23/05/2011
03/06/2011
18/06/2011
A divulgar
11
20/06/2011

Anexos

A brMalls (BRML3) registrou um lucro líquido ajustado de R$ 62,260 milhões no quarto trimestre de 2020 (4T20), o que representa uma redução de 63,7% em relação a esse período de 2019, conforme mostram os balanços divulgados pela empresa em 11 de março.

O lucro líquido ajustado acumulado em 2020 atingiu R$ 240 milhões, sendo uma retração de 64,6% quando comparado com o resultado de 2019. As ações da companhia estão sendo negociadas por volta de R$ 9 nesta segunda, 15 de março.

A receita líquida do 4T20 foi de R$ 266,733 milhões, mostrando uma queda de 23,8% na comparação anual por causa "das restrições aplicadas ao longo de 2020 nas operações de nossos shoppings, devido aos impactos da covid-19", disse a empresa. Entretanto, quando comparado com o terceiro trimestre do ano (3T20) a receita líquida viu uma recuperação de 28,4% em razão do desempenho no fluxo e nas vendas do período.

Apesar das retrações anuais, especialistas da XP Investimentos disseram que "os resultados do quarto trimestre de 2020 da brMalls (BRML3) foram ligeiramente mais fortes do que os números estimados, impulsionados pelos resultados operacionais sólidos". Com isso, a recomendação da XP é de compra das ações com preço-alvo de R$ 10,70.

Outros destaques

O ebitda ajustado da brMalls ficou em R$ 154,675 milhões no quarto trimestre de 2020, caindo 42% frente ao indicador desse período de 2019, conforme pode ser visto na tabela abaixo. Nesse mesmo período, a margem do ebitda caiu 18,4 pontos percentuais para 58%.

Fonte: RI/brMalls.
Fonte: RI/brMalls.

- Veja os resultados na íntegra.

No 4T20, a receita total com aluguéis da empresa teve queda anual de 24%, ao ficar em R$ 204,722 milhões. Com o funcionamento parcial dos shoppings em meio à pandemia, a receita de estacionamento do 4T20 apresentou redução de 26,7% em relação a esse trimestre de 2019.

As vendas em mesmas lojas da empresa vieram mostrando recuperação desde o primeiro trimestre de 2020 quando a baixa foi de 71%. De forma que, segundo o relatório divulgado, no 3T20 e no 4T20 as retrações foram de 32,6% e 16,3% respectivamente.

Com uma dívida líquida de R$ 2,4 bilhões, a alavancagem da brMalls, dada pela relação de dívida líquida/ebitda, foi de 4,6 vezes no final de 2020.

Anexos