Mais um aumento vem aí. A Petrobras anunciou nesta sexta-feira de 8 de outubro que vai reajustar novamente o preço da venda do gás de cozinha (GLP). O reajuste vai valer a partir deste sábado (9) e com isso novos estados terão o GLP com preço acima de R$ 100 pelo botijão de 13Kg.

Segundo o anúncio da estatal, o GLP vai ficar 7,22% mais caro e o preço passará de R$ 3,60 para R$ 3,86 por kg, o equivalente a R$ 50,15 por 13 kg, sem os impostos, transporte e percentual de revenda.

De acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo) na semana passada o preço médio do gás de cozinha era de R$ 98,70. Em muitos estados o botijão já estava custando mais de R$ 100.

O motivo alegado seria a "elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio, dado o fortalecimento do dólar em âmbito global”, citou a Petrobras.

Vale-Gás

Com esse novo aumento, vai ficar ainda mais difícil para o brasileiro adquirir seu botijão. Alguns governos estaduais já estão dando ajuda na compra do Gás de Cozinha para a população mais carente.

Até aqui, os governos estaduais de São Paulo, Pará, Rio de Janeiro, Piauí, Maranhão, Ceará e o Distrito Federal oferecem o benefício à população carente. Veja quem pode receber.

Vale Gás Nacional - A Câmara dos Deputados aprovou no dia 29 de setembro uma proposta que cria o vale Gás Social, auxílio que servirá para subsidiar a compra de gás de cozinha (GLP) para famílias de baixa renda. O projeto de lei, de autoria do deputado Carlos Zarattini, será enviado para análise do Senado e na sequência, se aprovado, seguirá para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

O benefício prometido pelo presidente Jair Bolsonaro deve ser incluído dentro da reformulação do Bolsa Família, que vai passar a se chamar Auxílio Brasil. Ainda não há data prevista para início desses pagamentos.

Vale Gás Pará - Já está em vigor no novo auxílio Vale Gás criado pelo governo do Pará. O benefício será pago em duas parcelas de R$ 100,00 para famílias inscritas no Cadastro Único (CadÚnic) que possuam renda per capita declarada igual a zero. A primeira parcela do benefício será paga nos dias 30 de setembro e 1º de outubro para cerca de 98 mil de famílias paraenses. A consulta à lista de beneficiários do Vale gás no Pará está disponível no site do Banpará - https://ce.banpara.b.br/valegas/.

Vale Gás DF - O governo do Distrito Federal criou o Programa Cartão Gás para beneficiar as famílias em situação de vulnerabilidade social. O programa visa contemplar 70 mil famílias com um auxílio de R$ 100 pago a cada 2 meses para aquisição de botijões de gás de cozinha (GLP 13kg).

A duração prevista do Cartão Gás é de 18 meses, chegando a R$ 900 pagos aos beneficiários. Para receber o Vale Gás no DF é preciso estar inscrito no Cadastro Único e possuir renda de até meio salário mínimo (R$ 550,00).

A inscrição e consulta para saber se foi contemplado pode ser feita pelo site gdfsocial.brb.com.br.

Vale Gás SP - O governo de São Paulo ampliou o alcance do auxílio Vale Gás SP. O programa oferece benefício de R$ 100 para 426 mil famílias em situação de pobreza e extrema pobreza que possuem renda mensal de até R$ 178.

O auxílio financeiro para compra de botijão de gás de cozinha (GLP 13kg) será pago para os residentes do estado de São Paulo nos meses de julho, setembro e novembro. A consulta de quem vai receber o vale gás em SP pode ser feita pelo CPF ou Número de Inscrição Social (NIS) no site www.valegas.sp.gov.br.

Vale Gás RJ - O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, sancionou a Lei 9.383/21 que determina o pagamento de duas cotas adicionais de R$ 80 no pagamento do auxílio emergencial Supera RJ.

O valor extra será destinado para ajudar as famílias na compra de botijão de gás de cozinha. O auxílio Supera RJ vai contemplar cerca de 350 mil famílias em todo o estado do Rio de Janeiro com o benefício de até R$ 300 pago em 9 parcelas mensais. Todos os critérios de elegibilidade do programa podem ser conferidos no site do programa carioca.

Vale gás CE - No Ceará, o governador Camilo Santana anunciou que o programa Vale Gás Social se tornará uma política pública permanente. O benefício foi criado no início da pandemia da Covid-19 para apoiar famílias em situação de vulnerabilidade social.

O vale gás no Ceará é pago para as famílias beneficiárias do Cartão Mais Infância, inscritas no Cadastro Único, beneficiárias do Bolsa Família com renda per capita igual ou inferior a R$ 89,34 e jovens inseridos no programa Superação.

Vale gás-MA - Lançado em abril, o Vale Gás do governo do Maranhão irá beneficiar 115 mil famílias inscritas no Cadastro Único que receberão um vale para recarga de botijão de gás de cozinha nas distribuídoras credenciadas.

A consulta para saber se você está na lista de beneficiários do programa está disponível no site https://valegas.sedes.ma.gov.br/. Cada pessoa beneficiada terá direito ao recebimento de até três Vale Gás para recargas equivalentes a um botijão de 13kg.