Mais de 20 milhões de famílias aprovadas no Auxílio Brasil vão receber neste mês uma nova parcela do benefício. Com o calendário antecipado, o dinheiro será liberado entre os dias 9 e 22 de agosto para 2,2 milhões de novas famílias que vão ingressar no programa.

O Benefício Extraordinário do programa, que tinha caráter temporário, foi transformado em um auxílio permanente. Assim, as parcelas mínimas de R$ 400 que terminariam em dezembro deste ano seguirão sendo pagas em 2023.

Com a aprovação do PEC que institui o estado de emergência até 31 de dezembro de 2022 o Auxílio Brasil será de R$ 600 para cada família. O benefício é temporário e será concedido entre agosto e dezembro.

Em agosto, os aprovados no Auxílio Brasil vão receber uma parcela maior com o adicional do vale-gás. A cada dois meses, o governo libera o pagamento do auxílio que vai custear 100% do valor do botijão de gás (GLP 13kg) até dezembro. A parcela de agosto do vale gás será de R$ 110 por família.

Neste ano, o governo federal está concedendo o benefício para os brasileiros inscritos no Cadastro Único (Cadúnico) que se enquadrem em três grupos, são eles:

Situação de Extrema Pobreza: famílias com renda mensal per capita até R$ 105,00;

Situação de Pobreza: famílias com renda mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210,00;

Regra de Emancipação: famílias já participantes do programa cuja renda ultrapassou o valor da linha da pobreza (R$ 200) permanecerão no Auxílio Brasil por mais 2 anos, desde que a renda familiar mensal per capita não supere em duas vezes e meia o valor da linha de pobreza, ou seja, R$ 500,00.

A seleção para receber o Auxílio Brasil em 2022 continua ocorrendo por meio da base de dados do Cadastro Único para Programas Sociais. Dessa forma, a família que se enquadra nos critérios listados acima e está com o Cadúnico atualizado será incluída no programa quando houver espaço orçamentário.

A seleção das famílias é feita de forma automática, considerando a estimativa de pobreza, a quantidade de famílias atendidas em cada município e o limite orçamentário anual do Auxílio Brasil.

Que horas o Auxílio Brasil cai na conta?

As famílias beneficiárias do Auxílio Brasil recebem todos os meses a parcela em conta poupança digital no Caixa Tem. Há dois anos que o aplicativo da Caixa passou a ser a principal plataforma para pagamentos dos benefícios concedidos pelo Governo Federal.

Atualmente, mais de 109 milhões de brasileiros possuem conta digital no aplicativo Caixa Tem. Segundo a Caixa, os benefícios sociais começam a ser liberados para os beneficiários nas primeiras horas do dia. Até as 9h da manhã o beneficiário tem o dinheiro depositado na conta.

Assim, o horário em que o dinheiro cai no Caixa Tem pode ser diferente para cada beneficiário. Outro fator que influencia no acesso aos valores é a quantidade de pessoas acessando o aplicativo simultaneamente.

A Caixa Econômica Federal é o agente pagador dos principais benefícios sociais do governo federal. Nos últimos anos o depósito de benefícios como o abono Pis/Pasep, Benefício Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm), saques imediatos do FGTS e o Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família, foram transferidos para a conta poupança digital no Caixa Tem.

A facilidade de utilizar o Caixa Tem como plataforma para pagamento de diversos benefícios sociais também tem o lado negativo de o aplicativo sofrer constantes períodos de instabilidade devido ao alto número de pessoas tentando acessar a conta digital.

Qual é o valor máximo do Pix no Caixa Tem?

A Caixa Econômica Federal definiu limites diários de transferências de acordo com duas faixas de horário. Para transferências entre 06h01 e 19h59 o valor máximo que pode ser transferido por dia é de R$ 1.200,00. Já entre o período de 20h01 e 06h00 o usuário poderá transferir até R$ 1.000,00 via Pix.

Lembrando que pelo app Caixa Tem cada transação pode ter valor máximo de R$ 600. Assim, os beneficiários que querem transferir o saque extraordinário de R$ 1 mil terão que fazer duas transações Pix para movimentar o valor integral. Confira o passo a passo para fazer Pix pelo Caixa Tem:

Como sacar o Auxílio Brasil pelo Caixa Tem

Os beneficiários que preferirem retirar os valores em espécie poderão fazer o saque do Auxílio Brasil em lotéricas, agências da Caixa e correspondentes Caixa Aqui.

Para isso, basta estar com o celular onde o Caixa Tem está instalado no momento do saque e escolher a opção Saque sem Cartão. Depois, clique em "gerar código de saque" e realize a retirada do dinheiro em até uma hora, já que o código gerado no aplicativo perderá a validade após esse período. Então, siga o passo a passo abaixo:

  1. Abra o aplicativo Caixa Tem e selecione a opção Gerar código para saque.
  2. O aplicativo irá informar então que o beneficiário deve estar em frente a um caixa eletrônico, atendente lotérico ou correspondente Caixa Aqui antes de continuar. Isso porque o código que irá ser gerado tem validade de uma hora e caso não finalize o saque dentro desse tempo o processo terá que ser realizado novamente do início.
  3. Se você já está no local em que irá realizar o saque em dinheiro aperte na opção Gerar Código.
    Pronto! O código autorizador de saque será gerado e basta digitá-lo no caixa eletrônico ao fazer a operação.
  4. No visor do caixa eletrônico terá a opção Saque Sem Cartão. Em seguida, deverá ser preenchido o número do CPF do beneficiário. Digite e tecle na opção Continuar.
  5. O caixa eletrônico irá então solicitar o código de seis números gerado no aplicativo. Digite e tecle Continuar.