Em breve
Em breve
R$ 21.947,82
20

Saiu no Diário Oficial da União desta quarta-feira de 26 de maio o anúncio do novo edital de abertura do concurso público que terá 20 vagas no cargo de Auditor Federal de Controle Externo (AUFC) do Tribunal de Contas da União (edital TCU 2021).

O certame havia sido autorizado em março do ano passado, mas em virtude da pandemia acabou não saindo. Desde então, a seleção ficou parada e nem sequer teve edital de abertura lançado. Agora, Ana Cristina Melo de Pontes Botelho, presidente da comissão do concurso, confirmou o lançamento do edital. A seleção servirá ainda para formação de cadastro reserva para possível provimento de vagas decorrentes de eventuais vacâncias ocorridas durante o prazo de validade do concurso.

Presidente do TCU autoriza 20 vagas para o cargo de Auditor de Controle Externo
TCU terá 20 vagas para o cargo de Auditor de Controle Externo

O novo concurso no Tribunal de Contas da União é previsto desde agosto de 2019, quando o presidente do órgão anunciou uma nova seleção para 2020. De acordo com Monteiro, o novo certame seria para preenchimento 30 vagas, déficit de servidores existente na época. O anúncio foi feito durante a Sessão Plenária realizada em 07 de agosto pelo órgão.

O quantitativo de 20 vagas já estava previsto na Lei Orçamentária Anual de 2020 e, apesar de não constar nenhuma informação sobre os cargos que seriam providos, a expectativa era de que fosse destinado a carreira de Auditor, uma vez que o último concurso público para o cargo teve prazo expirado em 2017.

Auditor do TCU

Para concorrer ao cargo de Auditor Federal de Controle Externo a exigência é de nível superior em qualquer área de atuação. A remuneração inicial do cargo é de R$ 21.947,82, mais benefícios, por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Organizado pelo Cespe/Cebraspe, o último concurso público promovido pelo Tribunal de Contas da União para o cargo de Auditor ocorreu no ano de 2015. Por meio de dois editais o certame ofertou, em um deles, 66 vagas para Auditor Federal de Controle Externo, nas áreas de Auditoria Governamental (36) e Auditoria de Tecnologia da Informação (30). Já o outro edital abriu 42 vagas para carreira de Técnico Federal de Controle Externo na especialidade de Técnica Administrativa que exigia ensino médio.

Para o cargo de Auditor, as provas ocorreram nas cidades de Rio Branco/AC, Macapá/AP, Manaus/AM, Brasília/DF, Cuiabá/MT, Belém/PA e Boa Vista/RR. O concurso teve validade de um ano e foi prorrogado por igual período, até dezembro de 2017.

O último concurso para Auditor do TCU teve as etapas de prova objetiva, de conhecimentos gerais e específicos, prova discursiva (peça de natureza técnica) e Programa de Formação, convocados para este somente os aprovados nas provas objetivas e discursiva. Entre os conteúdos programáticos das provas objetivas estavam:

  • Língua Portuguesa
  • Língua Inglesa
  • Raciocínio Analítico
  • Matemática Financeira
  • Noções de estatística
  • Controle Externo
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Direito Civil
  • Direito Processual Civil
  • Direito Penal
  • Auditoria Governamental
  • Análise de Informações
  • Noções de Economia do Setor Públlico e Regulação
  • Contabilidade
  • Administração Financeira e Orçamentária
  • Administração Pública
  • Gestão, Governança de TI e Engenharia de Software
  • Desenvolvimento de Sistemas
  • Infraestrutura de TI
  • Segurança de Informação
  • Fiscalização de Contratos de Tecnologia da Informação

O Auditor desenvolve atividades de planejamento, coordenação e execução relativas à fiscalização e ao controle externo da arrecadação e aplicação de recursos da União, bem como da administração desses recursos, examinando a legalidade, a legitimidade, a economicidade, a eficiência e a efetividade em seus aspectos financeiro, orçamentário, contábil patrimonial e operacional, dos atos daqueles jurisdicionados ao Tribunal de Contas da União, bem como apoiar o desenvolvimento e suporte a soluções de Tecnologia da Informação necessárias ao TCU.