FUNAI nomeará 213 aprovados no concurso realizado em 2016

A Fundação Nacional do Índio recebeu autorização do Ministério de Estado do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão para a nomeação de 213 aprovados em concurso realizado.

Por: Tamiris Soares
0
0 share
0 tweets
0 share

O Ministério de Estado do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) autorizou a nomeação de 213 aprovados no concurso da Fundação Nacional do Índio (Funai). O provimento dos cargos deverá acontecer entre novembro e 31 de dezembro de 2017.

Funai terá nomeação de 2013 aprovados em concursoA portaria 365, de 10 de novembro, prevê a nomeação de 202 profissionais para a função de Indigenista Especializado, seis para Contador, três para Engenheiro e dois para Engenheiro Agrônomo. Os salários iniciais das funções variam entre R$ 5.345,02 e R$ 6.330,31. Veja a portaria na página 73 do Diário Oficial da União.

Dentre as exigências para a posse no cargo, estão: ter nacionalidade brasileira ou estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, no caso de nacionalidade portuguesa; estar quite com as obrigações eleitorais; estar quite com as obrigações do Serviço Militar (candidatos do sexo masculino); ter idade mínima de 18 anos; ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo, comprovadas por junta médica; ter diploma de curso superior concluído, em nível de graduação; apresentar certidão negativa dos setores de distribuição dos foros criminais dos lugares em que tenha residido nos últimos cinco anos, da Justiça Federal e Estadual; apresentar folha de antecedentes da Polícia Federal e da Polícia dos estados onde tenha residido nos últimos cinco anos, expedida há no máximo seis meses.

Os aprovados e convocados para posse poderão optar pelas unidades descentralizadas da Funai, sediadas nas capitais e no interior, preferencialmente nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima. Além dos cargos que tiveram convocações, o concurso abriu ainda vagas para Engenheiro em Agrimensura.

O concurso foi realizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf) e teve aplicação de provas objetivas em agosto de 2016 e homologação de resultado em 30 de janeiro de 2017. A validade inicial do concurso é de um ano, com possibilidade de uma prorrogação pelo mesmo período. Foram 40 mil candidatos disputando 220 vagas imediatas, mais formação de cadastro reserva. Veja mais no edital de abertura da seleção.

Avalie esta notícia

Nota:

(5.0/5.0)

Concursos Abertos

Busca avançada de concursos
Concursos Previstos Últimas Notícias
carregando...
FAÇA UM COMENTÁRIO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar