A Caixa Econômica Federal abriu na quarta-feira de 18 de maio o pagamento da quinta parcela do Auxílio Brasil em 2022. O calendário de depósitos do programa de transferência de renda que substituiu o Bolsa Família tem depósitos sempre na segunda quinzena de cada mês. Em maio, o governo vai pagar o benefício médio de R$ 409 agora para um grupo de 18,1 milhões de famílias.

O Auxílio Brasil vai integrar políticas de assistência social, saúde, educação e emprego, garantindo renda básica às pessoas mais necessitadas e será formado por 9 benefícios - veja cada um deles abaixo.

O primeiro pagamento do mês de maio ocorreu no dia 18/05, para aqueles com NIS terminado em 1. Nesta sexta (20) recebe quem tem NIS - Número de Inscrição Social terminado em 3.

Os pagamentos do Auxílio Brasil seguem de forma escalonada sempre seguindo o número final do NIS (Número de Identificação Social) do beneficiário. Os cartões e senhas dos novos beneficiários foram enviados pela Caixa aos endereços cadastrados pelos beneficiários no CadÚnico.

O governo divulgou que haverá ainda um período de transição para famílias atendidas pelo Auxílio Brasil que tenham aumento da renda familiar mensal per capita em valor que ultrapasse em até duas vezes e meia a linha de pobreza (R$ 210), requisito para receber. Estes poderão permanecer no programa ainda por mais 24 meses.

Já alguns beneficiários do Auxílio Emergencial que receberam de R$ 150 a R$ 375 até outubro do ano passado, passaram a integrar a base de pagamentos do Auxílio Brasil. O governo incluiu novos beneficiários em fevereiro deste ano e zerou a fila de espera, ampliando o programa agora para 18 milhões de famílias.

Auxílio Brasil - Datas de 2022

A Caixa fará os pagamentos do Auxílio Brasil em datas já definidas para 2022. Veja o calendário de liberação dos valores em maio:

Data de pagamento Final do NIS
18 de maio 1
19 de maio 2
20 de maio 3
23 de maio 4
24 de maio 5
25 de maio 6
26 de maio 7
27 de maio 8
30 de maio 9
31 de maio 0

Todos os meses, o Ministério da Cidadania fará ainda um pente-fino para incluir ou excluir beneficiários, conforme dados do Cadastro Único, disse João Roma, ministro da Cidadania.

Benefícios do Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil é um conjunto de 9 benefícios básicos e complementares que será pago pelo governo aos mais pobres. Confira cada um deles:

  • Benefício Primeira Infância: para famílias com crianças de zero a 36 meses pago mensalmente no valor de R$ 130 por integrante;
  • Benefício Composição Familiar: para famílias com gestantes ou pessoas de três a 21 anos pago mensalmente no valor de R$ 65 por integrante.
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza: Para famílias em situação de extrema pobreza (renda familiar por pessoa até R$ 100). O valor é calculado caso a caso e a família recebe o valor necessário para superar o valor da linha de extrema pobreza, fixada em R$ 100 mensais por pessoa.
  • Auxílio Esporte Escolar: benefício mensal de R$ 100 pago por 12 meses a estudantes integrantes de famílias beneficiárias do programa, com idades entre 12 e 17 anos incompletos, que conquistarem até a terceira colocação em competições oficiais do sistema de Jogos Escolares Brasileiros, em âmbito nacional, distrital ou estadual. A família receberá, também, uma parcela única de R$ 1.000.
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior, ação conjunta dos ministérios da Cidadania e da Ciência, Tecnologia e Inovação, pagará um benefício mensal de R$ 100, por 12 meses, a estudantes das famílias integrantes do Auxílio Brasil que tenham se destacado em competições acadêmicas e científicas, de abrangência nacional, vinculadas a temas da educação básica. A família receberá, também, uma parcela única de R$ 1.000.
  • Auxílio Criança Cidadã para famílias beneficiárias do Auxílio Brasil que tenham crianças com idade de zero até 48 meses incompletos. O valor será de R$ 200 para crianças matriculadas em turno parcial e de R$ 300 para crianças em turno integral.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Rural: benefício mensal de R$ 200 a famílias beneficiárias do Auxílio Brasil que tenham em sua composição agricultores familiares.
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: benefício mensal de R$ 200 a famílias atendidas pelo Auxílio Brasil que tenha uma pessoa na na família com vínculo de emprego formal.
  • Benefício Compensatório de Transição: para beneficiários do Bolsa Família que tiveram redução no valor em decorrência do enquadramento na nova estrutura do Auxílio Brasil.