Trabalhadores podem consultar valores de abono salarial não sacados em anos anteriores pelo celular. A Resolução nº 838, de 24 de setembro de 2019 garante ao beneficiário o prazo de 5 anos para resgatar os valores do abono salarial.

A Caixa estipula um prazo dentro do calendário de pagamento do abono salarial conforme o ano-base, mas os valores podem ser solicitados posteriormente. Por exemplo, para quem trabalhou com carteira assinada no ano-base 2020 e recebeu o benefício de R$ 1.212 no início deste ano, o prazo para saque segue aberto até 29 de dezembro de 2022.

Contudo, esse valor ainda estará disponível para saque caso o trabalhador faça a solicitação no Ministério do Trabalho nos próximos cinco anos. Para solicitar o saque do dinheiro o trabalhador deve ligar para a central Alô Trabalho 158 ou por e-mail [email protected] trocando as letras "uf" pela sigla do seu estado.

De acordo com informações do Ministério do Trabalho e Previdência, mais de 600 mil trabalhadores ainda não fizeram a retirada do abono Pis/Pasep referente ao calendário de 2020. Esse grupo é formado por 262.699 trabalhadores com direito ao Pis, pago pela Caixa, e outros 334.218 servidores com direito ao Pasep, pago pelo Banco do Brasil.

Os dados mais recentes divulgados pelo órgão informam que há cerca de R$ 562,9 milhões esquecidos pelos trabalhadores na Caixa e no BB. Até 21 de junho haviam sido liberados mais de R$ 21 bilhões para 23,8 milhões de trabalhadores.

Como consultar o abono Pis/Pasep?

O trabalhador pode conferir pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital se possui algum valor esquecido para receber. O app da CTPS digital está disponível para celulares Android [download aqui] e iPhone (iOS) [clique para baixar].

Para acessar a consulta o trabalhador deve fazer o login no app com CPF e senha (login Gov.BR). Após essa etapa, basta selecionar a opção Abono Salarial exibida na página inicial e então clicar em consultar (imagem abaixo).

App da Carteira de Trabalho Digital oferece consulta ao abono Pis/Pasep.
App da Carteira de Trabalho Digital oferece consulta ao abono Pis/Pasep.

Na próxima tela, o aplicativo vai exibir se o trabalhador teve o abono salarial ano-base 2020 habilitado e as informações relacionadas ao pagamento, como os dias trabalhados, a média do salário, a data em que o dinheiro foi liberado na conta e o valor - lembrando que o valor do Pis/Pasep é proporcional aos dias trabalhados.

Abono para quem trabalhou em 2020 foi liberado entre fevereiro e março.
Abono para quem trabalhou em 2020 foi liberado entre fevereiro e março.

Na parte superior, o aplicativo oferece também um campo de consulta para que o trabalhador selecione anos anteriores e verifique se existe algum valor retroativo a receber. Caso o cidadão tenha sacado o abono salarial em todos os calendários anteriores será exibida a mensagem "Não foi encontrado nenhum Abono Salarial".

Consulta ao abono salarial retroativo no app CTPS digital.
Consulta ao abono salarial retroativo no app CTPS digital.

Ainda, se você atende aos requisitos para receber o abono, acha que deveria ter recebido mas não recebeu, pode procurar uma agência da Caixa com seus documentos e verificar se houve algum problema no depósito por parte do banco.

Abono Pis 2021 vai sair este ano?

Com a liberação do abono salarial 2020 logo no início de 2022, os trabalhadores ficaram na expectativa de receber o Pis/Pasep 2021 ainda neste ano. Entretanto, essa possibilidade não deve se concretizar.

Após a mudança no calendário anual de pagamento, que antecipou em alguns meses o depósito dos valores, o governo federal deve deixar para o início de 2023 o anúncio do calendário do abono Pis/Pasep para quem trabalhou com carteira assinada em 2021.

O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) propôs o orçamento de R$ 25,5 bilhões para o pagamento do abono salarial aos trabalhadores elegíveis ao benefício no próximo ano.

Dessa forma, o abono salarial para quem trabalhou com carteira assinada durante este ano (2022) deve ser liberado somente em 2024.

Quem tem direito ao abono Pis/Pasep?

Podem receber o abono salarial Pis/Pasep os brasileiros que trabalharam por pelo menos 30 dias com carteira assinada durante o ano-base. Ainda, para ter acesso ao saque é necessário cumprir os seguintes requisitos:

  • Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base (2020);
  • Ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, no ano-base considerado para apuração;
  • Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).