A Caixa Econômica Federal divulgou o calendário do saque-aniversário do FGTS em 2021. A modalidade permite que o trabalhador retire uma parte do saldo disponível em contas ativas e inativas do FGTS. O banco informou que cerca de 9,7 milhões de brasileiros optaram pela modalidade de saque que segue calendário estipulado pela Caixa de acordo com o mês de nascimento do beneficiário. Para quem nasceu em abril, por exemplo, o saque foi disponibilizado no dia 01/04 e o prazo para realizar a retirada do dinheiro vai até 30 de junho.

A modalidade de saque também já está disponível para os nascidos em fevereiro e março. Já para os nascidos em janeiro o prazo para saque se encerrou em 31/03. O saque-aniversário do FGTS é opcional e para receber o trabalhador deve selecionar a opção utilizando o aplicativo do FGTS (disponível para Android e iOS), pelo site da Caixa fgts.caixa.gov.br ou internet banking ou também nas agências bancárias.

Para receber dentro do mesmo ano o trabalhador deve solicitar o saque até o último dia do seu mês de aniversário. Contudo, ao optar pelo saque aniversário, o trabalhador não poderá sacar o total da conta por motivo de demissão, mas recebe todas as demais modalidades, incluindo o saque da multa rescisória. O saque total da conta do FGTS para a compra da casa própria, motivo de doença grave e aposentadoria seguem valendo, garantido por Lei.

Saque-aniversário pode ser antecipado

O trabalhador que optou por receber o saque-aniversário pode pedir ainda a antecipação do valor que seria liberado no seu mês de nascimento. A Caixa permite o adiantamento de até 3 saques aniversários, desde que o valor mínimo de contratação seja de R$ 2 mil. Para solicitar a antecipação do saque-aniversário o cidadão deve ser maior de 18 anos ou emancipado, possuir conta poupança ou corrente na Caixa e estar com CPF regular na Receita Federal.

A antecipação do saque aniversário do FGTS pode ser feita por meio do Internet Banking da Caixa, pelo app da Caixa ou pelo aplicativo do FGTS.

Calendário do saque-aniversário FGTS 2021

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o prazo para o trabalhador fazer a retirada do dinheiro vai do primeiro dia útil do seu mês de nascimento até o último dia útil do segundo mês subsequente. No caso daqueles que nasceram em janeiro, o saque foi liberado no dia 04/01 e ficou disponível para saque até 31 de março de 2021. Os aniversariantes de fevereiro terão o período de 1º de fevereiro a 30 de abril para fazer a retirada do dinheiro. Já para quem nasceu em março o prazo vai de 01/03 a 31 de maio. Se não for sacado dentro do prazo, o valor retorna para as contas do FGTS do trabalhador.

Confira abaixo o calendário do novo saque emergencial do FGTS em 2021:

Calendário do saque-aniversário FGTS 2021
Mês de nascimento Período para saque
Janeiro de janeiro a 31 de março
Fevereiro de fevereiro a 30 de abril
Março de março a 31 de maio
Abril de abril a 30 de junho
Maio de maio a 30 de julho
Junho de junho a 31 de agosto
Julho de julho a 30 de setembro
Agosto de agosto a 29 de outubro
Setembro de setembro a 30 de novembro
Outubro de outubro a 31 de dezembro
Novembro de novembro de 2021 a 31 de janeiro de 2022
Dezembro de dezembro de 2021 a 28 de fevereiro de 2022

Valor do saque aniversário do FGTS 2021

O valor do saque aniversário depende do saldo na conta de cada trabalhador, mais a soma de uma parcela adicional. Para realizar o cálculo da parcela do saque aniversário que o trabalhador recebe anualmente a Caixa disponibiliza a seguinte tabela:

Faixas de Saldo - R$ Alíquota Parcela Adicional
Até R$ 500 50% R$ 0,00
De 500,01 até 1.000 40% R$ 50,00
De 1.000,01 até 5.000 30% R$ 150,00
De 5.000,01 até 10.000 20% R$ 650,00
De 10.000,01 até 15.000 15% R$ 1.150,00
De 15.000,01 até 20.000 10% R$ 1.900,00
Acima de 20.000,01 5% R$ 2.900,00

Novo saque emergencial FGTS pode ser de R$ 1.100

Os trabalhadores com saldo em contas ativas ou inativas do FGTS podem ter acesso a uma nova rodada de saque emergencial de R$ 1.100 em 2021. Em dezembro do ano passado, a equipe econômica de Jair Bolsonaro informou que uma das medidas estudadas para amparar financeiramente os brasileiros que ainda estão sendo prejudicados pela pandemia da Covid-19 é liberar um novo saque emergencial do FGTS.

A medida foi utilizada em 2020, quando os trabalhadores puderam sacar até um salário mínimo (que então era de R$ 1.045) de contas do FGTS que possuíam saldo. Assim, se a alternativa for reproduzida da mesma forma, os brasileiros terão direito a sacar até R$ 1.100 de suas contas, visto que o salário mínimo para 2021 teve aumento de R$ 55.

A informação ainda não foi confirmada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, mas já compõe o conjunto de medidas que deve ser apresentado pelo governo para minimizar o impacto da pandemia que voltou a crescer no início deste ano.

Segundo fonte da equipe econômica existe a possibilidade do governo liberar mais uma rodada de saque do FGTS sem comprometer a sustentabilidade do Fundo. A equipe deve aguardar alguns meses para analisar o cenário econômico e então anunciar as medidas.

Caixa liberou R$ 36 bilhões em 2020

Os pagamentos do saque emergencial do FGTS liberados em 2020 foram encerrados no dia 05 de janeiro de 2021. Conforme informações da Caixa, cerca de R$ 36,5 bilhões foram sacados por mais de 51,1 milhões de trabalhadores que receberam automaticamente ou fizeram a solicitação pelo app do FGTS até 31 de dezembro.

Em torno de R$ 12 bilhões retornaram às contas do FGTS pois não foram movimentados das contas poupanças digitais. Segundo a Caixa, 19 milhões de trabalhadores não desejaram sacar os recursos e outros 400 mil registraram o pedido de desfazimento do crédito automático.