Coronavírus e concursos; o que fazer agora?

Com a pandemia do coronavírus a rotina das pessoas mudaram. Quais são os reflexos imediatos desta pandemia nos concursos públicos?

Por Mateus Nunes de Paula

Recentemente, a pandemia do coronavírus (COVID-19) alterou os hábitos e a rotina de grande parte da população, não somente no Brasil, mas no mundo inteiro. Aliás, se você for realizar um concurso nos próximos meses que cobrem a disciplina de atualidades, vale a pena dar uma estudada sobre o COVID-19 e os reflexos sociais, históricos e econômicos desta pandemia, pois, certamente será um conteúdo explorado. Assim, além de alterar os costumes sociais, financeiros e antropológicos o coronavirus também causou mudança nos concursos públicos e na rotina dos concurseiros.

Diversos estados e municípios já declararam estado de emergência e de calamidade pública adiando, suspendendo e até mesmo cancelando a realização de concursos públicos previstos e em andamento. O IBGE, por exemplo, que previa a realização de processo seletivo para mais de 208 mil vagas já adiou o certame para 2021. Além disso, diversas provas que ocorreriam em março já tiveram a suspensa declarada, sem previsão de novas datas.

Desta forma, iremos discorrer neste artigo algumas das consequências do coronavirus (COVID-19) no âmbito dos concursos e na rotina dos concurseiros.

Continue sem sair de casa

Diversos municípios do país já decretaram situação de emergência e calamidade pública suspendendo ou limitando as atividades em shoppings centers, locais movimentados, locais públicos, instituições de ensino, restaurantes, academias e demais comércios.

Desta forma, quem estuda e vem se preparando de forma intensa para concursos não costuma sair muito, ao menos não para lazer. Obviamente grande parte dos concurseiros costumam (ou costumavam) sair no dia a dia para ir até o trabalho, para ir até a faculdade ou para demais eventos necessários, corriqueiros ou não. Acontece que estaríamos mentindo ao dizer que não haverá mudança nesta rotina, pois alguns hábitos já estão ou irão ser alterados.

Acontece que, geralmente, quem opta por estudar para concursos e traça esse objetivo de vida acaba abrindo mão do convívio social, de passar mais tempo com a família, de utilizar os seus momentos livres para o lazer e opta por estudar e se preparar para os concursos. Assim, de certa forma, quem é concurseiro já está acostumado a se distanciar e não sair para rua por conta dos estudos e, dessa forma, com a pandemia deste vírus, não notará muita diferença em sua rotina e nos seus hábitos, ao menos não tamanha mudança em comparação com as demais pessoas que tem uma rotina mais movimentada.

Reflexos econômicos

Em decorrência da pandemia do COVID-19 muitas das medidas tomadas acabaram por afetar economicamente grande parte das pessoas, direta ou indiretamente. Há alguns casos, uma pequena parcela da população, que não sofrerá tanto em sua situação financeira (quem trabalha diretamente na internet, home office, delivery, etc.), contudo esta é uma exceção uma vez que a grande maioria dos brasileiros terá sim uma perda econômica com essa pandemia.

Para os concurseiros não será diferente. A grande maioria, infelizmente, terá reflexos econômicos negativos em decorrência da pandemia. O processo seletivo do IBGE seria o primeiro passo para uma melhora de muitos concurseiros que se encontram em situação econômica mais complicada e para muitos que estão desempregados. Neste caso, há a opção de restituição da taxa de inscrição. É preciso acompanhar os procedimentos para a restituição do valor da inscrição dentro do prazo previsto e acompanhar a devolução pelo site da organizadora, neste caso, o Cebraspe.

Apesar de todas adversidades, alguns concurseiros da área da saúde deverão ficar atentos, pois nos próximos dias deverão, cada vez mais, serem lançadas oportunidades com a abertura de novos certames para a área. Muitos destes devem ser realizados por meio de processos seletivos, que em sua maioria oferecem vagas temporárias. Apesar de não ser a solução para a estabilidade financeira, esses podem auxiliar bastante dependendo da situação de cada um. Ainda, vale mencionar que já escrevemos outro artigo em que descreve situações em que vale a pena realizar estes processos seletivos.

Mais tempo para preparação

Apesar das medidas necessárias a fim de conter a propagação do vírus e dos reflexos negativos destas medidas, também há, ao menos, um ponto positivo para os concurseiros: com a suspensão de muitos destes concursos, haverá mais tempo para a preparação.

O maior tempo na preparação em decorrência da quarentena consistirá tanto no maior prazo para a realização das provas, em decorrência das suspensões e remarcações das provas, como do maior tempo em casa (para quem pode estar em casa). Muitos concurseiros tiveram suas rotinas alteradas com jornadas de trabalho suspensas ou realizadas via home office, aulas suspensas e demais afazeres, ou seja, de alguma forma grande parte das pessoas passaram a ficar em casa por mais tempo e com um tempo maior disponível para estudar.

Com mais tempo para estudar, vale a pena investir alguns minutos para organizar um bom organograma, separar e pesquisar um bom material de estudos e dar início à preparação. Uma boa dica é não iniciar diretamente com muitas horas diárias, pois há o risco de você saturar rapidamente. Comece planejando ao menos 1 hora diária a mais que o habitualmente estudado e na medida em que você for conseguindo estudar mais, com qualidade e habitualidade, aumente suas horas de estudo gradativamente.

Para os candidatos que desejam prestar concursos policiais ou que exijam teste de aptidão física (TAF), é importante também manter o preparo físico em dia. Com muitas academias com atividades suspensas, uma boa dica é manter o ritmo da preparação física treinando em casa e na medida do possível dar uma especial atenção à alimentação a fim de não ganhar peso, prejudicando o seu desempenho no futuro TAF - teste de aptidão física.

Duração

Por fim, cabe esclarecer que não há um prazo definido para durar todos os efeitos das medidas impostas em decorrência do coronavírus. De fato, a grande maioria dos concursos estão suspensos ou cancelados, mas, há alguns concursos que apesar de tudo estão sendo divulgados e continuam com previsão de abertura - veja os concursos publicados hoje.

Desta forma, se você deseja ser servidor público um dia e quer que este dia chegue logo, não perca o seu foco e continue se preparando pois, mais cedo ou mais tarde os concursos que estão interrompidos voltarão a ter as suas provas remarcadas e você estará preparado. Por fim, lembre-se: antes um sonho adiado a um sonho interrompido.

Concursos próximos indicados para você
ConcursoInscrições atéN° VagasSalários até
Marinha abre concurso para Oficiais e Capelães em 2020Nível: Superior31/03/202026R$ 9.070,60
Concurso Marinha 2020: Sai edital no Colégio NavalNível: Fundamental16/04/2020143
ACHE SEU CONCURSO
Quer encontrar um concurso público específico?

Nossa busca vai te ajudar a encontrá-lo, basta você preencher alguns campos e pronto.

Buscar concursos
Últimas notícias
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais