O Ministério Público suspendeu o concurso realizado pela Prefeitura Municipal de Rio Bonito, no estado do Rio de Janeiro. A ação é resultado de acusações de fraude no processo de seleção do certame, onde moradores da cidade, que também prestaram as provas, notaram que as avaliações, que eram nominais, foram distribuídas de forma errada. A suspeita de fraude aumentou quando os candidatos perceberam que algumas perguntas da prova já continham as respostas corretas grafadas em negrito.

Concurso de Rio Bonito-RJ 2016 é suspenso
A divulgação dos resultados não deixou ninguém surpreso: o filho, a irmã e o cunhado de Helil Cardoso, prefeito da cidade vizinha, Itaboraí-RJ, que é do mesmo partido da prefeita de Rio Bonito, Solange Almeida, tinham sido aprovados. Além deles, o Secretário de Administração da cidade, Marco Aurélio Ferreira Miguez e o Chefe de gabinete de Solange, Waldir Carneiro de Souza Junior, também foram aprovados.

A lista de conhecidos não para por aí: a mulher, a ex-mulher, a filha e a ex-cunhada do Presidente da Câmara de Vereadores de Rio Bonito, Reginaldo Dutra, filiado ao PMDB como os outros, foram aprovados na seleção também, junto com a ex-mulher do ex-chefe de gabinete do parlamentar e suas três irmãs.

Todos passaram para cargos como: inspetor de alunos, merendeira, enfermeira, odontólogo, biólogo, fiscal de tributos e fiscal de postura. Os salários variam entre R$ 880 e R$ 1.101,00. Marco Aurélio, o Secretário de Administração que foi aprovado no concurso, tem salário de R$ 4.700 mensais. Valor que deve cair para R$ 1.001,00 se ele assumir o cargo para o qual foi aprovado. Ele alega que o seu posto atual não é fixo, e que realizou o concurso para conquistar um cargo efetivo, já que gostaria de continuar atuando na Prefeitura da cidade.

O concurso foi suspenso na terça-feira (25) pelo Ministério Público, que não deu detalhes sobre o processo de investigação. Na ocasião, a prefeitura de Rio Bonito divulgou em seu site a seguinte nota:

"A Prefeitura Municipal esclarece que, em razão das supostas irregularidades denunciadas nos diversos meios de comunicação, o Concurso Público está suspenso por prazo indeterminado. A decisão será mantida até que a Justiça e o Ministério Público apurem os fatos e tomem as decisões cabíveis. O poder executivo informa que já estão em curso medidas administrativas apropriadas para a apuração das supostas irregularidades."

O processo seletivo abriu 400 vagas sob regime estatutário, que garante a estabilidade na função, nos empregos que exigiam formação de nível fundamental, médio ou superior. As provas foram aplicadas para todos os candidatos no mês de setembro. Saiba mais.

A prefeita de Rio Bonito tem o nome envolvido também na Operação Lava-Jato e não tentou a reeleição nestas eleições, por "motivos pessoais" de acordo com o que divulgou sua assessoria. Na cidade vizinha, Helil ainda tentou reconquistar o cargo de prefeito para o próximo mandato, mas acabou derrotado nas urnas.

O Instituto Consulpam, com sede em Fortaleza-CE, empresa responsável pela organização do concurso, ainda não se pronunciou sobre o ocorrido e não emitiu nenhuma nota sobre a suspensão da seleção. O Instituto também é acusado de fraude em outro certame. No concurso da Prefeitura de Belford Roxo, cidade carioca com quase 500 mil habitantes, a prova que seria aplicada no mês de outubro, foi suspensa pelo Juiz Estadual da 3ª Vara Cível de Belford Roxo-RJ, que deferiu medida provisória em pedido de uma ação popular.