Estudos durante a pandemia; veja 10 dicas para render mais

Estudar está sendo uma tarefa difícil para muitos nessa pandemia. Mesmo com tempo de sobra, muitos não estão conseguindo manter o ritmo. Confira dicas de como render mais.

Por Mateus Nunes de Paula

A pandemia do novo coronavírus trouxe muitas mudanças na vida das pessoas em geral, inclusive dos concurseiros. Uma das mais significativas está sendo o isolamento social. Além, claro, da suspensão de diversas provas de concursos, cancelamentos de outros e adiamento de novos editais.

Apesar de muitos estudantes permanecerem mais tempo em casa, há diversos relatos de gente que está com dificuldade de estudar e manter o rendimento. Ainda, mesmo com tempo de sobra, há muita dificuldade em manter a constância, organização e produtividade para manter uma rotina eficiente em razão de toda a tensão e ansiedade que o atual cenário trouxe.

Tente colocar em mente a importância em se manter firme nos seus objetivos e não se deixar vencer pela angústia, estresse e outros problemas. Acredite que esse pode ser o momento ideal para mudar a sua vida, conseguir a tão esperada aprovação e adquirir a sonhada estabilidade num futuro próximo. Sem mais delongas, veja como render mais nos estudos mesmo com a pandemia.

Dicas para estudar durante a pandemia

Use o tempo como uma segunda chance

Não deixe que essa adversidade interrompa seus objetivos. Apesar de toda ansiedade que isso está causando em muitas pessoas, tente manter o foco, pois as coisas vão melhorar. Tudo isso vai passar muito em breve, novos editais serão lançados antes do que você imagina e muitas oportunidades virão por aí. Se você não tinha com muito tempo para estudar antes, agora tem a chance de fechar aquela matéria da qual não teve tempo de estudar ou aprender com mais calma. Use o tempo a seu favor.

Estabeleça limites

A vontade de ficar no sofá comendo guloseimas e assistindo Netflix é muito grande, mas tente estabelecer limites para não perder o foco. Não estamos dizendo que você não pode dar uma pausa, muito pelo contrário. Descansar e se distrair um pouco é muito importante, mas não abuse a ponto de ficar dias sem estudar.

Organize a nova rotina

Um cronograma diário com as tarefas, horários e metas pode ser bem interessante para manter a organização. Já demos algumas dicas em artigos anteriores de como estabelecer um cronograma de estudos, vale a pena dar uma olhada.

No cronograma você pode incluir as disciplinas e tópicos a serem estudos no dia, pode colocar os afazeres domésticos, demais tarefas inadiáveis no dia e outros compromissos para que não deixe nada de lado. Organização é tudo.

Estabeleça um bom ambiente de estudos

É muito importante ter um local apropriado para estudar que seja, de preferência, separado dos cômodos com muito barulho e com circulação de pessoas da família. Escolha um local e mantenha sempre limpo, arejado, organizado e silencioso. Isso é muito importante para conseguir evitar as distrações, ainda mais se você estiver em isolamento com a sua família.

Confira 8 dicas para montar um ambiente de estudos na sua própria casa

Não estude além da conta

Isso mesmo! Passar mais de 10 horas líquidas de estudos pode acabar sendo mais prejudicial do que produtivo, pois no outro dia você estará totalmente esgotado e sem vontade para iniciar mais um dia de leitura. Apesar do tempo sobrando, isso não significa que você precise estudar até cair no sono em cima dos livros. Estudo requer equilíbrio e bom senso, então respeite seus limites e conheça-os.

Mantenha o corpo e a mente saudáveis

Estamos em um momento muito delicado em que a saúde está sendo colocada em primeiro lugar. Portanto, cuide da sua, tanto física quanto mental. Uma boa dica é manter uma rotina de exercícios físicos de forma habitual, caso possa fazer isso. Há diversas opções de atividades físicas em casa sem precisar ir à academia ou ir a locais públicos, já que é preciso evitar aglomerações.

No próprio YouTube há educadores físicos que postam vídeos com dicas de exercícios que podem ser feitos sem sair de casa. Além disso, tenha uma alimentação saudável, mantenha-se hidratado e cuide-se ao sair de casa.

Dê um tempo nas redes sociais

Um bom conselho neste momento é dar uma pausa nas redes sociais não apenas pela distração, mas sim pela ansiedade que ela pode lhe causar com o excesso de informações e até mesmo pelo risco de ser atingido por notícias falsas. Mantenha-se informado, mas não deixe isso tomar o seu tempo.

Cuide do seu psicológico

Está bem difícil para todos manter a mente sã nesse momento tão crítico. Além dos exercícios físicos constantes, ouça também músicas de seu agrado, de preferência a músicas alegres e que elevem a sua auto-estima. Se conseguir, use os primeiros momento da manhã para praticar a meditação durante alguns minutos. Se nunca meditou, comece aos poucos. A meditação auxilia no combate ao estresse, melhora a cognição, ajuda na memória e pode até mesmo melhorar a imunidade. Vale a pena tentar.

Caso esteja passando por um período de muito estresse, ansiedade e até com alguns sintomas de depressão, procure por ajuda profissional. Há muitos projetos na área da saúde atendendo de forma acessível e remota dando um suporte direcionado àqueles que estão sofrendo em razão dos efeitos atuais da pandemia. Um deles é encontrado numa Universidade do Rio Grande do Sul, a UNIVATES - Universidade do Vale do Taquari. Por lá, psicólogos voluntários estão a postos para atuar em diferentes frentes e atendem a comunidade num call center. A consulta feita por profissionais da saúde identificam quem está tendo problemas com o isolamento. A consulta é feita por telefone e não tem custo. Veja mais do projeto Primeiros Socorros Psicológicos (PSP).

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais