Em breve
Em breve
R$ 19.197,06
A divulgar

A Controladoria Geral da União (CGU) vem tentando negociar junto ao Ministério da Economia a autorização para realização de um novo concurso público em 2021. Desde 2015 o órgão vem pedindo nova seleções, quando solicitou, na época, 620 vagas. O órgão confirmou que negocia com o Ministério da Economia uma possível abertura de concurso nos próximos meses.

O novo pedido, feito agora em maio de 2020, pede autorização para provimento de vagas nos cargos de Técnico Federal de Finanças e Controle e Auditor Federal de Finanças e Controle, ainda sem uma resposta definitiva por parte do governo. Ainda não se sabe quantas vagas constam nesse novo pedido, mas provavelmente, caso o Ministério autorize mesmo a seleção, deverá ser feito um corte no percentual do total ofertado, como vem ocorrendo também em outros órgãos.

Em 2018, o órgão protocolou um pedido de autorização para preenchimento de 650 vagas para o cargo de Analista Federal de Finanças e Controle. Tal pedido foi movimentado diversas vezes entre os dias 9 e 11 de abril de 2019 no Ministério da Economia, mas não foi autorizado. A expectativa agora é de que o governo comece a liberar algumas seleções específicas, ainda mais em órgãos de controle, muito requisitados pela população.

Concurso da CGU terá salários de até R$ 19 mil

As duas carreiras pedem formação de nível superior e os Técnicos têm salário inicial fixado em R$ 7.283,31 e os Auditores recebem iniciais de R$ 19.197,06, segundo o portal de transparência do governo. Todos ainda têm direito a auxílio alimentação de R$ 458,00.

Devido ao grande déficit de Auditores e Analistas, é esperado que o concurso seja, enfim, autorizado em breve. De acordo com os últimos dados divulgados, a CGU conta com mais de 1.000 cargos vagos e a maior necessidade está nas unidades regionais, principalmente na região Norte do país.

Último concurso foi há 8 anos

O último concurso da Controladoria Geral da União aconteceu lá em 2012, com oferta de 250 vagas para Analista de Finanças e Controle. A remuneração para o cargo, na época, era de R$ 12.960,77.

O certame contou com seis etapas de avaliação, envolvendo:

  • Prova Objetiva 1 de Conhecimentos Básicos, de caráter eliminatório e classificatório, comum a todas as Áreas;
  • Prova Objetiva 2 de Conhecimentos Específicos, de caráter eliminatório e classificatório, comum a todas as Áreas;
  • Prova Objetiva 3 de Conhecimentos Especializados, para cada Área/Campo de Atuação, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova Discursiva de caráter eliminatório e classificatório, valendo, no máximo 90 pontos;
  • Sindicância de Vida Pregressa de caráter unicamente eliminatório, realizada pela ESAF, segundo regras estabelecidas pela Controladoria-Geral da União.
  • Curso de Formação de caráter eliminatório, ao qual serão submetidos somente os candidatos habilitados e classificados nas Etapas 1 a 4.

O último edital ofereceu vagas para lotação nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.

Total de Vagas

250

Início inscrições

23/04/2012

Fim Inscrições

06/05/2012