O que faz um Policial Rodoviário Federal?

Seu trabalho é junto das rodovias federais do país, atuando em ações de fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo. Saiba mais sobre essa profissão.

Por:
0
0 share
0 tweets
0 share

O concurso da Polícia Rodoviária Federal, cujo edital foi publicado no Diário Oficial da União na manhã desta quarta-feira, 28 de novembro, já era bastante esperado por muitas pessoas que pretendem seguir carreira na PRF, e com a divulgação do documento, milhares de pessoas devem se inscrever para o cargo. Mas afinal, você sabe o que faz um policial rodoviário federal?

Saiba o que faz um policial rodoviário federalDe acordo com o edital publicado, onde estão descritas as atividades que serão realizadas pelos candidatos aprovados, o policial rodoviário federal deve realizar atividades envolvendo fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo. Ele deverá evitar crimes de trânsito, por exemplo, e deverá fiscalizar as rodovias federais.

Além disso, também é trabalho do policial rodoviário federal o controle e apreensão de cargas irregulares e/ou ilegais que tentam cruzar as fronteiras do país, bem como policiar essas mesmas fronteiras a fim de evitar que tráficos e contrabandos as cruzem. Outro papel fundamental exercido pelos servidores da PRF é o atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários. Fora isso, eles também têm outras atribuições específicas relacionadas com a área operacional na qual o policial irá trabalhar.

SALÁRIO

O salário de um policial rodoviário federal é, atualmente, de R$ 9.473,57 e sua jornada de trabalho será de 40 horas semanais. A remuneração passará para R$ 9.899,88 em janeiro de 2019, após a sanção do projeto de lei 5865/2016, que reestrutura os vencimentos. Há ainda o benefício de auxílio-alimentação no valor de R$ 458,00. Os ingressantes em áreas de fronteira recebem ainda um adicional de R$ 91,00 por dia trabalhado.

Como requisito primário, ele deve ter ensino superior em qualquer área de formação e deve comprovar isso apresentando o diploma. A instituição de ensino deve ser reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

REQUISITOS

Para tomar posse, entre os requisitos básicos está: ter no mínimo 18 anos completos, ter sido aprovado no no concurso público, ser brasileiro ou português - mas no caso de nacionalidade portuguesa, deve estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos - também deve estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino, e quite com as obrigações eleitorais.

Outro requisito ainda, é possuir Carteira Nacional de Habilitação ou permissão para conduzir veículos automotores de, no mínimo, categoria 'B', válida e sem impedimentos, e que não possua observação de adaptação veicular ou restrição de locais e(ou) horário para dirigir. O candidato deve ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo e não deve ter qualquer contra-recomendação em sua Investigação Social.

LOTAÇÃO

No caso do concurso que está sendo realizado, os candidatos aprovados serão lotados na Unidade Federativa (UF) que ele escolher no momento da inscrição e ele deverá permanecer preferencialmente nesse local por pelo menos três anos. Para que aconteça o remanejamento de servidores, a PRF também realiza concurso interno (remoção).

Avalie esta notícia

Nota:

(5.0/5.0)

Concursos Abertos

Busca avançada de concursos
Concursos Previstos Últimas Notícias
carregando...
FAÇA UM COMENTÁRIO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar