15/09/2020
05/10/2020
R$ 5.241,22
60

Anexos

Está aberto o aguardado concurso DPDF 2020. A Defensoria Pública do Distrito Federal divulgou no Diário Oficial desta terça, 21 de julho, o edital de normas da seleção que vai preencher 60 vagas imediatas e formar cadastro reserva na carreira de nível superior para atuação como Analista de Apoio à Assistência Judiciária da área de apoio da DP-DF. O concurso público será executado e coordenado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e há reserva de 20% das vagas para candidatos negros e 20% para as pessoas com deficiência.

Concurso DPDF para Analista tem salário de R$ 5,2 mil

As vagas abertas no novo concurso estão distribuídas entre as seguintes especialidades:

  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Direito e Legislação (30 vagas) - Exige graduação em Direito;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Administração (8) - Pede graduação de bacharelado em Administração e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Arquivologia (1) - Exige graduação em Arquivologia e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Arquitetura (2) - Exige graduação em Arquitetura e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Jornalismo (1) - Exige graduação em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Contabilidade (5) - Graduação em Ciências Contábeis e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Economia (1) - Curso de graduação em Ciências Econômicas e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Engenharia Civil (2) - Graduação em Engenharia Civil e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Informática / Banco de Dados (1) - Graduação em Tecnologia da Informação ou diploma de graduação em qualquer área com especialização em Tecnologia da Informação;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária Informática - Desenvolvimento de Sistemas (2) - Curso de graduação em Tecnologia da Informação ou diploma de graduação em qualquer área com especialização em Tecnologia da Informação;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Informática / Redes (3) - Curso de graduação em Tecnologia da Informação ou diploma de graduação em qualquer área com especialização em Tecnologia da Informação;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Psicologia (2) - Curso de graduação em Psicologia e registro no Conselho de Classe;
  • Analista de Apoio à Assistência Judiciária - Serviço Social (2) - Curso de graduação em Serviço Social e registro no Conselho de Classe;

O salário inicial da carreira é de R$ 5.241,22, e há benefício de auxílio alimentação de R$ 394,50 segundo o portal da transparência. O regime de trabalho é de 35 horas semanais, 7 horas diárias.

Inscrição no concurso DPDF vai de setembro a outubro

As inscrições no concurso público devem ser realizadas das 10 horas do dia 15 de setembro até as 18 horas do dia 05 de outubro de 2020, somente via internet, no endereço eletrônico www.cebraspe.org.br/concursos/dpdf_20_analista. Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 101,87

O concurso da DPDF para Analista terá 3 etapas de provas, envolvendo as seguintes fases:

  • Provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório com 120 questões do tipo certo e errado;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório que valerá 50,00 pontos;
  • Avaliação de títulos, de caráter classificatório.

As provas objetivas terão 120 questões, sendo:

  • 50 questões de conhecimentos básicos sobre Língua Portuguesa; Conhecimentos Sobre o Distrito Federal; e Legislação;
  • 70 questões de conhecimentos especializado de cada área, conforme divulgado no edital.

As provas objetivas terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas no dia 08 de novembro nos locais e horários divulgados no dia 30 de outubro de 2020. Os gabaritos oficiais preliminares sairão a partir das 19 horas da data provável de 10 de novembro.

Em caso de empate na nota final no concurso, terá preferência o candidato que, na seguinte ordem:

  • Tiver idade igual ou superior a 60 anos, até o último dia de inscrição;
  • Obtiver a maior nota na prova objetiva de conhecimentos especializados;
  • Obtiver o maior número de acertos na prova objetiva de conhecimentos especializados;
  • Obtiver a maior nota na prova objetiva de conhecimentos básicos;
  • Obtiver o maior número de acertos na prova de conhecimentos básicos;
  • Obtiver a maior nota na prova discursiva;
  • Obtiver a maior nota na avaliação de títulos;
  • Tiver maior idade;
  • Tiver exercido a função de jurado.

São requisitos básicos para a investidura no cargo:

  • Ser aprovado no concurso público;
  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa;
  • Estar em gozo dos direitos políticos;
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo;
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.

A validade do novo concurso será de dois anos a contar da data da homologação deste certame, podendo ser prorrogado por mais dois anos, a critério da Defensoria Pública do Distrito Federal.

Anexos