20/09/2021
22/10/2021
12/12/2021
R$ 14.600,30
5
13/12/2021

Anexos

Vem aí um novo concurso na DPE do Amazonas. O novo concurso público teve regulamento publicado para provimento de cargos do quadro de servidores auxiliares da Defensoria Pública do Estado do Amazonas em carreiras de nível médio e superior.

O número de vagas a ser ofertado no novo concurso ainda não foi definido. O edital deve sair até o fim do ano e as vagas serão para as cidades de Manicoré, Nova Olinda do Norte, Borba e Novo Aripuanã.

As oportunidades serão para ingresso nas seguintes carreiras:

  • Analista Jurídico Ciências Jurídicas - Exige curso Superior em Direito ou Ciências Jurídicas, em nível de graduação, devidamente reconhecido.
  • Assistente Técnico - Técnico Administrativo - Exige nível médio.

A mudança no novo concurso será a reserva de vagas. Agora, pessoas com deficiência ficarão com 20% das vagas existentes por Cargo/Especialidade/Polo de Atuação. Ainda, outras 30% serão reservadas para pessoas negras, indígenas e quilombolas.

Segundo o regulamento, o concurso público compreenderá uma fase para o cargo de nível médio e duas para superior, sendo:

  • Provas escritas objetivas e de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, para ambos os cargos;
  • Provas escritas, preferencialmente com estudos de casos, de caráter eliminatório e classificatório, apenas para os cargos de analista.

A prova objetiva, primeira fase do concurso, de caráter classificatório e eliminatório, conterá 60 questões de múltipla escolha, divididas entre 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos para o exercício do cargo e sua especialidade.

No concurso passado, o regulamento saiu no dia 20 de maio e o edital em setembro. As vagas serão oferecidas segundo o critério de regionalização a ser previsto no edital, que prevê também a impossibilidade de relotação ou remoção do servidor para município diverso daquele para o qual prestou o concurso.

- Veja o regulamento do novo concurso DPE-AM

Último concurso foi em 2019

A Fundação Carlos Chagas promoveu o último concurso da DPE-AM. A FCC na época cobrou taxa de inscrição no valor de R$ 85,00 para o cargo de nível médio e R$ 110,00 para o cargo de nível superior.

O concurso foi para as mesmas funções do novo previsto, cargos de níveis médio e superior nas funções de Assistente Técnico de Defensoria e Analista Jurídico do quadro de servidores auxiliares da Defensoria para atuação nas cidades de Coari, Eirunepé, Iranduba, Lábrea, Manacapuru, Maués e São Gabriel da Cachoeira.

Para candidatos de nível superior foram 5 vagas na carreira de Analista Jurídico, cargo que exige curso superior em Direito ou Ciências jurídicas e inscrição na OAB. O salário era de R$ 6.000,00.

Já para ensino médio foram mais 5 vagas imediatas e o cadastro reserva para Assistente Técnico de Defensoria/ Assistente Técnico Administrativo. A remuneração inicial dos Técnicos era de R$ 3.531,95.

Prepare-se: Apostila de estudo específica para cargos da DPE-AM

As provas foram aplicadas dia 15 de dezembro de 2019 nas cidades de Coari, Eirunepé, Iranduba, Lábrea, Manacapuru, Maués e São Gabriel da Cachoeira, conforme opção indicada pelo candidato no formulário de inscrição.

Veja o edital do concurso DPE-AM 2019

Os servidores da DPE-AM recebem ainda auxílio alimentação de R$ 1.100,00 mensais. O concurso tem validade de 2 anos, com possibilidade de prorrogação para as cidades de Coari, Manacapuru, São Gabriel de Cachoeira, Maués e Lábrea.

Anexos