Em breve
Em breve
R$ 8.300,00
39

O Ministério da Economia vai abrir uma nova seleção de pessoal para preencher 39 vagas. É o que consta na Portaria Nº 1.095 publicada nesta terça-feira de 15 de setembro no Diário Oficial da União. Segundo o documento (veja abaixo) foi instituída uma comissão especial que ficará responsável pelo novo processo seletivo para contratações que serão novamente por tempo determinado.

A portaria publicada pela Secretaria Executiva da pasta gerenciada por Paulo Guedes começa a organizar a seleção que terá 39 vagas para cargos de nível superior, 37 delas para a área do Direito e duas para Arquivologia. Os salários não foram informados, mas se pegarmos a última seleção do órgão aberta recentemente com 350 vagas na área de TI, giram na casa de R$ 8.300,00.

Ministério da Economia terá concurso para pessoal temporário

As atividades a serem exercidas pelos novos servidores serão de complexidade intelectual elevada e poderão exigir ainda mestrado ou doutorado, requisitos que serão conhecidos quando do lançamento do edital, previsto para sair nos próximos meses. O prazo máximo para isso é fevereiro de 2021, mas o documento deve ser liberado antes pela necessidade de pessoal e pela rapidez na abertura de processos seletivos em comparação aos concursos para o quadro geral.

Os contratos terão duração máxima de 2 anos, mas poderão ser prorrogados. Veja quem forma a comissão da nova seleção:

  • I - Representante da Comissão Especial dos Ex-Territórios Federais de Rondônia, do Amapá e de Roraima da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia:
  • II - Representante da Coordenação-Geral de Desenvolvimento e Movimentação de Pessoal da Diretoria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Gestão Corporativa da Secretaria Executiva do Ministério da Economia (CGDEP/DGP/SGC):
  • III - Representante da Coordenação-Geral de Legislação de Pessoal da Diretoria de Gestão de Pessoas da Secretaria de Gestão Corporativa da Secretaria Executiva do Ministério da Economia (CGLEJ/DGP/SGC):

Caso seja necessária a participação de servidores lotados fora de Brasília, estes participarão por meio de videoconferência. A comissão tem prazo de 90 para concluir os trabalhos. Após isso, o edital deve ser divulgado.

Ministério da Economia forma comissão para nova seleção de pessoal - Reprodução: Diário Oficial
Ministério da Economia forma comissão para nova seleção de pessoal - Reprodução: Diário Oficial

Economia abriu 350 vagas na área de TI

Recentemente, o Ministério da Economia abriu uma outra seleção com 350 vagas na área de Tecnologia da Informação. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) inscreveu até o dia 6 de setembro.

As 350 vagas temporárias foram para Especialista em Análise de Processos de Negócios (50 vagas), Especialista em Ciência de Dados (50 vagas), Especialista em Desenvolvimento de Software (50), Especialista em Experiência do Usuário (50), Especialista Gestão de Projetos (50), Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação (50) e Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados (50). Os cargos pediam diploma de conclusão de curso de nível superior na área, experiência profissional superior a cinco anos em funções de Tecnologia da Informação; ou título de mestrado ou doutorado na área.

O salário oferecido pelo Ministério aos novos contratados é de R$ 8.300,00, por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As provas desta seleção ocorrerão no dia 11 de outubro nos municípios de Brasília/DF, Belém/PA, Florianópolis/SC, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP. Haverá também prova de títulos.