Concurso PRF: 614 aprovados remanescentes serão convocados em 2020

Ministério da Economia analisa também pedido de 4.435 novas vagas para cargos de nível superior e nível médio. Novo edital ainda não foi autorizado.

Por Mateus Nunes de Paula

Se você foi aprovado em todas as etapas e figura na lista de classificação final no concurso da Polícia Federal Federal de 2018, pode comemorar! Por meio da Lei Orçamentária Anual de 2020, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta semana, foi autorizada a convocação de 614 aprovados remanescentes do concurso realizado para o cargo de Policial Rodoviário Federal.

O concurso em questão abriu 500 vagas, 17 para o estado do Acre, 28 para o Amapá, 23 vagas no Amazonas, 17 vagas para lotação no estado da Bahia, 27 vagas para Goiás, 18 vagas no Maranhão, 9 vagas em Minas Gerais, 35 vagas para Mato Grosso do Sul, 57 vagas para Mato Grosso, 81 no Pará, 22 no Piauí, 10 para o Rio de Janeiro, 23 para o Rio Grande do Sul, 74 em Rondônia, 15 em Roraima, 19 para São Paulo e 25 vagas para o estado do Tocantins - veja o edital PRF 2018.

O cargo de Policial Rodoviário exige ensino superior completo em qualquer área de formação, idade mínima de 18 anos e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no mínimo em categoria "B". O salário do cargo é de R$ 9.899,88 mais auxílio-alimentação no valor de R$ 458,00 e auxílio saúde.

Mesmo ofertando 500 vagas no edital de abertura, o órgão já convocou mais de 1.000 aprovados, que terão a soma agora de mais 614 convocações que vão ocorrer. O governo confirmou que todos os aprovados nos concursos da PF e PRF seriam chamados. Veja a autorização para nomeação dos 614 aprovados que saiu na LOA 2020:

LOA 2020 autoriza convocação de 614 aprovados no concurso PRF
LOA 2020 autoriza convocação de 614 aprovados no concurso PRF

A Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FENAPRF), comemorou a decisão. O presidente Deolindo Carniel destacou a importância da previsão orçamentária para chamadas de excedentes e novas seleções. O governo já sinalizou que pretende promover também concursos anuais na PF e na PRF até 2022, o que aumenta as chances de que uma nova autorização saia muito em breve.

Pedido de novo concurso PRF tem 4 mil vagas

O pedido de abertura de novo concurso público que está no Ministério da Economia tem 4.435 vagas. A expectativa segundo o Presidente da FENAPRF, Deolindo Paulo Carniel, é que a seleção seja autorizada.

De acordo com o Diretor Geral da Corporação, o Polícia Rodoviário Adriano Furtado, o objetivo da corporação é ter o quadro de servidores completo até o final do mandado do Presidente Jair Bolsonaro. Confirmada a expectativa do Diretor Geral da Corporação, a Polícia Rodoviária Federal contará com 13.098 policiais rodoviários em atuação.

Vale lembrar que ano passado, o Presidente Jair Bolsonaro disse que: "Paulo Guedes determinou que poucas áreas terão concurso, porque não tem como pagar mais. O problema é esse. A gente até gostaria, em uma área ou outra. Abri uma exceção para a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal." Desta forma, diante as afirmações do Presidente, crescem as expectativas para um nov certame.

Atualmente, há pedido de abertura de 4.435 vagas. Destas, 4.360 são destinadas ao cargo de Policial Rodoviário Federal e outras 75 para o cargo de Agente Administrativo .

Para o cargo de Agente Administrativo a exigência é ter apenas ensino médio completo. Para jornada de 40 horas semanais, os aprovados irão receber salário inicial de R$ 4.270,77, já contado com os benefícios. Já para o cargo de Policial Rodoviário Federal, a exigência é nível superior em qualquer área com Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria " B" ou superior. Para o cargo de Policial Rodoviário Federal, o salário inicial é de R$ 10.357,88, já contado com os benefícios.

Concursos próximos indicados para você
ACHE SEU CONCURSO
Quer encontrar um concurso público específico?

Nossa busca vai te ajudar a encontrá-lo, basta você preencher alguns campos e pronto.

Buscar concursos
Últimas notícias
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais