15/06/2020
02/07/2020
R$ 1.400,00
138

Anexos

O processo seletivo da Prefeitura de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul, para os cargos de Agentes de Saúde passou por alterações. A administração municipal cancelou o seletivo regido pelo edital nº 36/2020 para que critérios da seleção fossem adequados e, então, divulgou a novo processo seletivo pelo edital 57/2020.

Apesar de ter publicado um novo edital a Prefeitura de Porto Alegre continua com a oferta de 138 vagas temporárias nos cargos de Agente Comunitário de Saúde (137 vagas) e Agente de Combate a Endemias (1 vaga). O novo prazo para se candidatar vai até o dia 02 de julho pelo site da Fundatec.

Candidatos podem aproveitar inscrição

Para os candidatos que efetuaram o pagamento da taxa de inscrição no período anterior (de 30 de abril a 18 de maio) existe a possibilidade de aproveitar a inscrição para o mesmo cargo. O candidato poderá também requerer a devolução do valor integral pago, por motivo de desistência.

Os detalhes de como solicitar a devolução da taxa de inscrição estão no comunicado de cancelamento da seleção anterior e você pode conferir aqui. O prazo para solicitar vai de 16 a 22 de junho.

Requisitos para concorrer

Os candidatos devem ter formação de ensino médio completo para concorrer e idade mínima de 18 anos. Os Agentes Comunitários de Saúde deverão ainda residir na área onde atuarão. O salário oferecido é de R$ 1.400,00 por jornada de trabalho de 40 horas semanais, acrescido de adicional de insalubridade de 10, 20 ou 40% sobre o vencimento básico, conforme atividades realizadas e laudo técnico, vale-alimentação e vale-transporte facultativo e subsidiado.

Os aprovados atuarão em período diurno, noturno, feriados e finais de semana, em regime de escala de trabalho, conforme necessidades dos serviços de saúde. Saiba mais dos cargos no edital anexo.

Prepare-se: Apostila de estudo específica para Agente de Saúde de Porto Alegre-RS

Inscrição na seleção vai até julho

O novo prazo de inscrições vai das 10 horas do dia 15 de junho até as 17 horas do dia 02 de julho de 2020, no horário de Brasília-DF, somente via internet, no endereço eletrônico da banca Fundatec - www.fundatec.org.br.

O valor da taxa de inscrição é fixado em R$ 155,88 e deve ser pago até o dia 03 de julho. A isenção da taxa é garantida ao candidato que estiver inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) e para membro de família de baixa renda.

A seleção dos candidatos terá uma prova objetiva com 45 questões, sendo:

  • 10 de Língua Portuguesa
  • 10 de Informática
  • 10 de Legislação
  • 15 de Conhecimentos Específicos

As provas objetivas serão realizadas na cidade de Porto Alegre-RS em dia, hora e locais a serem ainda divulgados por meio de edital próprio com antecedência mínima de 15 dias. A data ainda não foi marcada tendo em vista o controle do novo coronavírus na capital e o distanciamento social.

Haverá também prova de títulos (experiência profissional) e Curso de Formação Inicial para Agente Comunitário de Saúde, com carga horária mínima de 40 horas.

Resumo da seleção

Total de Vagas: 138
Cargos/vagas: Agente de Combate às Endemias (01) e Agente Comunitário de Saúde (137)
Carga Horária Semanal: 40h
Salário: R$ 1.400,00
Inscrições: até 02/072020 pelo site concursos.fundatec.org.br
Valor das Inscrições: R$ 155,88
Data provável de aplicação da prova: a definir

Atribuições dos cargos

Agente de Combate às Endemias

  • Orientar sobre os sinais e os sintomas de agravos ou doenças causados por artrópodes e roedores de importância em saúde pública e encaminhar os casos suspeitos para a Rede de Saúde;
  • Desenvolver ações educativas e de mobilização da comunidade relativas ao controle de doenças ou agravos, em sua área de abrangência, em conjunto com a equipe da Estratégia de Saúde da Família;
  • Planejar ou programar, ou ambos, as ações de controle de doenças ou agravos em conjunto aos Agentes Comunitários de Saúde da Estratégia de Saúde da Família e à equipe da Atenção Primária ou da Saúde da Família;
  • Realizar visitas domiciliares para orientação e prevenção contra a dengue em áreas não atendidas pela Estratégia de Saúde da Família;
  • Elaborar ou executar, ou ambos, estratégias para o encaminhamento de pendências;
  • Manter a supervisão e a equipe informadas sobre toda e qualquer situação de risco;
  • Participar de reuniões relacionadas às atividades do emprego e executar tarefas administrativas pertinentes às atividades do emprego;
  • Realizar ações de controle vetorial, com vistoria e detecção de locais suspeitos e identificação e eliminação de focos, e preencher formulários;
  • Executar procedimentos e normas estabelecidas pelo Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD) e por outros programas de prevenção e controle de endemias;
  • Orientar sobre o manejo do ambiente para evitar a presença de roedores e vetores e realizar inquéritos de mordedura animal;
  • Realizar investigação de casos de leptospirose, executar controle mecânico, biológico ou químico, com manuseio e operação de equipamentos para aplicação de produtos biológicos ou químicos no controle de vetores, reservatórios, hospedeiros, causadores ou transmissores de zoonoses, sob orientação e supervisão de profissionais da área;
  • Identificar situações de saneamento e meio ambiente que possam ser de risco à saúde humana;
  • Zelar pela conservação e pela manutenção do material e dos equipamentos utilizados nas ações de controle e vigilância;
  • Participar de eventos de capacitação e de qualificação profissional;
  • Realizar mapeamento de sua área, identificando áreas de risco ambiental;
  • Desenvolver atividades inerentes ao combate à dengue, febre amarela, doença de Chagas, leishmaniose tegumentar e visceral e outras zoonoses e agravos causados por animais; e
  • Executar tarefas afins relacionadas à vigilância em saúde

Agente Comunitário de Saúde

  • Trabalhar com adscrição de indivíduos e famílias em base geográfica definida e cadastrar todas as pessoas de sua área, mantendo os dados atualizados no sistema de informação da Atenção Primária vigente, utilizando-os de forma sistemática, com apoio da equipe, para a análise da situação de saúde, considerando as características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas do território e priorizando as situações a serem acompanhadas no planejamento local;
  • Utilizar instrumentos para a coleta de informações que apoiem no diagnóstico demográfico e sociocultural da comunidade;
  • Registrar, para fins de planejamento e acompanhamento das ações de saúde, os dados de nascimentos, óbitos, doenças e outros agravos à saúde, garantido o sigilo ético;
  • Desenvolver ações que busquem a integração entre a equipe de saúde e a população adscrita à US, considerando as características e as finalidades do trabalho de acompanhamento de indivíduos e grupos sociais ou coletividades;
  • Informar os usuários sobre datas e horários de consultas e exames agendados; e
  • Participar dos processos de regulação a partir da Atenção Primária para acompanhamento das necessidades dos usuários no que diz respeito a agendamentos ou desistências de consultas e exames solicitados.

O processo seletivo público terá validade de dois anos a contar da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período uma única vez, a critério do Município de Porto Alegre.

Anexos