Auxílio Emergencial: prazo para cadastro termina nesta quinta, 2 de julho

Prazo para os brasileiros que ainda precisam solicitar o auxílio emergencial termina hoje. Veja quais são as formas de se cadastrar e pedir os R$ 600.

Por Caroline Fagundes Pieczarka

Termina nesta quinta-feira, 02 de julho, o período para fazer a solicitação do Auxílio Emergencial. Os brasileiros que se encaixam nos critérios para receber o benefício têm até as 23h59min de hoje para pedir a ajuda de R$ 600,00 que será paga pelo governo federal agora em 5 parcelas. Devem se cadastrar os trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda que se encaixam nos requisitos previstos na lei.

Para ter direito ao benefício o cidadão precisa atender os seguintes requisitos:

  • ser maior de 18 anos de idade ou ser mãe adolescente;
  • não ter emprego formal;não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
  • ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00);
  • não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70;
  • estar desempregado ou exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI) ou ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

O cadastramento pode ser realizado de três maneiras: pelo site auxílio.caixa.gov.br, pelo aplicativo Caixa Auxílio Emergencial para Android e iOS ou ainda pelos Correios, que desde o início de junho está realizando atendimento nas agências de todo o país.

A Caixa informou que após o dia 2 de julho tanto o app como o site continuarão no ar para que os cidadãos possam consultar a situação do seu pedido, mas que a partir do dia 3 novos cadastros não serão recebidos. "Após o prazo definido, nós manteremos o aplicativo e o site funcionando para que as pessoas possam acompanhar o pagamento do seu benefício ou processamento do seu pedido", confirmou o vice-presidente da rede de varejo da Caixa, Paulo Henrique Angelo.

Nesta quinta-feira (2) a Caixa paga mais um lote de beneficiários. São 6,8 milhões de pessoas que receberão a 1ª, 2ª ou 3ª parcelas, conforme a data de aprovação na Dataprev, nascidos nos meses de julho e agosto, segundo o calendário divulgado pela Caixa.

Auxílio terá mais 2 parcelas

O presidente Jair Bolsonaro assinou na última terça-feira (30) um decreto que estende o pagamento do auxílio emergencial por mais dois meses. O pagamento deve ocorrer nos meses de julho e agosto porém não foi detalhado de que forma será realizado. Na ocasião, o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que os próximos depósitos poderão ser divididos em até 4 parcelas ao longo dos dois meses.

O governo federal e a Caixa, agente pagador do auxílio emergencial, garantem que todos os cadastrados até o dia 02 de julho que tiverem o seu benefício aprovado irão receber todas as parcelas, mesmo que o pagamento para os demais já esteja em andamento.

"A partir desse dia, o cadastramento estará fechado e todas as pessoas que estão em análise pela Dataprev terão uma resposta. Todas as pessoas que se cadastrarem e forem validadas receberão todas as parcelas. Mesmo que sejam aprovadas lá pro meio de julho, receberão as três parcelas", informou o presidente da Caixa em live na semana passada.

Como realizar o cadastro no app Caixa | Auxílio Emergencial

  • Logo na tela inicial, estarão disponíveis as regras definidas para enquadramento no programa. Em seguida, o cidadão deverá declarar que atende aos critérios, autorizando o tratamento de seus dados para validação das informações prestadas;
  • o trabalhador deverá informar os seus dados básicos (nome, CPF, data de nascimento e nome da mãe), que serão confirmados junto à base da Receita Federal;
  • na hipótese do CPF informado já constar na base do Cadastro Único, o cidadão será notificado que deverá aguardar o processo de seleção, que considerará as informações do cadastro já existente;
  • caso o CPF informado não conste na base do Cadastro Único, será enviado um código para o celular informado pelo cidadão, que possibilitará dar seguimento ao cadastro;
  • no cadastro, o cidadão deverá informar os seus dados econômico-financeiros, bem como os dados dos membros do seu grupo familiar;
  • será necessário informar a conta onde deseja receber o auxílio, optando por:
    a) receber o crédito em conta já existente na CAIXA ou em outra Instituição Financeira autorizada pelo BACEN;
    b) abrir uma Poupança Social Digital na CAIXA para receber o crédito.

Ao final do cadastro, o cidadão é informado que seu pedido de auxílio emergencial foi recebido e que em até 5 dias úteis deverá consultar no site ou no app o resultado da solicitação. O prazo máximo para análise, segundo a Dataprev, é de até 20 dias.

A Caixa divulgou um vídeo tutorial de como realizar o cadastro no aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, confira como fazer:

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais