é ampliar a presença de policiamento da GCM na cidade e a recomposição do efetivo, aumentando a capacidade de ações protetivas.

Serão 1.000 vagas abertas de nível médio. Além disso, o candidato deverá ter entre 18 e 35 anos de idade, altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres e Carteira de habilitação a partir da categoria "B".

Os candidatos aprovados no concurso público passam por formação, na Academia de Formação em Segurança Urbana. A grade curricular compreende Conhecimentos Institucionais;

  • Papel do Guarda Civil Metropolitano de São Paulo e sua Atuação Preventiva e Comunitária;
  • Conhecimento Jurídico Aplicado ao Cotidiano da Guarda Civil Metropolitana;
  • Comunicação e Gerenciamento de Informações na Guarda Civil Metropolitana;
  • Funções Técnicas e Procedimentais da Guarda Civil Metropolitana Valorização Profissional e Saúde Direitos Humanos.

Os agentes formados compõem a equipe como guardas 3ª Classe, integrando guarnições com agentes mais antigos nas diversas atuações na segurança da Cidade.

A Guarda Civil Metropolitana conta ainda com carreira de progressão funcional, possibilitando evolução nos quadros de graduação, sendo:

  • Nível 1: 3ª Classe à Classe Especial;
  • Nível 2: Classe Distinta e Subinspetor;
  • Nível 3: Inspetor e Inspetor de Divisão;
  • Nível 4: Inspetor de Agrupamento e Inspetor Superintendente.

Comissão do concurso

Já foi instituída a comissão responsável por planejar, coordenar e propor diretrizes para a realização do concurso. O documento foi divulgado no Diário Oficial do Estado em outubro de 2021.

O grupo é formado pelos seguintes servidores:

  • Maria das Dores Alves de Oliveira - RF 629.771.4 - Chefe de Gabinete da SMSU Gabinete da SMSU;
  • Dulce Helena Nunes - RF 577.817.4 - Diretora da Divisão de Recursos Humanos da SMSU;
  • Rodrigo Ventin Sanches - RF 735.749.4 - Procurador do Município, Chefe da Assessoria Jurídica da SMSU;
  • Humberto Luís Braga Alves Mendes - RF 602.041.1 - Assistente de Gestão de Políticas Públicas da Assessoria Técnica da SMSU;
  • Vinicius Felix da Silva - RF 811.364.5 - Analista de Políticas Públicas e Gestão Governamental da Assessoria Técnica da SMSU;
  • Marco Antônio da Silva - RF 580.236.9 - Inspetor Superintendente, Corregedor Adjunto da Corregedoria Geral da GCM;
  • Alessandro Montini - RF. 653.186.5 - Inspetor de Divisão, Comandante Regional, representante do Comando da GCM;
  • Ailton Rodrigues de Oliveira - RF 680.227.3 - Inspetor Superintendente, representante do Comando Geral da GCM;
  • Nelson Correa de Souza - RF 653.527.5 - Inspetor de Divisão, representante da Academia de Formação em Segurança Urbana.

Último concurso da GCM foi em 2013

O último concurso público da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo ocorreu no ano de 2013. O certame publicado contou com 2.000 vagas, sendo 1.400 para os homens e 600 para mulheres. O regime de contratação foi o estatutário.

O salário inicial, na época, chegava a R$1.377,72, por jornada de 40 horas semanais. Além disso, os aprovados contavam com auxílio-refeição no valor diário de R$ 13,46, podendo chegar a R$ 296,12 (média de 22 dias) e vale-alimentação mensal de R$ 244,36.

O concurso contou com provas objetivas e teste de aptidão física. Na parte objetiva, o exame trouxe 50 questões, distribuídas entre as matérias de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Atualidades, Noções de Informática, Direitos Humanos e Geografia.

Os aprovados na primeira parte passaram, em seguida, ao curso obrigatório de formação, com carga de 600 horas/aula. O período de formação é em torno de seis meses.

Anexos