Redação: Veja 10 dicas para se sair bem na prova discursiva

A prova discursiva gera muitas incertezas e ansiedade, mas conhecer algumas técnicas pode ajudar a tornar essa etapa mais fácil. Saiba como montar um bom texto e como estudar para isso.

Por

Não adianta! Por mais difícil que possa ser uma prova objetiva, a grande vilã dos concursos públicos é quase sempre a prova discursiva ou redação. Isso porque ela desperta muitas dúvidas e preocupações no candidato. Por um lado, você precisa compreender muito bem o tema proposto no certame para poder falar sobre ele com certeza. Por outro, o candidato também precisa cuidar de aspectos técnicos como ortografia, número de linhas, letra legível.

Isso tudo gera mesmo muita ansiedade até mesmo naquelas pessoas que tem facilidade para escrever, então, o que dirá quem não tem essa aptidão, não é mesmo? No entanto, sempre há alguma técnica que pode te ajudar na hora de redigir um bom texto. O Ache Concursos vai te apresentar algumas delas a seguir.

1) Entenda o tema: leia o enunciado atentamente e mais de uma vez antes de começar a escrever. Preocupe-se em entender o que está posto, qual é o tema apresentado. Isso é muito importante porque não raro candidatos são eliminados de certames por se desviarem do assunto proposto. Então, reflita sobre o tema. Busque em sua memória tudo o que for possível sobre ele.

Utilize rascunhos na hora de escrever a redação2) Use rascunhos: comece anotando seus pensamentos em tópicos. Tudo o que lhe vier à cabeça, anote, porque as ideias costumam fugir. Depois, pense em como organizar esses tópicos, verifique se eles possuem alguma relação entre eles, divida-os por parágrafos pensando em como encadeá-los, mantendo uma linha de raciocínio. Depois, utilize o rascunho para começar a desenvolver cada uma dessas ideias, já construindo um primeiro esboço dos parágrafos. Então é só ir aprimorando o texto.

3) Dê sua opinião já na introdução: isso é importante para o desenvolvimento do seu texto e facilita o processo também, porque você estará escolhendo uma linha de raciocínio e então seguirá por ela até o final. Comece mostrando que você entendeu o tema proposto, repetindo aspectos gerais sobre o tema e então, dê sua opinião.

4) Argumente no seu desenvolvimento: uma forma de escrever boas redações é trabalhar o seu desenvolvimento com argumentações a respeito do porque você tem aquela opinião apresentada na introdução. Pense que você está conversando com alguém e precisa apresentar essa sua opinião, ou até mesmo convencê-lo disso. Ficará mais fácil de escrever. Mas atenção: procure argumentos consistentes, ok? Não vale dizer que você acha que é assim, porque é assim e pronto. Se você tiver em mente alguma citação ou algum autor que fale sobre o tema, utilize-o, reforce que a sua opinião também e a opinião de especialistas.

5) Convença na sua conclusão: você apresentou sua opinião na introdução e argumentou sobre ela no desenvolvimento. Agora é a hora de concluir sua ideia, reforçá-la, e dependendo do assunto, até mesmo apresentar uma boa solução para o problema relacionado ao tema proposto. Diga o que você faria se pudesse resolver aquela situação.

6) Evite vocabulários difíceis: um grande erro que muitos concurseiros cometem ao construir suas redações, é o de tentar utilizar vocabulários mais cultos, técnicos ou até científicos, na tentativa de parecerem mais entendidos no assunto. Mas essa é apenas uma forma mais fácil de cometer erros. Se você não está acostumado a utilizar esse tipo de linguagem, não se arrisque. As chances de utilizar um termo errado são grandes e então, você não vai impressionar ninguém. Utilize um vocabulário mais simples, e coloque conteúdo nele. É mais garantido. O mais importante é se fazer entender. Evite clichês e frases de efeito também, ok?! Eles são chatos para quem está lendo. Seja objetivo. Só não vale, é claro, utilizar gírias ou abreviações como você costuma fazer nas redes sociais, está bem?!

7) Estética: essa não é a parte mais importante, afinal, o que mais importa mesmo é o conteúdo da redação. Ainda assim, vale a pena observar algumas coisas para deixar a redação arredondada. Evite, por exemplo, rasuras. Você pode errar, reescrever e rabiscar o quanto quiser no rascunho, mas na hora de passar para a folha de redação, concentre-se totalmente nessa tarefa. Procure manter um padrão de letra (se começar cursiva, vá com a cursiva até o fim), e parágrafos com mais ou menos o mesmo tamanho (em torno de 4 a 6 linhas). Cuide os espaços também. Se é pedido um número mínimo de linhas, cumpra com isso. Mas nunca ultrapasse o espaço permitido também. Com as margens laterais também é bom ter cuidado. Procure não espremer palavras, mas também não deixe espaço muito grandes. E a letra legível é fundamental. Até para que o avaliador consiga compreender a seu pensamento. O não entendimento de uma palavra escrita pode comprometer a compreensão do todo e reduzir a sua nota. Fique atento.

8) Faça o que a banca pedir: essas dicas de redação, porém, só são válidas se a banca realmente quer uma redação completa. Há casos, por exemplo, em que eles pedem um texto argumentativo para responder uma pergunta. Nesse caso não é necessária uma introdução, desenvolvimento e conclusão nos mesmos moldes da redação. Apenas responda à pergunta feita apresentando sua opinião e argumentando sobre ela. Em outros casos, eles pedem uma estrutura específica, com exemplificações e descrições e nesses casos, costumam colocar a palavra “necessariamente” no enunciado. Isso significa que você precisará seguir o que eles estão pedindo e se não o fizer, corre sério risco de zerar a redação e ser desclassificado. Então leia o enunciado!

9) Exercite a redação: você pode não gostar, mas só vai pegar o jeito da escrita, exercitando-a. E pode parecer chato ficar escrevendo em casa, durante os estudos, mas isso irá facilitar a sua vida na hora da prova, o que é tudo de bom, né?! Também vale dar uma conferida nos tipos de redação de cada uma das bancas, porque em muitos casos elas possuem estilos de aplicação das redações. Conhecer o estilo da banca que organizará o concurso que você vai fazer, pode facilitar muito, ou, pelo menos, evitará grandes surpresas. Você pode até mesmo fazer as redações anteriores propostas pela banca.

9) Exercite a leitura: para estar efetivamente preparado para a redação não basta apenas conhecer as técnicas, é preciso conhecer o assunto proposto. Por isso, todo o concurseiro precisa ter o hábito de acompanhar notícias e ler sobre variados assuntos. Assim, as chances de ter bons argumentos são maiores e o vocabulário também melhora.

Atenção: não pense no seu texto como uma fórmula, porque elas não costumam ser criativas. Utilize as ideias passadas aqui como um norteador da sua escrita caso encontre dificuldades para fazer isso. Mas lembre-se que um texto criativo também vale muito. Se você tiver uma inspiração, use-a. Se surgir uma ideia diferente para começar o texto, experimente, coloque essa ideia no rascunho. Não tenha medo. Quanto mais à vontade você estiver, mais facilmente as ideias virão e fluirão para o papel. 

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Marinha realiza concurso para Capelão em 2019Nível: Superior20/05/20191R$ 8.245,00
Marinha Mercante abre concurso para Aquaviários em Itajaí-SCNível: Fundamental20/05/201925
Marinha abre concurso no Corpo de Saúde para MédicosNível: Superior20/05/201986R$ 8.245,00
Aeronáutica abre concurso para médicos com 80 vagas no CAMARNível: Superior28/05/201980R$ 8.245,00
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais