Em breve
Em breve
R$ 4.506,00
314

A Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres e Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal (SEDEST-DF) publicou no Diário Oficial do DF desta quarta-feira, 05 de junho o resultado preliminar da prova objetiva dos candidatos ao concurso público para provimento de 18 vagas no cargo de Especialista em Assistência Social - Educador Social. - veja o resultado.

Etapas

O resultado preliminar da prova objetiva pode ser consultado também no endereço eletrônico da banca organizadora - www.ibrae.com.br.

O concurso avaliou os candidatos por meio das seguintes etapas:

- Prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos, de caráter eliminatório e classificatório;
- Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, (apenas para o cargo de Especialista);
- Avaliação psicológica, de caráter unicamente eliminatório;
- Sindicância de vida pregressa e investigação social, de caráter unicamente eliminatório.

As Provas Objetivas foram compostas por 50 questões de língua portuguesa, atualidades, noções de direito constitucional e noções de direito administrativo, assistência social e de conhecimentos específicos. Cada questão teve peso de 2 pontos, totalizando 100 pontos, e será eliminando do concurso o candidato que não obtiver 60% do total de pontos da prova.

O candidato aprovado e classificado, quando nomeado, deverá submeter-se à avaliação médica pré-admissional (obrigatório), bem como apresentar-se munido dos documentos exigidos.

O candidato que desejar interpor recurso contra o resultado preliminar da prova objetiva, deverá acessar o Portal do Candidato na página eletrônica do IBRAE de 07 a 20 de maio de 2019, conforme as orientações e instruções ali contidas.

 

Vagas na SEDEST-DF

São 314 vagas no concurso, mais formação de cadastro reserva em cargos atualmente vagos da administração nas funções de Técnico e Especialista em Assistência Social.

Para candidatos de nível médio são 127 vagas para a função de Técnico em Assistência Social, sendo 17 para Técnico Administrativo, 100 para Agente Social e 10 vagas para Cuidador Social. O salário dos profissionais será de R$ 2.600,00 por jornada de trabalho de 30 horas semanais.

Já para candidatos de nível superior as outras 187 vagas estão abertas para Especialista em Assistência Social nas especialidades de Educador Social (18), Direito e Legislação (10), Pedagogia (8), Psicologia (49), Serviço Social (83), Administração (3), Ciências Contábeis (3), Comunicação Social (2), Economia (3), Estatística (3) e Nutrição (5). Os rendimentos destes cargos serão de R$ 3.599,70, também por jornada de trabalho de 30 horas por semana.

Do total de vagas abertas, 20% serão reservadas aos candidatos portadores de deficiência.

A validade do concurso público será de dois anos, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Sobre o órgão

A Secretaria é responsável pela execução das políticas de Assistência Social, Transferência de Renda e de Segurança Alimentar e Nutricional, realiza de forma integrada às demais políticas setoriais e se organiza por meio do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). O SUAS é organizado em níveis de proteção: Proteção Social Básica e Proteção Social Especial, de modo a atender às demandas dos cidadãos de acordo com o nível de complexidade.

A Política de Assistência Social tem como fundamento legal a Constituição Federal Brasileira (1988), a Lei Orgânica da Assistência Social (1993), além de normas, portarias, decretos, entre outros dispositivos