20/06/2022
12/07/2022
14/08/2022
R$ 14.271,70
A divulgar
15/08/2022

Anexos

Divulgado no Diário Oficial da União, nesta segunda-feira, dia 01 de agosto, a data, o horário e o local das Provas Objetivas e Discursivas do concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região.

De acordo com o edital de convocação, as provas serão aplicadas no dia 14 de agosto de 2022, no turno da manhã e da tarde. Em ambos os períodos, os candidatos terão 4h30 para realizar 60 questões de múltipla escolha, além de uma redação.

Durante o período da manhã serão realizadas as provas objetivas e discursivas para o cargo de Técnico Judiciário - Área Administrativa. Os candidatos deverão se apresentar às 7h30, pois os portões devem fechar às 8h.

Pelo período da tarde, será a vez dos candidatos inscritos aos cargos de Analista Judiciário, nas diferentes áreas e especialidades realizarem as provas objetivas e discursivas. Deverão se apresentar ao local às 14h, tendo em vista que o fechamento dos portões ocorrerá às 14h30.

As provas serão aplicadas nas cidades de Curitiba, Cascavel, Guarapuava, Londrina e Maringá - Estado do Paraná. Para consultar o local específico da prova, os candidatos poderão acessar o Cartão Informativo, que será encaminhado por e-mail e também, disponibilizado no site da empresa organizadora Fundação Carlos Chagas - FCC.

Caso o candidato possua alguma dúvida acerca do local, da data e do horário de aplicação das provas, este poderá entrar em contato, até o terceiro dia que antecede a aplicação das provas, pelo Serviço de Atendimento ao Candidato - SAC da Fundação Carlos Chagas, pelo telefone (0XX11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira, úteis, das 10 às 16 horas (horário de Brasília), ou consultar no site da FCC.

O edital de convocação alerta para a importância do candidato observar todas as instruções contidas no edital n° 01/2022 e levar o Cartão Informativo no dia da realização da prova.

A prova terá a duração de 4h30, sendo que o candidato deverá permanecer no mínimo 3 horas.

Conteúdos

Tribunal Regional do Trabalho do Paraná:

  • Conhecimentos Gerais: Língua Portuguesa; Matemática e Raciocínio-Lógico.
  • Conhecimentos Específicos: Direito do Trabalho; Direito Processual do Trabalho; Direito Civil; Direito Processual Civil; Direito Constitucional; Direito Administrativo.

Analista Judiciário - Área Judiciária - Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador Federal:

  • Conhecimentos Gerais: Língua Portuguesa; Matemática e Raciocínio-Lógico.
  • Conhecimentos Específicos: Direito do Trabalho; Direito Processual do Trabalho;
    Direito Civil; Direito Processual Civil; Direito Constitucional; Direito. Administrativo

Analista Judiciário - Área Administrativa - Especialidade: Contabilidade:

  • Conhecimentos Gerais: Língua Portuguesa; Matemática e Raciocínio-Lógico.
  • Conhecimentos Específicos: Direito Constitucional; Noções de Direito Administrativo; Contabilidade Geral; Contabilidade Pública; Noções de Auditoria Governamental; Contabilidade Tributária; Administração Orçamentária e Financeira.

Técnico Judiciário - Área Administrativa:

  • Conhecimentos Gerais: Língua Portuguesa; Matemática e Raciocínio-Lógico.
  • Conhecimentos Específicos: Noções de Direito do Trabalho; Noções de Direito Processual do Trabalho; Noções de Direito Constitucional; Noções de Direito Administrativo.

Vagas

O concurso do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, divulgado pela empresa organizadora Fundação Carlos Chagas, será para a formação de Cadastro de Reserva em cargos de nível superior e médio.

Para o nível superior, são ofertadas vagas para os cargos de:

  • Analista Judiciário - Área Judiciária
  • Analista Judiciário - Área Judiciária - Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal
  • Analista Judiciário - Área Contabilidade

Já com requisito de nível médio há vagas para o cargo de Técnico Judiciário - Área Administrativa.

Os candidatos efetivados recebem uma remuneração que varia entre R$ 7.591,37 a R$ 14.271,70. Além do salário base, os funcionários recebem benefícios de Auxílio-alimentação, Assistência pré-escolar, Assistência médica e odontológica, Auxílio-transporte e Adicional de Qualificação.

Os candidatos serão contratados em regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, após aprovação em estágio probatório. O concurso possui validade de 2 anos e poderá ser prorrogado por igual período.

Anexos