O que faz um Escriturário

O Banco do Brasil vai realizar mais um de seus grandes concursos públicos neste ano. Desta vez, selecionando candidatos ao cargo de Escriturário. Apesar de a concorrência ser grande, poucos realmente sabem o que faz este profissional. Acompanhe e descubra aqui com a gente qual o trabalho do Escriturário.

Por: Adrien Carlos Duarte
0
0 share
0 tweets
0 share

Este ano vai acontecer algo que muitos concurseiros estavam esperando: o Banco do Brasil vai abrir novo concurso público para o cargo de Escriturário. Por exigir apenas nível médio, a concorrência nos concursos para o cargo é bastante grande. Poucos, entretanto, já pararam para pensar no que realmente faz um escriturário, que é o equivalente ao cargo de Técnico Bancário, na Caixa Econômica Federal.

O Escriturário basicamente faz a comercialização de produtos e serviços do banco. Ele também pode ser encarregado de fazer atendimento ao público, atuar no caixa (quando necessário), entrar em contato com clientes, fazer prestação de informações aos clientes e usuários. Também pode ficar sob a responsabilidade do Escriturário, a redação de correspondências em geral; conferência de relatórios e documentos; controles estatísticos; atualização/ manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados e execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades.

Tarefas e atribuições do EscriturárioAtualmente, o Escriturário é muito cobrado no alcance de metas mensais, trimestrais e semestrais, e se engana quem pensa que trabalhar num banco público é "barbada". Muitos até relatam assédio moral dos superiores para que os subordinados consigam atingir metas inalcançáveis e não é novidade ver no noticiário processos judiciais dos funcionários contra os bancos.

Resumindo: o Escriturário deverá estar disponível para realizar os mais diversos serviços de escritório, dentro da unidade bancária a que for destinado. A escolha de qual função ele irá realizar ficará a cargo do Gerente, que poderá direcioná-lo para variadas funções para descobrir em qual ele mais se encaixa.

Os salários iniciais dos Escriturários variam conforme a instituição, sendo no Banco do Brasil de R$ 2.449,98, na Caixa Econômica Federal de R$ 2.428,80, no Banrisul de R$ 1.802,48, no BANESTES de R$ 2.470,11 e no Banco da Amazônia de R$ 2.145,46.

No final de 2015, a FENABAN estipulou reajuste salarial de 10% nos vencimentos, na Participação de Lucros e no piso da categoria, desta forma, o piso dos Escriturários passa para R$ 1.976,10 e o piso de Caixa vai a R$ 2.669,45. Os benefícios dos Escriturários envolvem ainda Auxílio-refeição de R$ 29,64 por dia, Cesta-alimentação de R$ 491,52 por mês; 13ª cesta-alimentação de R$ 491,52 e Auxílio-creche/babá de R$ 394,70, além de plano de saúde e odontológico e possibilidade de ingressar em plano de previdência privada.

Se você tem perfil para negociações, agilidade em transações, atendimento ao público e não mede esforços para conseguir fazer o que a instituição pede, muito bem, você pode tentar ingressar na carreira de Escriturário. Caso contrário, recomendados que você conheça também o que faz um Técnico do INSS e um Técnico do IBGE, carreiras que também exigem nível médio, possuem bons salários e não exigem a venda de produtos.

Avalie esta notícia

Nota:

(3.7/5.0)

Concursos Abertos

Busca avançada de concursos
Concursos Previstos Últimas Notícias
carregando...
FAÇA UM COMENTÁRIO
Faça um comentário sobre este assunto
Enviar