Como cuidar da memória durante os estudos

Confira dicas de como cuidar da memória durante os longos períodos de estudos enfrentados por quem busca um cargo público.

Por Juliana Xavier

Durante a longa jornada de estudos de quem se prepara para muitos concursos públicos, chega um momento em que a mente começa a dar sinais de cansaço, começa a fraquejar, e o estudante passa a enfrentar dificuldades em seus estudos, quanto a concentração e memorização dos conteúdos.

Na grande maioria das vezes, isso acontece pois as pessoas não dão a devida atenção aos momentos de descanso e lazer, reservando períodos para "cuidar de si", relaxar, espairecer, descontrair. No caso dos concurseiros, com a pressa e a preocupação em estudar o maior número de conteúdos possível em um curto período, acabam enfrentando longos períodos de estudos, sem dar atenção aos alertas que o corpo e a mente emitem. E aí, quanto o cansaço e o desgaste já estão instalados, é muito mais difícil reverter a situação. Por isso, o melhor sempre é prevenir do que remediar, evitando desperdícios e prejuízos nos estudos já realizados.

Ao final de, no mínimo, 6h de trabalho/estudo diário, o corpo e a mente precisam de um relaxamento, um descanso. Ignorar essa necessidade pode ocasionar uma série de problemas psicofisiológicos. Segundo alerta Sergio Klepacz, psiquiatra do Hospital Samaritano de São Paulo, "Podemos dizer que o excesso de demanda da química necessária para manter o corpo e a mente ativados se 'esgotam' em algum momento".

Ultrapassar os momentos de estafa em que o corpo já está emitindo alerta de desgaste gera consequências negativas, sendo as mais imediatas: falta de atenção, dificuldade de memória, perda de concentração, pensamento mais lento, desânimo, alterações no sono e, é claro, cansaço - excessivo e crônico. Sendo assim, imagine essas condições sendo propiciadas por falta de cuidados na vida de um estudante em que toda atenção e concentração são importantes para alcançar bons resultados nos estudos?

Cansaço nos estudosSinais de alerta

Após chegar a um nível crítico de desgaste do organismo, o corpo passa a dar sinais de alerta, informando à pessoa que é hora de começar a diminuir o ritmo. Quando esses sinais são ignorados, o problema fica mais sério e pode desencadear uma série de complicações. Os problemas que comumente passam a ser desenvolvidos no corpo são: gastrites e úlceras, baixa da imunidade, com ocorrência frequente de resfriados e gripes, alergias, queda de cabelo, hipertensão, bronquite e alterações menstruais, entre outros.

O concursando deve ter consciente que, para quem precisa investir tempo e disposição nos estudos durante um longo período de tempo, não pode correr o risco de perder essa vitalidade necessária para suportar as extensas jornadas de dedicação, perdendo tempo precioso. Por isso, como em tudo na vida, o melhor é prevenir do que remediar.

Um bom caminho é adotar pequenas atitudes importantes para dar mais atenção à saúde física e, principalmente, mental:

Tenha um cronograma de estudos

É importante criar uma tabela dispondo todos os horários disponíveis do dia e com quais atividades serão preenchidos (trabalho, academia, cursinho, etc.). Assim, é possível ter organização e poder definir em quais momentos haverá espaço para descanso e lazer, não causando preocupação de que possa estar desperdiçando tempo. Com isso, o concurseiro garante organização e preparação adequada para estudar até o dia da prova mais próxima, evitando correrias de última hora.

Confira: Como montar um plano de estudo para concursos

Adote métodos de relaxamento

Antes do início de um período de estudos, procure respirar profundamente de forma calma, relaxando toda a musculatura. Ao relaxar os músculos, a tensão e a ansiedade darão lugar a um estado de leveza, melhorando o sistema de alerta da memória para um aprendizado mais sólido.

Use a estratégia de associação

Para potencializar a capacidade de memorização, deve-se utilizar a técnica de associação, isto é, associar o que está lendo com o que se passa em sua volta. Por exemplo: associe um numeral àquele ônibus que passou, quando precisar lembrá-lo, pense no número do ônibus que terá que pegar.

Tenha boas noites de sono

Dormir bem e, de preferência, por oito horas é essencial para garantir disposição para o dia seguinte. Além disso, dormir bem mantém a pessoa saudável, melhora a qualidade de vida e aumenta a longevidade. Dormir bem, também, alivia os momentos de stress, pois o corpo não estará tão cansado, estando em pleno funcionamento de suas capacidades psicofisiológicas, que estão diretamente ligadas com uma boa noite de sono. Dormir pouco ou até mesmo passar noites em claro provocam consequências devastadoras para a pessoa, comprometendo as capacidades físicas, emocionais e, claro, mentais, como a manutenção da concentração, raciocínio e memorização.

Não deixe para depois

Essa dica também é facilitada quando se tem um cronograma de estudos. Adiar tarefas, ou o famoso "procrastinar", faz com que o problema não seja resolvido, mantendo-se como uma preocupação na mente, prejudicando o foco e a concentração necessários para os momentos de estudo. Portanto, aproveite o cronograma e defina um horário para todas as tarefas que devem ser realizadas, não dando importância maior para algo que pode ser rapidamente resolvido.

Sobre isso, veja também: A procrastinação nos estudos e os prejuízos aos concurseiros

Revise com frequência

Mantenha o hábito de sempre revisar tudo que já foi estudado. A revisão auxilia a consolidar o conteúdo visto, facilitando a memorização e a expansão do conhecimento. Para realizar as revisões, portanto, é indicado fazer anotações e resumos enquanto se está estudando. Assim, o candidato não somente garante o aprofundamento das leituras, como também ter registro e controle de tudo que já foi estudado.

Mantenha a saúde em dia

O cuidado da mente e da memória está diretamente ligado ao cuidado com a educação do corpo físico. Conforme aquela máxima "mente sã, corpo são" e vice-versa, é vital que o estudante se alimente corretamente e pratique exercícios físicos. Assim, evita-se não somente distúrbios como resfriados e constipações, como também ameniza os males emocionais e psicológicos.

Confira também: A importância de cuidar da saúde para os estudos

Faça bom uso das pausas

Conforme já comentado, é de suma importância reservar um tempo entre os estudos para o descanso, lazer e entretenimento. Portanto, realmente aproveite esses momentos, deixando as preocupações de lado e espairecendo a cabeça. Faça uma atividade que você realmente goste, encontre os amigos, saia para passear, assista a um filme ou simplesmente tire uma "soneca", se assim sentir necessidade. É preciso descansar não somente o corpo físico, mas também a mente. 

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
UFFS abre concurso público para Professores em 2019Nível: Superior19/11/20196R$ 10.074,18
Edital CRQ-14 2019 é publicado e tem vagas para todos os níveisNível: Fundamental, Médio, Técnico, Superior25/11/201911R$ 2.014,38
Concurso Crefono-5 tem edital publicado com 165 vagasNível: Médio, Superior09/12/2019165R$ 3.816,00
Concurso EBSERH Nacional 2019: Sai edital com 1.660 vagasNível: Médio, Técnico, Superior10/12/20191.660R$ 10.350,46
ACHE SEU CONCURSO
Quer encontrar um concurso público específico?

Nossa busca vai te ajudar a encontrá-lo, basta você preencher alguns campos e pronto.

Buscar concursos
Últimas notícias
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais